oficina70.com: Sluice Box
Mostrar mensagens com a etiqueta Sluice Box. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Sluice Box. Mostrar todas as mensagens

Como testar e identificar ouro bruto

Identificar o ouro não é tão difícil como muitas pessoas pensam
pepita de ouro

Garimpar ouro, seja profissionalmente ou por lazer, se trata basicamente de procurar flocos, pepitas ou pó em ouro escavando o solo com a ajuda de água ou escavando partes de alojamento de ouro nos rios.
Veios auríferos podem sofrer erosão de um rio, fazendo com que o pó de ouro caia na água e acumule-se em suas margens.
ouro em pó na areia preta
As pessoas costumam usar bateias, caixa de eclusa (sluice box) ou recipientes planos para coletar os depósitos de um rio em busca de pó de ouro. De acordo com o site Gold Fever Prospecting, entre 95 e 98% do ouro do planeta está na forma de pó, não em pepitas.


Você pode ter lidado com ouro de tolo ou pedras brilhantes que eram douradas na cor e as confundiu com ouro. Tais itens são um pouco diferente em aparência em comparação com o ouro bruto real.

O ouro é aleatório em formato e mede desde pequenos pedaços à grandes e arredondadas pepitas que é mais difundido, sendo assim é mais fácil identificar ouro bruto quando se refere a uma imagem de ouro refinado ou pepitas de ouro, sendo que flocos de ouro ou ouro em pó pouco conseguem identificar.

Entretanto, só porque parece ouro e está no mesmo lugar, não significa que é. Muitas pessoas não fazem ideia do que procurar, e mesmo que encontrem ouro, podem acidentalmente jogá-lo fora.
ouro em pó na bateia
Existem alguns testes simples para identificar flocos de ouro e pepitas quando os encontrar, já o pó de ouro muito provavelmente um iniciante facilmente o jogará fora por falta de conhecimentos.

Classificação do ouro, pó, pepita e flocos:
classificação do ouro, pó, pepita e flocos
O ouro é frequentemente classificado e rotulado de acordo com seu tamanho.
O sistema comumente usado para classificar as diferenças de tamanho do ouro é normalmente realizado com o uso da tela de malha. "Malha" significa o número de aberturas contidas ao longo de uma polegada linear de tela ou tela metálica. Por exemplo, uma tela rotulada “10 mesh” conteria 10 aberturas por polegada linear, ou 100 aberturas por polegada quadrada. "Vinte-malha" teria 20 aberturas por polegada linear, ou 400 aberturas por polegada quadrada, e assim por diante.
ouro fino ou ouro em flocos
“Ouro grosseiro” ou “pepitas” são aceitos como quaisquer peças de ouro que não passem por uma tela de 10 malhas.
Peças de tamanho médio de ouro, flocos e assim por diante, são da faixa de 10-20 mesh. O "ouro fino" é do tamanho da malha de 20-40.
"Farinha de ouro" ou "pó" inclui todas as peças que são menores que 40 mesh, incluindo as partículas de tamanho microscópico.

Identificação caseira de ouro bruto
pepita de ouro presa na calha sluice box
Avalie a cor da substância. Ouro bruto possui um amarelo-bronze e é brilhante.
Segure a substância sob a luz. Ouro de verdade possui uma superfície brilhante que reluz quando misturada a luz, mas não cintila nem bruxuleia como o ouro de tolo que reflete a luz e cria um efeito de glitter. Ouro de verdade é de um amarelo brilhante de camada metálica.

Sinta a textura da objeto. O ouro bruto tem uma camada suave e o ouro de tolo é entalhado devido à sua estrutura de cristal. A camada do ouro bruto pode possuir corcovas e elevações, mas ele é claramente metálico em sua textura e não cristalizado.

Perfure o ouro com um alfinete. O ouro é extremamente macio e maleável, por isso, se ele rachar ou se estilhaçar, não é ouro de modo algum.
Ouro é um metal macio e maleável que pode ser dobrado facilmente, ao contrário de outros minerais que quebram ao serem martelados. Acerte o ouro firmemente com um martelo para checar se ele fica machucado mas sem quebrar, porém não recomendo isto, pois se for uma pepita ou um floco de ouro ele terá melhor valor devido a estar em estado natural, execute este teste a menos que quera depois fundir o ouro.
pepita de ouro bruta vale mais
As pepitas de ouro são raras e, consequentemente, mesmo uma pequena pepita em estado bruto vale uma vez e meia a duas vezes o preço do ouro em cotação.

Se tiver uma pepita, tente arrastá-la em um espelho. O ouro real é mais macio que o vidro espelhado e não deixará nenhuma marca no espelho.

pepita de ouro encontrada na Bahia
Teste as pepitas e os flocos de ouro com um ímã. Se o ouro for atraído pelo ímã, não é verdadeiro, mas provavelmente ouro de tolo a pirita, que contém ferro.

Coloque o ouro em ácido nítrico. Ouro bruto não dissolve ou mancha. Contudo, o ouro de tolo também não é afetado por esse ácido, mas os outros métodos de identificação acima ajudarão a determinar se o objeto é ou não ouro de tolo.

ATENÇÃO:
Tenha cuidado ao usar ácido nítrico.
É necessário precaução, como usar óculos e luvas de proteção além de estar em local bem ventilado.

Nota:
detector de ouro by ParáDetectores
Pepita e flocos de ouro podem ser detectadas com um detector de metais razoável, mas o ouro em pó não, a menos que este esteja acumulado.

Três das maiores pepitas de ouro do mundo foram encontradas no Brasil, em Serra Pelada (Pará), e estão expostas, em estado natural, no Museu de Valores do Banco Central do Brasil, em Brasília.

Fontes:

Rios auríferos em Portugal

Em Portugal os principais rios auríferos se encontram na região de Castelo Branco, sendo um dos principais pontos de mineração a céu aberto da Europa antiga.
Sobretudo no Concelho de Vila Velha de Ródão onde várias áreas de extracção de ouro a céu aberto vulgarmente e nomeadas na idade romana como "conheiras" existiam ao longo dos principais cursos de água que atravessam este território.


Notas:
Meio ilegal para garimpar ouro:
Em Portugal é expresamente proibido o garimpo de ouro em locais históricos e/ou sem autorização governamental e do Ineg para fins comerciais e de indústria.

Meio legal para garimpar ouro:
Como hobby é aceitável, desde que não se efectuem o garimpo em sítios históricos e com equipamentos manuais (bateia) e/ou artesanal para minerar ouro e sem a depredação dos meios naturais, sob risco de elevadas multas pela GNR-SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente).


Factos:
Na actual data há relatos de que nos afluentes do Rio Tejo que cruzam este território como o Rio Ocreza, Erges e Avaril aventureiros ainda encontram pepitas de ouro.

Um exemplo é o do Rio Ponsul onde é referido que na Freguesia de Escalos de Baixo na foz da ribeira dos Escalos (ribeiro da Ribeirinha) ainda se encontram ouro nos seus areais e também na Freguesia de Lousa na ribeira de Alpreade, residentes confirmam que "em alguns verões vêm gandaeiros, e há notícia que algumas vezes acham seus grãos de oiro", e também na Freguesia de Malpica do Tejo é referido que "os moradores de Arganil alguns anos vêm tirar ouro de suas areias".

As zonas auríferas neste afluente do Rio Tejo se extendem na margem direita nos terraços quartzíticos junto da imponente falha tectônica deste rio.

Quando fiz uma descida de canoagem no Rio Zêzere, reparei que a certa altura na margem direita alguns "gandaieiros" garimpavam o solo de forma artesanal à procura de ouro, se lucram êxito? não sei, pois não parei para os perguntar.
SUCESSO e boa sorte a eles.

Hobby

Se quer se dedicar ao garimpo do ouro como um hobby de fim de semana, então sugerimos umas aulas de como garimpar ouro com os “gandaieiros”, que nada mais são do que um grupos de profissionais que se dedicam à exploração do ouro de aluvião no Rio Tejo.

Alguns destes antigos profissionais ainda podem ser encontrados na aldeia de Foz do Cobrão e que com certeza irá valer uma visita e conselhos de algum destes anciãos remanescentes na vila.

Estes são apenas alguns dos mais conhecidos rios auríferos em territórios lusos:
Rio Tejo
(no alto Rio Tejo);
Rio Ocreza;
Rio Erges;
Rio Avaril;
Rio Alva;
Rio Zêzere;
Rio Ceira;
Rio Ave,
(...)

Ajude a ampliar os locais onde é encontrado ouro nos rios de Portugal, escrevendo-os nos comentários logo abaixo. Obrigado.

Saiba como e onde encontrar ouro em Portugal:
http://www.oficina70.com/2015/12/como-e-onde-encontrar-ouro-em-portugal.html

Para mais informações, favor consultar as seguintes fontes:



Como e onde encontrar ouro em Portugal

E se eu quiser garimpar ouro? Posso?
Sim, pode.
Como e onde encontrar ouro em Portugal
Garimpo do ouro em família nas margens do rio Ocreza e na ribeira do Cobrão.
Pode é levar muito, ou mesmo até demasiado tempo até encontrar a pepita de ouro que irá mudar a sua vida.

“Encontrado não é roubado”,
ai está um princípio que não se aplica à extração ou exploração de minas. Por isso, confine-se a procurar resquícios (sim, se encontrar algo será de reduzida dimensão) nas proximidades das minas ou em rios e riachos, que outrora fizeram alguns garimpeiros felizes, nomeadamente no Rio Tejo e no Rio Ocreza (Castelo Branco). Só precisa de uma bateia (utensílio usado na mineração para separar resíduos), sorte e paciência. 

Onde encontrar Ouro em Portugal?
Como encontrar ouro em Portugal
Pirita encontrada em Junceira, Tomar, Distrito de Santarém

Alguns dos locais mais requisitados para exploração de ouro têm sido Montemor, Valongo, Penedono, Jales e Vila Pouca de Aguiar.
Mais locais para garimpar e onde o pode fazer.
O rio Zêzere, na zona de Constância, o rio Ponsul, em Idanha-a-Nova, no Tejo é junto a Abrantes e a Vila Velha de Ródão, estão também identificados pela Direcção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) com ocorrência de ouro. 
Mas também há indícios em Boa Fé no Concelho de Évora.
Na Serra da Lousã onde outrora havia muitas minas de ouro.
No Algarve há indícios de ouro e prata no maciço da Serra de Monchique e assim sendo, não é só o medronho que leva as pessoas à Manchique mas sim uma corrida ao ouro a que se estende também ao estuário do Rio Guadiana na zona de Castro Marim.
Nas margens do Rio Erges em Salvaterra do Extremo, na fronteira com Espanha.
Relatado ainda haver ouro no Ribeiro da Lousa, Vila de Rei.
Rosmaninhal em Idanha-a-Nova.
Também já foi relatado indício de ouro nos cascalhos das remanescentes minas de ouro de Jales e Castromil.
Em Castelo Branco novamente na Ribeira do Alvito e antigas minas de ouro da Partida.
Há ouro também em Marrancos, Vila Verde no Distrito de Braga.
Também foram encontradas pepitas de ouro em Ponte de Lima no Distrito de Viana do Castelo.
Na zona do Porto, há relatos para oficina70.com de pepitas de ouro encontrados no Rio Ave. Também há ouro no quartzo em algumas zonas de Gondomar.
Na zona de Lisboa há indícios de ouro próximo à Costa da Caparica (não na areia da praia) e em Oeiras, e mesmo sendo em pequena quantidade é extremamente cativante e emocionante o seu garimpo.
Como encontrar ouro em Portugal
Serra de Valongo

O ouro em Portugal encontrado por hobby (passatempo) é encontrado sobretudo em rios (ouro de aluvião) e nos cascalhos das antigas minas de ouro.

Tudo sobre o filão de ouro de Sarzedas em Castelo Branco - Portugal:
https://www.filão-de-ouro-de-castelo-branco-portugal.html

Conheça alguns rios auríferos em Portugal:
http://www.oficina70.com/2017/05/rios-auriferos-em-portugal.html
A extração de minerais está prevista na Constituição Portuguesa como de “domínio público”, estando restrita a empresas que apresentem vários requisitos, selecionadas após concursos promovidos pelo Estado. As faculdades também poderão obter autorizações para explorações, como explica a Direção Geral Energia e Geologia (DGEG). Se tiver interesse, siga o Sistema de Informação de Ocorrências e Recursos Minerais Portugueses do LNEG (Laboratório Nacional de Energia e Geologia), que regista onde são feitas diversas descobertas de ouro no território português.
Para um civil garimpar ouro é imprescindível apenas o uso de materiais e/ou utensílios artesanais como a bateia para garimpar o ouro.

Garimpar ouro no Vale do Ceira
batear ouro no rio

Grande parte do ouro nativo encontrado em Portugal esta associado ao Quartzo, saiba mais sobre como encontrar este tipo de ouro:
Ouro na matriz de quartzo encontrados em Portugal:
http://www.oficina70.com/2017/12/ouro-na-matriz-de-quartzo-em-portugal.html

Ouro na areia preta de praia
No caso da procura de ouro nas areias pretas da areia de praia, será preciso estudar e conhecer bem os locais onde isto se verifica.
O método empregue para se recuperar o ouro desta areia será o de garimpo com bateia, uma vez que este ouro geralmente é em pó sendo que um detector de metais não vai detectar este tipo de ouro.
Nos locais com ocorrência deste tipo de ouro como em Oeiras, arribas da Costa da Caparica, algumas margens do Rio Tejo deve-se proceder ao recolhimento deste tipo de areia e fazer uma separação usando um imã para separar minerais ferrosos e depois garimpar com uma bateia.

No link abaixo segue o método de separação do ouro da areia preta:
https://www.oficina70.com/2018/06/como-batear-e-separar-o-ouro-da-areia.html

ATENÇÃO:
Garimpar ouro ou procurá-lo próximo a minas de ouro abandonadas ou encerradas requer muito cuidado e atenção, uma vez que há muitos buracos que foram usados para a exploração do minério e que não forão devidamente tapados ou então estão apenas tapados pela vegetação, constituindo risco para pessoas e animais.
Ao se precaver destes cuidados boa sorte e sucesso nesta verdadeira "caça ao tesouro".

Saiba exactamente onde há ouro em terras lusas
"lista de todas as localidades onde há ouro em Portugal"
(Seleccione seu Distrito, Concelho e Freguesia)
(Clica na imagem)
 mapa do ouro em Portugal
Clica na imagem acima para saber onde esta o ouro em Portugal

Lista completa de todos os minerais encontrados em Portugal
(clica no link abaixo)
https://www.oficina70.com/2018/10/minerais-em-portugal.html

Outros países:
Como e onde encontrar ouro em Espanha:

Como e onde encontrar ouro em França:

Ecoturismo do ouro
Ou informe-se sobre o turismo de garimpo nas rotas de ouro de Portugal e tenha um dia diferente no qual poderá ter a sorte em encontrar uma pepita de ouro.

Mapa do ouro em Portugal:
mapa do ouro escondido em portugal no tempo das colônias
Fontes:

Segue oficina70.com