Lista dos minerais críticos

Minerais críticos
(List of Critical Minerals)
A lista de minerais críticos é considerada uma lista dos minerais mais importantes para a economia de um país.
Lista dos minerais críticos

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), divulgou uma nova lista de 50 commodities minerais críticos para a economia e segurança nacional dos EUA após uma extensa avaliação de várias agências.

A lista de minerais críticos de 2022 foi determinada usando os métodos científicos mais atualizados para avaliar a criticidade mineral. A nova lista contém mais 15 commodities em comparação com a primeira lista de minerais críticos do país criada em 2018. A lista de minerais críticos de 2022 adiciona níquel e zinco à lista enquanto remove hélio, potássio, rênio e estrôncio.

Nos U.S.A. os minerais críticos desempenham um papel significativo na segurança nacional, na economia, no desenvolvimento de energia renovável e nas infraestruturas.
Deve haver uma estratégia clara da cadeia de suprimentos, pois eles são principalmente importados e, de acordo com a definição dos EUA, propensos a interrupções na cadeia de suprimentos. Além disso, os minerais combustíveis são excluídos da lista de minerais críticos.
List of Critical Minerals
A Lei de Energia US de 2020 define um “mineral crítico” como um mineral não combustível ou material mineral essencial para a segurança econômica ou nacional dos EUA e que possui uma cadeia de suprimentos vulnerável a interrupções. Os minerais críticos também são caracterizados por cumprirem uma função essencial na fabricação de um produto, cuja ausência teria consequências significativas para a economia ou a segurança nacional. 

A lista de minerais críticos de 2022, enquanto “final”, não pretende ser uma designação permanente de criticidade mineral, mas ser uma lista dinâmica atualizada periodicamente para representar dados atuais sobre oferta, demanda, concentração de produção e prioridades políticas atuais.

A lista de minerais críticos dos EUA é uma lista oportuna para fornecer orientação para o uso dos governos de vários países para a indústria da mineração e para outras agências.

A demanda mundial e a importância destes minerais são a base para manter um país com uma indústria e economia forte.

De acordo com a Lei de Energia de 2020, Seção 7002, subseção 2, a lista de minerais críticos é revisada a cada três anos pelo US Geological Survey.
A lista final mais recente é a de 2022.

Na lista de 2022, existem 50 minerais considerados críticos:
List of Critical Minerals
Alumínio*
utilizado em quase todos os setores da economia;

Antimônio
usado em baterias de chumbo-ácido e retardadores de chama;

Arsênico
usado em semicondutores;

Barita
usada na produção de hidrocarbonetos;

Berílio
usado como agente de liga nas indústrias aeroespacial e de defesa;

Bismuto
usado em pesquisas médicas e atômicas;

Cério*
usado em conversores catalíticos, cerâmica, vidro, metalurgia e compostos de polimento;

Césio
usado em pesquisa e desenvolvimento;

Cobalto
usado em baterias recarregáveis ​​e superligas;

Cromo
usado principalmente em aço inoxidável e outras ligas;

Disprósio
usado em ímãs permanentes, dispositivos de armazenamento de dados e lasers;

Érbio
usado em fibra óptica, amplificadores ópticos, lasers e corantes de vidro;

Escândio
usado para ligas, cerâmicas e células de combustível;

Európio
usado em fósforos e hastes de controle nuclear;

Espatoflúor
usado na fabricação de produtos químicos de alumínio, cimento, aço, gasolina e flúor;

Estanho
usado como revestimentos protetores e ligas para aço;

Gadolínio*
usado em imagens médicas, ímãs permanentes e siderurgia;

Gálio
usado para circuitos integrados e dispositivos ópticos como LEDs;

Germânio
usado para fibra óptica e aplicações de visão noturna;

Grafite*
usado para lubrificantes, baterias e células de combustível;

Háfnio
usado para hastes de controle nuclear, ligas e cerâmicas de alta temperatura;

Hólmio
usado em ímãs permanentes, hastes de controle nuclear e lasers;

Índio
usado em telas de cristal líquido;

Irídio
usado como revestimento de ânodos para processos eletroquímicos e como catalisador químico;

Itérbio
usado para catalisadores, cintilômetros, lasers e metalurgia;

Ítrio
usado para cerâmica, catalisadores, lasers, metalurgia e fósforo;

Lantânio*
usado para produzir catalisadores, cerâmica, vidro, compostos de polimento, metalurgia e baterias;

Lítio
usado para baterias recarregáveis;

Lutécio
usado em cintiladores para imagens médicas, eletrônicos e algumas terapias contra o câncer;

Magnésio
usado como liga e para reduzir metais;

Manganês
usado na siderurgia e baterias;

Neodímio*
usado em ímãs permanentes, catalisadores de borracha e em lasers médicos e industriais;

Níquel
usado para fazer aço inoxidável, superligas e baterias recarregáveis;

Nióbio
usado principalmente em aço e superligas;

Paládio*
usado em conversores catalíticos e como agente catalisador;

Platina*
usada em conversores catalíticos;

Praseodímio*
usado em ímãs permanentes, baterias, ligas aeroespaciais, cerâmicas e corantes;

Ródio*
usado em conversores catalíticos, componentes elétricos e como catalisador;

Rubídio
usado para pesquisa e desenvolvimento em eletrônica;

Rutênio*
usado como catalisadores, bem como contatos elétricos e resistores de chip em computadores;

Samário*
usado em ímãs permanentes, como absorvente em reatores nucleares e em tratamentos de câncer;

Tântalo
usado em componentes eletrônicos, principalmente capacitores e em superligas;

Telúrio
usado em células solares, dispositivos termoelétricos e como aditivo de liga;

Térbio
usado em ímãs permanentes, fibra óptica, lasers e dispositivos de estado sólido;

Titânio
usado como pigmento branco ou ligas metálicas;

Túlio
usado em várias ligas metálicas e em lasers;

Tungstênio
usado principalmente para fazer metais resistentes ao desgaste;

Vanádio
usado principalmente como agente de liga para ferro e aço;

Zinco
usado principalmente na metalurgia para produzir aço galvanizado e

Zircônio
usado em cerâmicas de alta temperatura e ligas resistentes à corrosão.


Observe que os itens sublinhados foram adicionados recentemente em 2022 e os itens com um asterisco* foram editados.


As modificações da lista anterior incluem:

-Alumínio foi anteriormente listado como Alumínio (bauxita)

-Grafite foi anteriormente listado como Grafite (natural)

-Hélio, Potássio, Rênio, Estrôncio e Urânio foram removidos da lista. O urânio foi removido por ser classificado como um mineral combustível.

-Metais do grupo da platina (irídio, paládio, platina, ródio, rutênio e ósmio) foram anteriormente listados juntos como um grupo. Eles foram separados e Iridium e Osmium foram removidos da lista.

-Metais pertencentes ao grupo de elementos de terras raras (Cério, Gadolínio, Lantânio, Neodímio, Praseodímio e Samário) foram anteriormente listados juntos como um grupo. Eles foram separados.


Fontes:

Como é feita a Bola de Ouro

A Bola de Ouro é mesmo de ouro?
Comment est fabriqué Ballon D'or
How Ballon D'or is Made
¿Cómo se hace el Balón de Oro?
como é feita a Bola de Ouro, Ballon d'Or à l'atelier, Ballon d'or
Saiba como é feito o troféu Bola de Ouro

Encomendada e entregue pela primeira vez pela revista francesa “France Football”, a Bola de Ouro é o prêmio mais desejado pelos melhores jogadores de futebol do mundo.

Desde 1956, a Bola de Ouro (Ballon d'Or) é produzida pelo famoso joalheiro “Mellerio dits Meller”, uma joalheria e ourivesaria de origem italiana que se instalou na França em 1613 e que se situa no número 9 da Rue de La Paix perto da Place Vendôme em Paris.
"Mellerio dits Meller" é a joalheria mais antiga do mundo com uma história que remonta a 1515. A família Mellerio emigrou da Itália em 1515 e recebeu proteção real e o direito de comércio sem restrições pela família Medici em 1613 ano em que a empresa nasceu em Paris.

Design
Desde a sua criação em 1956, o desenho do troféu em si permaneceu quase o mesmo até o ano de 2003, quando o seu design evoluíu e sofreu alterações mudando no tamanho e na sua base de sustentação, sendo que esta versão permanece até aos dias de hoje.
Stanley Matthews, o primeiro vencedor do troféu Bola de ouro
Stanley Matthews, o primeiro vencedor do troféu Bola de Ouro em 1956.

Na verdade o novo design também evoluiu sob pressão, entenda.
O troféu original foi gravado com duas pequenas linhas em cada hexágono da bola, mas a Adidas queria processar a France Football por plágio.
Então em 2003, a revista foi, portanto, obrigada a redesenhar o troféu sem essas pequenas linhas.

Por outro lado, o processo de fabricação não mudou.
A base rochosa em Pirita é nestes anos todos a parte única do design que é variável.

Mas como é feito o troféu Bola de Ouro?
Basicamente o design da Bola de Ouro é feito a partir de duas semi esferas de latão preenchidas com Breu (alcatrão, piche) e fixadas sobre uma superfície de pirita, ou seja, a Bola de Ouro não é totalmente de ouro mas construida em latão e posteriormente banhado a ouro, sendo que o seu peso provém quase todo do latão e da drusa (cluster) de Pirita que forma a base do troféu.

Processo de fabricação da Bola de Ouro

A produção do troféu começa meses antes da entrega e são necessárias muitas horas sendo um processo que envolve 7 ofícios.

Toda a construção começa unindo duas semi-esferas que são formadas a partir de placas de latão para dar a forma da bola e que são moldadas por martelamento do lado reverso (em francês, a técnica é chamada de repousser).
como é feita a Bola de Ouro, Ballon d'or
As duas partes são então soldadas por um ourives com um maçarico, onde também é inserido uma haste roscada para ser posteriormente fixada à base do troféu.

Então, a bola é preenchida com um material composto conhecido como Breu (alcatrão, piche).
como é feita a Bola de Ouro, Ballon d'or
Usando um cinzel e um martelo, a superfície lisa do metal é desenhada para formar os 32 gomos das costuras da bola.

Depois de concluido este trabalho, a bola de latão é esvaziada do alcatrão (breu) e é entregue ao ourives para polimento e gravação com o logotipo da Bola de Ouro (Ballon d'Or seguida do nome do atribuidor do prêmio a France Footbal).
como é feita a Bola de Ouro, Ballon d'or
O troféu é então mergulhado em ouro líquido de 18 quilates algumas vezes, depois ela é inspecionada ao pormenor antes de ser fixada em uma base rochosa de pirita.
como é feita a Bola de Ouro, Ballon d'or

Como a Pirita natural tem uma superfície irregular ela também é fixa sob uma camada de latão derretido nivelado e que após é igualmente banhado a ouro 18k.
É nesta base de latão banhado a ouro que esta uma placa para ser gravado o nome e ano do atleta vencedor.

As dimensões do troféu são: 28 a 31 centímetros de altura (variável), a bola tem 22 cm de diâmetro e com um peso aproximado entre os 10 a 12 quilos, dependente do peso da pirita que é natural.

Aqui esta o Bola de Ouro acabado de ser fabricada
e pronta para ser entregue ao vencedor.
como é feita a Bola de Ouro, Ballon d'or

O nome nunca é gravado de antes de se conhecer o vencedor do troféu. Somente depois que o nome é anunciado e a cerimônia de premiação é feita, o nome do vencedor é escrito nele.
Porém, durante alguns anos as placas eram gravadas com todos os três nomes finalistas antes de serem anexadas no último minuto antes da entrega.

Segundo a France Football, a Ballon d´Or tem um valor estimado de 13.000 euros.


Todos os vencedores da Bola de Ouro, 1956 - 2021
Tous les gagnants du Ballon d'Or
All Ballon d'Or Winners


Porque a superfície da Bola de Ouro é uma Pirita?
Passa ano entra ano, a única coisa, (além da gravação do nome do vencedor), que muda no troféu e que é a parte mais visível, é a sua base em PIRITA.
Mas porque a Pirita?
Bola de Ouro na oficina, Ballon d'Or à l'atelier, Ballon d'or
Pirita é conhecida como o ouro dos tolos,
repare que a bola de ouro está acima do ouro dos tolos, então a pirita significa todos os outros jogadores que almejavam ganhá-la (literalmente falando).
"Não há duas rochas idênticas, não há duas esmeraldas, não há dois rubis, há sempre uma diferença, isso é a natureza".

A proveniência da Pirita usada no troféu Bola de Ouro não é conhecida.

Veja todas as etapas do processo de fabricação da Bola de Ouro neste vídeo AQUI


Fontes: