oficina70.com: Pedras Preciosas
Mostrar mensagens com a etiqueta Pedras Preciosas. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Pedras Preciosas. Mostrar todas as mensagens

Recursos minerais e pedras preciosas de Moçambique

Minerais, cristais e pedras preciosas em Moçambique
rubellite from Moçambique
Rubelita de Nhampassa, distrito de Báruè, em Manica
Moçambique é dotado de ricos e extensos recursos naturais.
A indústria mineral de Moçambique desempenha um papel significativo na produção mundial de 
commodities, sendo os principais: Alumínio, Ouro, Ferro e aço, Nióbio (columbium) e tântalo, Cimento, Argilas, Pedras preciosas, Titânio e Zircônio, Carvão, Gás natural, Petróleo e Urânio.

Diversidade mineral de Moçambique
No geral todo o setor de mineração incluindo pedreiras representam um aumento significativo a cada ano que passa na economia mineral de Moçambique. Esses setores devem se expandir a cada ano que passa devido ao aumento da produção de carvão e gás. As reservas de gás foram estimadas como sendo a quarta maior do mundo.
Os principais aumentos de produção vão se verificar nas áreas do carvão, granito, granada, diatomite, mármore, cimento, bauxita, dumortierite e calcário. A produção de pedras preciosas como a água marinha, berilo, nióbio (colúrio), tântalo e turmalina estarão atingindo um nível de qualidade das pedras sem precedentes, sendo que o aumento da procura deverá consequantemente aumentar os preços.

Pedras preciosas de Moçambique
pedras preciosas e recursos minerais
Água-marinha, morganite, turmalina e outras pedras preciosas são extraídas na Província da Zambézia; dumortierite, na província de Tete; e granada, na Província do Niassa. A produção da mina de granada dobra a cada ano. A produção de dumortierite diminuiu drasticamente devido às condições precárias do mercado e à falta de equipamentos. Turmalina contendo cobre foi extraída de um depósito aluvial no Distrito de Alto Ligonha da Província da Zambézia.

Algumas pedras preciosas e minerais metálicos encontradas em Moçambique:
Berilo variedades: Água marinha, esmeralda, morganite;
esmeralda bruta de Moçambique
Distrito de Gilé, Província da Zambézia, Moçambique
Crisoberilo;
Rubi;
ruby from Mozambique
Chimessolo, província de Tete, Moçambique
Rubelita,
Elbaite variedade: Cuprian Elbaite;
Ouro;
pepita de ouro de Moçambique
Distrito de Alto Ligonha, Província da Zambézia, Moçambique
Indicolite;
Magnetita;
Quartzo variedades:
cornalina de Moçambique
Libombos, Província de Maputo, Moçambique
Ágata, Ametista, Ametrina,
Cornalina, Calcedônia, Citrino, Quartzo rosa,
Cetro de quartzo e Quartzo Fumado;
Grupo da Turmalina:
Rubelita, Schorl, Elbaite;
Topázio;
topázio bruto de Moçambique
Alto Ligonha, província da Zambézia, Moçambique
Zircão.

Como e onde encontrar ouro em Moçambique:
https://www.oficina70.com/ouro-em-mocambique.html

Lista dos recursos minerais de Moçambique:
(208 espécies minerais e nomes de variedades listados, 124 minerais válidos)
Albite variedades: Andesine, Cleavelandite e oligoclásio; 'Série Albite-Anorthite';
Allanite- (Ce); 'Allanite Group'; 'Série Almandine-Spessartine';
Amblygonite; 'Série Amblygonite-Montebrasite'; 'Supergrupo anfibólio';
Andaluzia; Anidrita; Anorthite; Antigorite;
'Apatite' 'var: apatita rica em carbonato'; Aphonite (TL);
Aragonite; Arsenolamprite; 'Amianto'; Baddeleyita; Barita;
Berilo variedades: Água marinha, esmeralda e morganite;
'Biotite'; Bismuto; Bismuthinite; Bismutita; Bismutotantalite; Brocantite;
Calcita variedade: Calcita rica em Mg; Cassiterita; Celestino; Chalococita;
Calcopirita; Crisoberilo; Churchita (Y); Clinobisvanite;
Clinochlore variedade: Leuchtenbergite; Columbite- (Fe);
'Columbite- (Fe) - Columbite - (Mn) Series'; Columbite- (Mn); 'Columbite-Tantalite';
Cookeite; Coríndon var: Rubi; Cristobalita; Criptomelano; Danburita;
Davidite- (La); Diopside variedade: Diopside Chromian; Dolomite;
Donbassite; Dravite; Dumortierite; Elbaite variedade: Cuprian Elbaite;
Eosphorite; Euclase; Euxenita- (Y); Ezurrite;
'Grupo de Feldspato'; Fergusonita- (Y); Florencite- (Ce);
Fluorapatite variedade: Fluorapatita com manganês;
Fluorcalciomicrolite; Fluoradravite; Fluor-elbaite; Fluorita;
Fluor-liddicoatite; Fluornatromicrolite; Forsterite; 'Gadolinite'; Galena;
'Grupo da Granada'; Geielite; Ouro; Grafite; Gesso; Hafnon (TL);
Hambergite; Hematita; 'Hornblenda'; Hübnerite; Heacilita;
'Hidromuscovite'; Hidroxilerderite; Ilmenita; 'Indicolite',
Ixiolite var: Scandian Ixiolite; Caolinite;, 'K Feldspato'; Cianita;
'Lepidolite'; 'Moscovita de Lithian'; Litiofilita; Magnesite;
Magnetita; Malaquita; Óxidos de Manganês; Mesolite;
'Grupos da Mica'; Microclinal; Grupo Microlite var: Uranmicrolite;
Molibdenite; 'Monazite'; Monazite- (Ce); Montebrasite; Montmorilonite;
Moscovita; Nahcolite; Ortoclásio; Petalite; Fenaquita; Flogopita; Fosfosiderita;
'Plumbomicrolite; Pollucite; Polilitiona; Potássica-magnésio-fluoro-arfonossonita;
Pucherite; Pirita; Supergrupo Pirochloro variedade: Betafite;
Piropo var: rodolite; Pirrita;
Quartzo; variedades:
Ágata, Ametista, Ametrina, Cornalina, Calcedônia, Citrino,
Quartzo Rosa, Quarteto Sceptro e Quartzo Fumê;
Ramanite- (Cs); Rossmanita; 'Rubelita';
Rutilo variedades: Ilmenorutile, Niobian Rutile, Strüverite;
Samarskite- (Y); Sanidine; Sassolite; 'Escapolita'; Grupo Escapolita;
Scheelite; Schorl; Sillénite; Spessartine; Spinel;
Spodumene variedade: Kunzite; Stibiocolumbite; 'Stibiomicrolite;
Estibiotantalite; Subgrupo de estilbita; 'Tantalita'; Tantalite- (Mn);
'Tapiolite'; Tapiolite- (Fe); Thomsonite-Ca; Thorianite variedade: Uranotorianite;
Topázio; Tosudite variedade: Tosudite de alumínio; 'Turmalina'; Trilithionite;
Triplito; Uraninite; Variscite; 'Verdelite'; Volastonite; Xenotime- (Y);
Zabuyelite; 'Zinnwaldite'; Zircão e Zirconolite.

Fonte:

Como aprender a encontrar e garimpar ouro

Como encontrar e garimpar ouro
Se você procura ouro como hobby ou é um garimpeiro sério querendo ficar rico, antes que seja possível garimpar, é necessário encontrar um local promissor.
How to Learn and to Find Gold mine
A regra geral para encontrar ouro é que onde ele foi encontrado antes será encontrado novamente. Garimpeiros amadores geralmente garimpam o ouro com bateias, enquanto as pessoas que pretendem encontrar ouro em maiores quantidades utilizam caixas de prospecção, as chamadas "sluice box", para mover mais material do córrego. Independentemente do método utilizado, o garimpeiro precisa primeiro entender onde o ouro pode ser encontrado em um córrego.

Localizar ouro em um curso de água pode ser complicado; requer pesquisa, paciência e persistência. Aprenda a ler a geografia e a geologia de uma área e a colocar essa informação em prática para escolher um lugar onde há maior probabilidade de encontrar ouro e aumentar suas chances de uma excursão bem sucedida.
Então antes de sair para procurar ouro você deverá reunir o máximo de informação sobre como e onde encontrar ouro.

Para garimpar ouro em um rio será necessário ter atenção a alguns pontos, são eles:
How to Learn and to Find Gold mine
Escolha um rio ou córrego que produziu ouro no passado. 
O ouro, ao longo da história, tem sido procurado em muitos córregos, rios e riachos em muitos lugares do mundo. Concentre os esforços de garimpo em córregos com históricos de terem ouro.
Procure por um curso de águas calmas abaixo de corredeiras que esteja em movimento constante, como cachoeiras e corredeiras.
O ouro é levado junto com as correntes rápidas e, então, afunda para o fundo do córrego quando alcança águas mais calmas
Geralmente depois de uma grande chuvada em zonas onde há ouro em rochas de quartzo mineralizado a água pode levar consigo também pequenas partículas de ouro ou pepitas.

Confira os morros ao redor em busca de sinais de quartzo e mineralização. Tanto o ouro quanto o quartzo começam a sua formação como veias dentro das rochas maiores. Lembre-se, o ouro estará presente apenas em uma área rica em minerais.
Aprenda quais os minerais que estão associados ao ouro.
How to Learn and to Find Gold mine
Sabendo que o ouro é muito denso, ou seja, muito pesado, localize partes do rio que sejam profundas o suficiente para submergir completamente a sua bateia.
O ouro é pesado, portanto se assenta profundamente na areia e nos sedimentos no fundo do rio. Cave bastante na areia em lugares onde o ouro se assenta.
Também analise a força da correnteza. É necessário um fluxo de água constante e que mova os sedimentos rio abaixo, mas não tão rápido que interfira no seu trabalho.

Encontre um lugar promissor olhando os recursos naturais do rio. Grandes troncos de árvores, barras de cascalho, pedras grandes, musgo e curvas no rio são locais privilegiados para garimpar. Cave nas rachaduras de rochas submersas. O ouro cai nas rachaduras à medida que a corrente o empurra junto com outros materiais do córrego.
How to Learn and to Find Gold mine
Faça algumas garimpadas de teste no local escolhido. Nas curvas de rios procure por areia preta conforme garimpa, pois o ouro não aparece onde não há areia preta. Se não tiver sorte nas garimpadas iniciais, siga em frente e tente em outro local.

Se houver uma barragem, garimpe a montante, ou seja, rio acima, pois o ouro não fluirá através da barragem.
Para verificar suas descobertas, leve um pedaço de vidro quando for garimpar. Se encontrar um material que parece ser ouro, esfregue-o no vidro. Sabendo que o ouro nativo é macio o ouro verdadeiro não deixará nenhum arranhão. Caso não tenha consigo um pedaço de vidro, então basta um material pontiagudo e espetar numa pepita e observar se este perfurou facilmente. Ou então faça o teste da mordida.

No entanto, não recomendamos nenhum teste que danifique ou faça marcas em uma pepita de ouro maior ou então uma pepita com uma beleza e forma natural rara, pois uma pepita de ouro em seu estado natural pode valer um pouco mais do que o peso do ouro em cotação no mercado atual, isto porque colecionadores de minerais podem pagar mais por ter uma pepita de ouro nativa.

Nem sempre o que reluz é ouro
How to Learn and to Find Gold mine
Sempre que procurar ouro dê também atenção às pedras, principalmente as mais pesadas que podem ficar no fim da peneirada ou no fundo da bateia, pois pode ser que você nem encontre ouro sendo o mais provável que encontre uma bela gema preciosa.
Dê atenção também para pedaços de quartzo que podem conter ouro.

Onde esta e como o ouro se movimenta
Ambientes de deposição de ouro
Ouro primário:
O ouro que pode ser encontrado em veios, ou disseminado no solo.
Ouro secundários:
Depósito eluvial de ouro, depósito coluvial de ouro e depósito aluvial de ouro.
A considerar e de grande potencial econômico no futuro esta o depósito de praia e oceânico de ouro.

Encontrando ouro fácil
Conhecendo mais sobre o ouro, você deverá entender onde é que o ouro vai estar antes de sair a procura dele, você deverá estar ciente de que o ouro é um mineral denso, portanto, pesado, então ele vai sempre procurar um local mais fundo e é ai que você deve procurar.

Avisos:
Verifique se é permitido garimpar na área que pretende visitar.
Sempre obtenha permissão antes de garimpar uma propriedade privada.
Em alguns lugares existem reivindicações territoriais ao longo de córregos; portanto, não garimpe em locais reivindicados.
Verifique se o local não é uma área protegida.
A maioria das terras públicas permite o garimpo amador, mas ainda assim é uma boa ideia verificar as leis do local onde planeja garimpar.
Jamais arrisque sua vida por tentar encontrar algo de que não tenha certeza de que haja lá.
Não saia sozinho para desbravar montanhas ou minas abandonadas, mesmo assim, mantenha informado para algum familiar que saiu para determinado local, sem precisar informar o que foi fazer exatamente. 

Fonte:

Pedras preciosas mais raras no mundo

Lista de pedras preciosas mais raras no mundo
(nenhuma delas é encontrada no Brasil ou em Portugal)

Painita
World's rarest gemstone list
A painite foi descoberta em 1956 em Ohngaing, em Mianmar. O mineral foi nomeado em homenagem ao gemologista britânico Arthur Charles Davy Pain. Em 2005, o painite foi descrito pelo Guinness Book of World Records como o mineral mais raro da Terra.
A pedra mais rara do planeta terra é a Painita, com apenas duas pedras encontradas. Anos depois mais exemplares foram encontrados, mas nenhum tão claro e belo quanto as primeiras.
Em 2005 haviam apenas dezoito exemplares conhecidos deste magnífico mineral, sendo todos numerados e contabilizados.
As cores da Painita variam de rosa a vermelho e marrom, mostrando diferentes matizes em diversos ângulos e, ainda, uma linda tonalidade verde fluorescente. Este raro cristal só é encontrado em Mogok, Myanmar,  no estado de Kachin.
Por ser um cristal muito raro, pouco tem se escrito sobre a Painita. Atualmente, existem apenas 300 pedras conhecidas em todo o planeta.
World's rarest gemstone list
Uma curiosidade sobre esta pedra é que foram encontradas pequenas frações de rubis incrustrados em algumas Painitas. Nos últimos anos, descobriram-se outras jazidas de Painita no norte de Myanmar, mas a maioria é opaca.
Os preços da Painita variam muito e um quilate de uma pedra bem cristalizada pode chegar até aos US$ 5.500,00.

Hibonita
World's rarest gemstone list
Hibonita foi descoberta em 1956 em Madagascar. Foi descoberta pelo geólogo e garimpeiro francês Paul Hibon. O hibonito com qualidade de gemas foi encontrado apenas em Mianmar.
É raro, mas é encontrado em rochas metamórficas de alto grau em Madagascar. Alguns grãos pré-molares em meteoritos primitivos consistem em hibonita. Hibonita também é um mineral comum nas inclusões ricas em Ca-Al (CAIs) encontradas em alguns meteoritos condríticos. O hibonito está intimamente relacionado ao hibonito-Fe (IMA 2009-027, ((Fe, Mg) Al12O19)) um mineral de alteração do meteorito de Allende.
World's rarest gemstone list
Hibonita pode variar em cor, de um azul brilhante, a verde, a laranja, a um marrom quase preto profundo. A cor está relacionada com o grau de oxidação; o hibonito meteorítico tende a ser azul.

Berilo vermelho
World's rarest gemstone list
O berilo vermelho foi descoberto em uma área perto de Beaver, Utah, em 1904, e recebeu o nome do mineralogista americano Maynard Bixby.
O berilo vermelho (anteriormente conhecido como "bixbite" e comercializado como "esmeralda vermelha" ou "esmeralda vermelha"), mas note que os dois últimos termos que envolvem a terminologia "Esmeralda" são proibidos pelos Regulamentos da Comissão Federal de Comércio) são uma variedade vermelha de berilo. O antigo sinónimo "bixbite" é obsoleto do CIBJO, devido ao risco de confusão com o mineral bixbyite (ambos foram nomeados em homenagem ao mineralogista Maynard Bixby). A cor vermelha escura é atribuída aos íons Mn3 +.
O berilo vermelho é muito raro e foi relatado apenas a partir de um punhado de locais: Wah Wah Mountains, Condado de Beaver, Utah; Paramount Canyon e Round Mountain, no Condado de Sierra, Novo México, embora a última localidade não produza frequentemente pedras preciosas, e o condado de Juab, Utah. A maior concentração de berilo vermelho precioso vem das Montanhas Wah Wah, no centro-oeste de Utah, descoberta em 1958 por Lamar Hodges, de Fillmore, Utah, enquanto ele estava prospectando urânio. Sabe-se que o berilo vermelho é confundido com a pezzottaite, um análogo de césio do berilo, que foi encontrado em Madagáscar e, mais recentemente, no Afeganistão; as gemas cortadas das duas variedades podem ser distinguidas de suas diferenças no índice de refração, e os cristais brutos podem ser facilmente distinguidos por diferentes sistemas de cristais (pezzottaite trigonal, red beryl hexagonal). O berilo vermelho sintético também já é produzido. Como a esmeralda e ao contrário da maioria das outras variedades de berilo, o berilo vermelho costuma ser altamente incluído.
World's rarest gemstone list
Embora os berilos de gemas sejam normalmente encontrados em pegmatitos e certas pedras metamórficas, o berilo vermelho ocorre em riolitos que contêm topazos. É formado por cristalização sob baixa pressão e alta temperatura a partir de uma fase pneumatolítica ao longo de fraturas ou dentro de cavidades miarolíticas próximas da superfície do riólito. Minerais associados incluem bixbita, quartzo, ortoclásio, topázio, espessartina, pseudobrookita e hematita.

Jeremejevita
World's rarest gemstone list
Jeremejevita foi descoberto em 1883 na Rússia e recebeu o nome de seu descobridor, Pawel Wladimirowich Jeremejew (1830–1899) para uma ocorrência no Monte Soktui, distrito de Nerschinsk, montanhas de Adun-Chilon, na Sibéria.
Jeremejevite é um mineral raro de borato de alumínio com íons fluoreto e hidróxido variáveis. Sua fórmula química é Al6B5O15 (F, OH) 3.
World's rarest gemstone list
Ocorre como uma fase hidrotermal tardia em pegmatitos graníticos em associação com albita, turmalina, quartzo e raramente gesso. Também foi relatado nas Montanhas Pamir do Tajiquistão, Namíbia e no distrito de Eifel, na Alemanha.

Chambersita
World's rarest gemstone list
A Chambersita foi descoberta em 1957 no Condado de Chambers, Texas, EUA, e recebeu o nome da localização do depósito.
Chambersite é um mineral de borato de manganê. É um membro da série mineral de borato que inclui outros minerais, como ericaíte, e boracito. Quando o chambersite foi descoberto pela primeira vez, foi o segundo análogo químico da boracite a ser encontrado na natureza. Foi descoberto como mineral na cúpula salina de Barber's Hill, no Texas, em 1957, e em 1971, no depósito de Dongshuichang, em Jixian, Tianjin, China numa área que é considerada ter tido muita atividade magnética e vulcanismo submarino em uma lagoa submarina.
World's rarest gemstone list
A chamberite ocorre associada aos minerais evaporitos, halita, anidrite e gipsita.

Taaffeite
World's rarest gemstone list
Taaffeite é um mineral, batizado em homenagem ao seu descobridor Richard Taaffe (1898-1967), que encontrou a primeira amostra, uma gema cortada e polida, em outubro de 1945, em uma joalheria em Dublin, na Irlanda. Como tal, é a única pedra preciosa a ser inicialmente identificada a partir de uma pedra facetada. A maioria das peças da gema, antes de Taaffe, havia sido erroneamente identificada como espinélio. Por muitos anos depois, era conhecido apenas em algumas amostras, e ainda é um dos mais raros minerais de pedras preciosas do mundo.
World's rarest gemstone list
Foi o primeiro caso de um novo mineral descoberto não na antureza mas em uma joalheria.
Taaffeite ocorre em rochas carbonáticas ao lado de fluorita, mica, espinélio e turmalina. Este mineral extremamente raro é cada vez mais encontrado em depósitos aluviais no Sri Lanka e no sul da Tanzânia, bem como em taaffeite de baixo grau em sedimentos de calcário na China.

Musgravite
World's rarest gemstone list
Musgravite é um mineral óxido raro. É usado como uma pedra preciosa. Foi descoberto em 1967 nas Montanhas Musgrave, na Austrália do Sul e nomeado com o nome do local. É um membro da família de minerais taaffeite. Sua dureza é de 8 a 8,5 na escala de Mohs.

Grandidierita
World's rarest gemstone list
Grandidierita é um mineral extremamente raro e gema que foi descoberto por Antoine François Alfred Lacroix (1863 a 1948) em 1902 na província de Tuléar no sul de Madagascar.
World's rarest gemstone list
O mineral foi nomeado em homenagem ao explorador e naturalista francês Alfred Grandidier (1836 a 1912), que estudou a história natural de Madagascar. Ele visitou Madagascar três vezes entre 1865 e 1870, cruzando a ilha três vezes. Com outros, ele escreveu "L'Histoire physique, naturelle e politique de Madagascar", uma obra que abrange 40 volumes.

Poudretteita
World's rarest gemstone list
Poudretteita é um mineral extremamente raro e gema que foi descoberto pela primeira vez como minúsculos cristais em Mont St. Hilaire, Quebec, Canadá, durante a década de 1960.
O mineral foi nomeado para a família Poudrette porque eles operavam uma pedreira na área de Mont St. Hilaire, onde a poudretteita foi originalmente encontrada.
World's rarest gemstone list
 A pedreira de Poudrette é um dos maiores tesouros mineralógicos do mundo e o tipo de localidade onde são encontrados mais de 60 espécies minerais. A família Poudrette contribuiu grandemente para os estudos mineralógicos do Mont Saint-Hilaire, permitindo generosamente o acesso à sua pedreira.

Serendibite
World's rarest gemstone list
Serendibite é um mineral de silicato extremamente raro que foi descoberto no Sri Lanka por Dunil Palitha Gunasekera em 1902 e recebeu o nome de Serendib, o antigo nome árabe do Sri Lanka.
World's rarest gemstone list
O mineral é encontrado em escarros associados ao metassomatismo de boro de rochas carbonáticas, quando intrudidos por granito. Os minerais que ocorrem com serendibite incluem diósido, espinel, flogopita, escapolita, calcita, tremolita, apatita, grandidierita, sinhalita, hialofano, uvita, pargasita, clinozoisita, forsterita, warwickita e grafita.

Zektzerite
World's rarest gemstone list
Zektzerite foi descoberto por Bart Cannon em 1968 em Kangaroo Ridge perto de Washington Pass em Okanogan County, Washington, EUA. O mineral foi nomeado em homenagem ao matemático, geólogo e colecionador de minerais Jack Zektzer, que apresentou o material para estudo em 1976.
World's rarest gemstone list
O mineral foi identificado erroneamente como berilo alcalino (morganita) naquele momento. Posteriormente, em setembro de 1975, espécimes adicionais do mineral foram encontrados em um pedregulho no lado norte de Kangaroo Ridge a uma altitude aproximada de 6500 pés, foi reconhecido que o material não era berilo.

Fonte:

Recursos minerais de Cabo Verde


Recursos minerais de Cabo Verde
Minerais e gemas de Cabo Verde
Minerais e gemas de Cabo Verde

Cabo Verde, oficialmente República de Cabo Verde, é um país insular localizado num arquipélago formado por dez ilhas vulcânicas na região central do Oceano Atlântico sendo 9 destas ilhas habitadas. A cerca de 570 quilómetros da costa da África Ocidental, as ilhas cobrem uma área total de pouco mais de 4.000 quilómetros quadrados.

Segundo o banco de dados do Mindat.org em Cabo Verde estão catalogados 63 espécies minerais e variedades seguindo uma lista dos principais.

Ilha do Fogo
8 espécies minerais e variedades:
Anidrita;
Gesso;
Halita;
Halotrichite;
Ralstonite;
Pickeringita;
Enxofre e
Silvina.

Ilha do Sal
3 espécies minerais e variedades:
Halita;
Cristais de halita rosa da Minas de sal, Pedra de Lume
Cristais de halita rosa da Minas de sal, Pedra de Lume
Montgomeryite e
Variscite.

Ilha de Santo Antão
2 espécies minerais e 1 subgrupo listados:
Haüyne;
Haüyne, Morro de Covãozinho
Hornblenda
Hornblenda, Topo da Coroa
 e Supergrupo Anfibólio.

Ilha de São Vicente
13 espécies minerais e nomes de variedades listados:
Egirine (acnite);
Egirine-augite;
Apatita;
Barita;
Calcita;
Diópsido;
Dolomite;
Hollandita;
Kaersutite;
Magnetita;
Nefelina;
Pirocloro e
Rodonita.

Ilha da Boa Vista
4 espécies minerais listados:
Analcite;
Eudialyte;
Lovenite e
Nefelina.

Lista de todos os minerais catalogados em Cabo Verde:
Cape Verde holidays and Cabo Verde vacations
Ilha de Santo Antão, Cabo Verde
Albita, 'Supergrupo anfibólio', Analcita, Anidrita,
Ankerite, 'Apatita', Barita, Bastnäsite- (Ce), 'Biotite',
Calcita, Calcopirita, 'Chlorite Grupo', Subgrupo Clinopiroxênio,
Cobre, Diopside, Dolomite, Enxofre, Egirine, Egirine-augite, Eudialyte,
'Fayalite-Forsterite Series', Ferro, Flogopita, Fluorapatite
Fluorita, Goethite, Gesso, Halita,
Halotrichite, Haüyne, Hematita, Hollandite,'Hornblenda'
Hidrokenoralstonite, Ilmenita, Kaersutite,
Lavenita, Leucita, Loparite- (Ce),
Magnetita, variedade: Magnetita Titanífera,
Microclina, Monazita - (Ce), Montgomeryite,
Nefelina, Nosean, Perovskita, Pickeringite,
Pirita, 'Pirocloro', Quartzo, Rhönite, Rutilo,
Schorlomite, 'Subgrupo Serpentina', Sodalita,
Strontianite, Silvina, Thorite, Titanita,
Variscite, Zircão e Zirconolite.

Fonte e fotos por:

Pedras brasileiras mais cobiçadas no mundo

Pedras brasileiras mais cobiçadas no mundo
Esta é uma lista das pedras preciosas brasileiras mais cobiçadas por colecionadores e compradores de pedras e gemas no mundo.

O Brasil possui uma longa história de produção de pedras preciosas e é responsável por alguns dos melhores espécimes do mundo.
O Brasil é, de longe, a fonte mais rica de pedras preciosas de classe mundial.
Há uma variedade de mais de 90 pedras preciosas e outros minerais encontrados no país qmas estas são as mais apreciadas no mundo.

Água-marinha
água marinha lapidada
A água-marinha é uma pedra da família do berilo, que recebe esse nome pela sua cor que se assemelha à água do mar. Então, isso varia de verde para azul, assim como os oceanos. Atualmente, as cores mais populares e, portanto, valiosas dessa pedra são suas versões mais claras, "azul céu".
Atualmente, 90% da água-marinha do mundo é extraída no Brasil, mas essa pedra também pode ser encontrada em pequenas quantidades na Rússia, nos Estados Unidos, no Afeganistão, no Paquistão, Namíbia e na Índia.
água marinha bruta em canudo qualidade -b
Água-marinha é facilmente encontrado em grandes depósitos de vários quilates de cada vez, e são frequentemente livres de inclusões (falhas internas).
No Brasil o maior produtor é Minas Gerais, sendo também encontrada nos estados da Bahia, Espírito Santo, Paraíba e Rio Grande do Norte onde são encontradas as melhores água-marinha do Brasil.

água-marinha com 149,1 kg
A maior água-marinha encontrada no Brasil é esta da foto acima pesando 149 kg e foi encontrada na cidade de Tenente Ananias no Rio Grande do Norte, ela veio suceder uma outra água-marinha que pesava 110 kg que tinha sido encontrada na cidade de Resplendor em Minas Gerais.

Nota:
A maioria, se não toda a Aquamarine, foi tratada termicamente para melhorar ou clarear a cor.
Se a Aquamarine receber grandes quantidades de tratamento térmico, ela irá descorar ou ficar quase incolor.

Ametista 
ametista lapidada
A ametista é a pedra mais cobiçada entre os quartzos, e sua cor varia entre roxo ao violeta. Desde que grandes depósitos da popular pedra roxa foram encontrados no Brasil no século 19, o país se tornou um grande exportador mundial.
São encontradas um pouco por todo o Brasil, mas as mais famosas são os geodos de ametistas que são encontrados no Sul do Brasil.
ametista bruta martelada
Quanto mais roxa ou lilás, melhor a qualidade.
No Brasil, além do Rio Grande do Sul que é o maior produtor mundial, podem ser encontradas nos seguintes estados: Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia e Santa Catarina.

Encontra-se em várias formas de crescimento sendo as mais comuns:
Drusa ametista, Cetro de ametista, Ametista com crescimento dividido, Cristais bem desenvolvidos prismáticos e veios de quartzo feito de "Chevron ametista".
Ametrina da Bolívia uma fusão de citrino e ametista
Ametrina da Bolívia uma fusão de citrino e ametista
A variedade confundida mais comum com a Ametista é a Ametrina (Bolivianita), mas na verdade é uma variação combinada das 2 gemas; Ametista e Citrino.

Cuidado com as imitações:
Existem muitos tipos de ametista sintética, por isso certifique-se de perguntar antes de comprar.
A ametista é frequentemente tratada termicamente para mudar sua tonalidade.

Nota:
Se encontrar ametistas, não acondicione-a ao sol, proteja-a da luz solar pois a pedra poderá com o tempo perder a sua tonalidade natural.
Essa pedra é uma das mais antigas já usadas pelo homem, e seu nome vem da palavra grega methystos, que literalmente significa "não bêbado". As pessoas costumavam a usar ou carregar nos bolsos para evitar a embriaguez.

Citrino
citrino brasileiro
Muitos países sul-americanos são fonte de citrinos, incluindo Argentina, Bolívia e Uruguai, mas o Brasil produz alguns dos melhores citrinos do mundo. O citrino é um membro da família do quartzo e o citrino brasileiro é conhecido por seus tons quentes e únicos, que variam de amarelo a laranja.
Citrino natural é raro.
geodo de citrino de Minas Gerais
Os melhores citrinos do mundo vem do Brasil, de algumas minas dos estados da Bahia, Goiás e de Minas Gerais.
A Paraíba e no Rio Grande do Sul, também produzem citrinos mas não da mesma qualidade dos estados acima citados. Do Rio Grande do Sul saem grandes pedras de citrino em geodos.
geodo de citrino do Rio Grande do Sul
Cuidado com as imitações:
Os citrinos naturais são na maioria amarelo pálido. Os citrinos tratados não mostram pleocroísmo (propriedade de exibir cores diferentes), enquanto os citrinos naturais têm um fraco pleocroísmo.

Hoje em dia os joalheiros dizem que o citrino não é mais raro, mas, na verdade, a maioria dos citrinos comerciais são ametistas tratadas termicamente ou quartzo esfumaçado. A ametista brasileira muda de amarelo-claro para amarelo-escuro a vermelho-marrom, dependendo da temperatura do calor. Alguns quartzos fumê ficam amarelos a uma temperatura mais baixa, por isso é necessário ter cuidado ao soldar uma jóia na pedra.

O comércio mineral muitas vezes chama de "topázios" citrinos, mas isso é incorreto e não deve ser permitido, mesmo quando qualificado como Bahia, Ouro, Madeira, Palmyra, Rio Grande-topázio. A maioria dos citrinos em oferta no comércio tem um toque avermelhado.

Pedras de cor sintética são produzidas na Rússia e no Japão em escala comercial.

Nota:
Citrino pode ser confundido com todas as pedras amarelas, especialmente berilo amarelo (golden beryl), ortoclásio, topázio amarelo e turmalina amarela.

Esmeralda 
esmeraldas brasileiras lapidadas
Todos sabemos que a Colômbia é um dos maiores produtores de esmeraldas do mundo, mas o Brasil produz esmeraldas de olhos de gato raras (cat’s-eye emeralds) e esmeraldas de estrelas de seis raios (six-spoke star emeralds) muito raras. Nenhum outro país jamais produz este esplêndido tipo de esmeralda.
lote de esmeraldas brutas
As minas de esmeralda destas duas variedades no Brasil estão localizadas nos estados da Bahia, Minas Gerais e Goiás. Alguns dizem que agora estão produzindo esmeraldas rústicas que rivalizam com as minadas na Colômbia.
esmeraldas de olhos de gato raras (cat’s-eye emeralds)
Esmeraldas olhos de gato (cat’s-eye emeralds)
Esmeraldas estrelas de seis raios (six-spoke star emeralds)
Esmeraldas estrelas de seis raios (six-spoke star emeralds)
Outros estados brasileiros que produzem esmeraldas comuns são os estados do Ceará, Tocantins e Rio Grande do Norte.
Nota:
Não confunda esmeralda olho de gato com turmalina olho de gato, pois são bem idênticas.

Topázio imperial
anel de topázio imperial
O Brasil é a maior fonte de topázio imperial no mundo, enquanto outros pequenos depósitos podem ser encontrados na Rússia. As principais minas do mundo estão localizadas nas cidades de Ouro Preto e Ouro Branco em Minas Gerais, e produz topázio imperial nas cores amarela, laranja, rosa, lilás e vermelho-cereja. Algumas cores da topázio imperial são extremamente raras como o amarelo ouro, sendo o rosa o mais comum encontrado.
topázio imperial bruto
Conhecido como "rubis brasileiros", foi encontrado no Brasil pela primeira vez em 1751. Pela sua raridade e beleza é uma das pedras mais valorizadas da atualidade.
Cuidado com as imitações:
Quando aquecido, o topázio amarelo torna-se frequentemente rosa-avermelhado.
topázio imperial bruto qualidade superior
 Nota:
Em Portugal, o topázio (mineral) pode ser encontrado na zona de Gonçalo, Guarda.

Turmalina paraíba
turmalina paraiba bruta
Apesar do país possuir turmalinas de uma variedade de cores, como laranja, amarelo, verde, azul e violeta, a turmalina paraíba merece um destaque por sua raridade.
Turmalina paraíba bruta
Turmalina paraíba bruta
Essa variedade, de um azul turquesa único, deriva sua cor de traços microscópicos de cobre. Essas gemas são encontradas no estado do norte da Paraíba, ao qual elas devem seu nome. Ocasionalmente, as cores nas turmalinas são misturadas, resultando em pedras bi-coloridas ou multicoloridas designando-se como turmalina melancia.
turmalina melancia
Turmalina melancia

Rubelita
turmalina rubelita lapidada
Rubelita é uma outra variedade de turmalina (pink tourmaline) que chama a atenção no mercado internacional por sua cor única, que varia entre diversos tons de rosa a um vermelho vívido.

A rubelita atualmente é a queridinha do mundo, sendo que algumas pedras são mais valorizada até do que o rubi natural dependendo da qualidade e principalmente da cor da pedra. A cor da rubelita varia de cor-de-rosa de diferentes graus de intensidade a um vermelho que é bastante atrativo, embora geralmente um pouco menos que o do rubi, também pode ser rosa violeta ou vermelho, e rosa ou vermelho com um tom acastanhado.
turmalina vermelha, rubelita bruta
Porém, nem toda turmalina vermelha ou rosa pode ser chamada de rubelita. Se a pedra for exposta à iluminação solar ou à luz artificial e acabar apresentando manchas, distorção no brilho e na nuance, a pedra deve ser classificada como turmalina rosa ou vermelha, conforme sua cor.
Seu valor é diretamente relacionado com a pureza do vermelho: quanto mais intenso, mais valiosa é a pedra.
No Brasil são encontradas principalmente no estado de Minas Gerais, nas localidades de Conselheiro Pena, Coronel Murta, Itambacuri, Itinga, Taquaral e São José da Safira.

Diamantes coloridos
diamantes coloridos brasileiros
Poucas pessoas sabem que o Brasil já foi o principal produtor de diamantes do mundo, e embora tenha perdido o posto de número 1, ainda continua sendo um importante produtor mundial.
diamante vermelho bruto
Nos anos 1700 e início dos anos 1800, alguns dos diamantes mais famosos do mundo foram encontrados em terras brasileiras, não só diamantes incolores (transparentes) mas os raros diamantes coloridos, sendo os diamantes vermelhos extremamente raros, assim como verdes e outras cores fascinantes.
diamantes vermelhos raros lapidados
Portanto se encontrar uma pedra com cor diferente da qual esta acostumado ver nos diamantes, pode ser que seja diamante, efetue testes caseiros para diamantes como o teste de dureza de minerais, gravidade específica ou outro, será muito difícil de se encontrar um diamante com cores, porém se com sorte encontrou algum, pode ser que seja um grande e raro achado.
diamante bruto amarelo
No Brasil diamantes coloridos são encontrados um pouco por todo lado nas regiões diamantíferas, principalmente no estado de Minas Gerais e Mato Grosso. Muitas vezes são rejeitadas como se tratande apenas outra pedras colorida por garimpeiros inexperientes que pensam que diamantes são só transparentes. Um descuido que muitos simplesmente
dão por descartar.

Fontes:

Segue oficina70.com