Mostrar mensagens com a etiqueta Inclusão em pedras. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Inclusão em pedras. Mostrar todas as mensagens

Quartzo Pink Fire, uma gema rara

Quartzo Pink Fire
Parece nome de perfume famoso, mas é um mineral super charmoso e raro.
pink fire quartz

O Quartzo Pink Fire, é um quartzo com inclusões de micro-cristais de Covelita, produzindo um brilho rosa.

covellite inclusion in rough quartz, from Bahia - BRAZIL
Inclusão de Covelita no Quartzo, Bahia - Brasil

Este raro quartzo contendo inclusões de covelita de Minas Gerais - Brasil, foi exibido pela primeira vez na Feira de Joalheria em Tucson 2005. Nesta altura nenhum material não polido/não cortado foi fornecido, portanto a origem deste material era considerada desconhecida.
No entanto John Koivula do GIA confirmou que as inclusões eram de fato Covelita.

Quartzo Pink Fire é um “nome comercial” não oficial usado pelos vendedores de minerais e gemas.
Quartzo Pink Fire não é um nome aceite pelo IMA - (International Mineralogical Association) como uma nomenclatura ou novo mineral, sendo esta a organização responsável por identificar e nomear os novos minerais que são descobertos.

schiller efect in pink fire quartz
 O efeito schiller rosa elétrico na gema.

Um belo efeito ocorre quando a luz reflete da superfície das inclusões e um brilho rosa vívido viaja através da superfície do mineral lapidado, como cabochão, em um efeito conhecido como schiller.
O efeito schiller rosa elétrico é melhor visto nas joias destas pedras raras e é o motivo pelo qual alguns entusiastas as chamam de 'Pink Fire Quartz' ou 'Tinkerbell Quartz'.
Dificilmente o efeito schiller será visto em pedras brutas a menos que esta esteja muito limpa naturalmente.

Quartzo Pink Fire uma gema rara:
O Quartzo Pink Fire é uma gema com inclusões realmente cobiçadas por designers de joias e por colecionadores de minerais.

É uma raridade que vem do Brasil, pois é um cristal deslumbrante e único.
É semelhante ao quartzo claro na aparência (quartzo hialino), mas com manchas de cor magenta em seu corpo.
A cor vem como um reflexo da covelita dentro do Pink Fire Quartz.
A gema é muito cobiçada o que muitas vezes está esgotada e é difícil de encontrar.

Sobre a inclusão e os preços:
A inclusão de Covelita neste tipo de quartzo pode estar agrupada ou estar muito dispersa ou ainda pode estar com outras inclusões minerais fazendo das peças, únicas.
Além do tamanho (carat), o agrupamento da covelita é o que vai ditar a diferença no preço, sendo que uma pedra que tem mais agrupamento vai ser mais valiosa ante uma em que a covelita esta mais dispersa no quartzo.

Sobre o Quartzo Pink Fire bruto:
rough quartz pink fire from Bahia, Brazil
Quartzo Pink Fire, Bahia - Brasil

Um quartzo raro com inclusões de Covelita, que é um raro sulfeto de cobre (CuS).
É o mais raro e o mais caro de todos os quartzos com inclusões.
O brilho rosa é visível apenas de um ângulo porque os cristais de covelita são iso-orientados em um crescimento epitático sobre uma face fantasma do cristal de quartzo.
É muito difícil ver esse efeito com uma foto nas pedras brutas existente, tornando este um dos materiais mais raros de pedras preciosas até hoje.
É muito difícil ver o efeito schiller em uma pedra bruta em uma foto e muito mais incrível pessoalmente com a iluminação correta.
rough quartz pink fire from Espírito Santo, Brazil
Quartzo Pink Fire bruto, Espírito Santo - Brasil

Embora esta pedra só se deu a conhecer ao mundo na Feira de Tucson em 2005, exemplares destas pedras foram obtidas na década de 1990 no estado do Espírito Santo no Brasil, muito antes de se saber que Covellite existia em quartzo como uma inclusão.

Imitações e/ou falsificações:
Recentemente foram encontradas algumas pedras sintéticas "Made in China".
(então todo cuidado é pouco se você quer adquirir uma destas gemas)
Também alguns sites estão a mostrar e vender Quartzo Aventurina Rosa como se tratase de Quartzo Pink Fire.  


Locais de ocorrências:
Brasil:
Minas Gerais e Espírito Santo.
(locais desconhecidos)
Mina de Caraíba, Vale do Curaçá, Bahia
(Mina de onde se extraem diversos minerais como Alexandrita, Apatita, Bornita, Covelita, etc, e que por raras vezes são encontrados quartzos com inclusão de covelita)

Portugal:
Vila Real - Peso da Régua, Poiares e Canelas
(mina de covelita com poucos raros quartzos com inclusão, por mindat.org)

Fontes:

Quartzo Hollandita

 Quartzo Hollandita, o quartzo com inclusão de hollandita

 Frequentemente estes tipos de quartzos são chamados de quartzo ouriço, quartzo carrapicho ou quartzo estrela.

O Quartzo hollandita é um tipo de cristal de quartzo que possui inclusões muito pequenas de Hollandita, que se parecem com pequenas estrelas negras.

Cristal de quartzo hollandita
Cristal de quartzo hollandita de Alex Reis Minerais

Os melhores espécimes são os cristais transparentes de quartzo, onde pode-se ver perfeitamente a inclusão das estrelas de hollandita como a peça da foto acima.

Em inglês pesquise por: Star Hollandite Quartz

Inclusão de hollandita no quartzo são raros

exemplos de quartzo com inclusão de hollandita

O quartzo hollandita é uma variedade de quartzo, dióxido de silício, que possui inclusões "estrela" de seis pontas cinza-escuras/pretas do mineral Hollandita. As formações de Hollandita em estrela são formadas quando depósitos de Hollandita ficam presos no Quartzo durante sua formação. À medida que a holandita fica sujeita a altas temperaturas térmicas dentro da Terra, a holandita explode em formações estelares dentro do quartzo. Essa variedade de quartzo é muito rara, ou teoricamente, rara.

exemplos de hollandita no quartzo
A holandita é um mineral raro da classe dos óxidos. Ocasionalmente, ele se forma como inclusão em forma de estrela em cristais de quartzo. Se você olhar de perto, verá que a estrela hollandita está localizada na face do cristal deste quartzo fantasma.

star hollandite in phanton quartz
Estrelas de hollandita em quartzo fantasma.

Informações sobre a Hollandita

A holandita é um mineral óxido. Um mineral monoclínico-prismático branco contendo alumínio, bário, ferro, chumbo, manganês, oxigênio, silício e sódio. É o bário-manganês (III) membro final do grupo coronadita.

Informações sobre o Quartzo

O quartzo é um mineral cristalino rígido composto de átomos de silício e oxigênio. O quartzo pertence ao sistema de cristal trigonal. A forma de cristal ideal é um prisma de seis lados terminando com pirâmides de seis lados em cada extremidade. Variedades de cores comuns incluem citrino, quartzo rosa, ametista, quartzo fumê, quartzo leitoso e outros. Essas diferenciações de cores surgem da presença de impurezas que alteram os orbitais moleculares, fazendo com que algumas transições eletrônicas ocorram no espectro visível gerando cores.

O quartzo por sua natureza pode ter muitas inclusões de diferentes minerais no seu interior, e algumas  são as que estão descrito no artigo a seguir:

https://www.oficina70.com/quartzo-pedra-preciosa-menos-apreciada.html

Se você encontrou um quartzo com um carrapicho de cor azul na inclusão, não se trata do mineral Hollandita mas sim do mineral Dumortierita.

Comprar quartzo hollandita de:

Alex Reis - Minerais (MG)

cristal de quartzo hollandita
Cristal de quartzo hollandita de Alex Reis - Minerais

Raimunda Torres - Minerais (SP)

drusa de quartzo hollandita
Drusa de cristais de quartzo hollandita de Raimunda Torres

Fontes:

http://www.geologyin.com/star-hollandite-quartz.html

Fontes de imagens:

hollandite on quartz

https://www.mindat.org/Hollandite+with+Quartz

Ágata de fogo, verdadeira

Ágata de fogo
rough fire agate
Ágata de fogo é uma variedade de calcedônia que contém inclusões de goethita ou limonita, produzindo um efeito iridescente chamado de "fogo".

Composição química da ágata de fogo verdadeira:
Contém calcedônia opaca, com camadas de goethita ou limonita e iridescente, devido a difração de luz em suas camadas estruturais, ao contrário da ágata vermelha, que possui apenas Sílica SiO2.
Essa junção de elementos, fazem com que a ágata de fogo tenha cores que lembram um arco-íris.

Ágata de fogo verdadeira e falsa
Sempre há um grande número de pessoas que confundem a ágata vermelha e cornalina com sendo ágatas de fogo, estas variedade de ágatas são totalmente diferentes das ágatas de fogo.

Ágata de fogo verdadeira é uma ágata fenomenal com flash iridescente de vermelho, amarelo, laranja e verde.

O que é a ágata de fogo?
A ágata de fogo é uma pedra rara e interessante e de beleza incomum. É uma ágata marrom que reflete flashes brilhantes de amarelo iridescente, vermelho, laranja e verde nas superfícies hemisféricas dentro da pedra. Essas características hemisféricas são um hábito característico de ágata de cristal, conhecido como "hábito botrioidal", e raramente ela não ocorre nesta forma.
agata de fogo verdadeira e falsa
Em gemologia, uma gema fenomenal é aquela que reage com a luz que entra nela para produzir um efeito óptico interessante. Na ágata de fogo, o fenômeno são as cores iridescentes. Eles mudam de cor conforme a gema é movida, ou conforme a fonte de luz. O fenômeno da ágata de fogo é uma reminiscência do jogo de cores da opala preciosa, mas é completamente diferente.
O nome "fogo" é usado, mas a cor não é causada pela dispersão; o fenômeno que causa o "fogo" visto no diamante.

A ágata de fogo tem tudo a ver com as cores iridescentes dinâmicas.

Na ágata de fogo, o hábito botrioidal foi construído à medida que muitas camadas ultra-finas de ágata foram depositadas, uma sobre a outra, para produzir as formas incomuns que você vê na gema. Algumas dessas camadas de ágata ultrafina foram revestidas com minúsculas partículas de goethita, um mineral hidróxido de ferro. Pensa-se que o colorido "fogo" seja produzido pela interferência entre os raios de luz à medida que são refletidos e refratados pelas camadas ultrafinas compostas de goethita e ágata.

E assim como acontece com outras pedras, há ágatas de fogo com melhor qualidade que outras, as com mais "fogo" são as mais valiosas.

Locais de ocorrência de Ágata de Fogo
ágata de fogo
A ágata de fogo é rara e só é encontrada em quantidades comerciais em alguns locais. Isso inclui locais nos estados de Aguascalientes, Chihuahua e San Luis Potosi no México; e, nos estados do Arizona, Califórnia e Novo México, nos Estados Unidos. O maior número de localidades relatadas de ágata de fogo é no Arizona, onde o material é popular entre designers de jóias, lapidários, colecionadores de gemas e coletores de minerais há cerca de cinquenta anos.

Ágata de fogo vs Opala negra
As ágatas de melhor qualidade podem rivalizar com a opala negra australiana.
Por serem uma forma de quartzo de calcedônia, as ágatas de fogo são mais duráveis ​​que a opala, tornando-as adequadas para praticamente qualquer aplicação de joalheria.

Gemologia da Ágata de Fogo
A ágata de fogo não é uma gema amplamente conhecida. Isso ocorre porque é um material raro que nunca foi fortemente promovido ao público. Cada pedra cortada da ágata de fogo é diferente. O tamanho e a forma de cada pedra são determinados pelas propriedades do bruto.
As pessoas que cortam a ágata de fogo estudam o material bruto e depois fazem o possível para produzir uma gema atraente. Por esse motivo, a ágata de fogo não é uma jóia adequada para a fabricação de milhares de peças idênticas de joias comerciais. Em vez disso, é uma pedra que é colocada em jóias por uma pessoa que criará um cenário especial para cada pedra.

A ágata de fogo tem uma dureza na escala de Mohs de 7, o que a torna adequada para a maioria dos tipos de jóias. Devido a raridade, cada pedra encontrada é disputada por designers de jóias, museus de coleções e colecionadores de gemas e minerais.

As outras variedades de Calcedônia:
https://www.oficina70.com/calcedonia-variedades.html

Fonte de imagens:
Fotos da coleção de Oleg Lopatkin
http://www.pegmatite.ru/smallru.htm

Fontes:

Calcedônia, variedades

Calcedônias, todas as variedades de
Calcedônia são os minerais de óxidos do grupo quartzo,
sendo que a fórmula química é Sílica (dióxido de silício, SiO2).
foto de oficina 70, Huawei Lite 10
Calcedônia é uma das variedades criptocristalinas do mineral quartzo, uma forma criptocristalina de sílica, composta por crescimentos muito finos de quartzo e morganita. Ambos são minerais de sílica, mas diferem porque o quartzo possui uma estrutura de cristal trigonal, enquanto a morganita é monoclínica.
Calcedônia é um termo genérico atribuído a todas as variedades de quartzo feitas de cristais microscópicos ou submicroscópicos, as chamadas variedades microcristalina de quartzo, conhecidas popularmente como ágata, jaspe, chert, crisoprásio, ônix, pietersita e outros.

A calcedônia tem um brilho ceroso e pode ser semitransparente ou translúcido e é geralmente branca a cinzenta, cinzento-azulada ou em alguma tonalidade de marrom, variando de pálido a quase preto.
A cor da calcedônia vendida comercialmente é frequentemente aprimorada com tingimento ou aquecimento, com ocorrência mais que normal na variedade, ágata, isto acontece porque muitas variedades tem impurezas nas bandas onde são porosas.

Outras tonalidades recebem nomes específicos.
A calcedónia vermelha é conhecida como cornalina ou sárdio;
a variedade verde colorida por óxido de níquel é chamada crisoprásio.
Prásio tem cor verde-alho.
Plasma é uma calcedónia de cor clara a verde-esmeralda que é encontrada às vezes com pequenos pontos de jaspe assemelhando-se a gotas de sangue; foi chamada de pedra-de-sangue ou heliotrópio.

A calcedónia é um dos poucos minerais que são encontrados em geodos.
geodos de ágata em bruto
Geodos de ágatas brutas
A calcedônia ocorre em uma ampla variedade de variedades.
Muitas pedras semipreciosas são de fato formas de calcedônia.

Distingue-se em mais de 70 variedades de ágata, 16 variedades de jaspe e 3 variedades de chert, dependendo das estruturas formadas, das localidades de ocorrência e das cores que apresentam.

As variedades mais notáveis de calcedônia são as seguintes:
Ágata
Nódulo de ágata
A ágata é uma variedade de calcedônia caracterizada por padrões de transparência ou cor, como bandas curvas ou angulares multicoloridas. Variedades opacas às vezes são chamadas de jaspe. A ágata de fogo mostra fenômenos iridescentes em um fundo marrom; A ágata da íris mostra uma iridescência excepcional quando a luz (luz especialmente pontual) brilha através da pedra. Ágata musgo é uma calcedônia com várias impurezas minerais diferentes com desenhos em inclusão que se assemelham ao musgo, é a variedade com inclusões dendríticas em forma de árvore com cores que vão de verde a negro ou de castanho a vermelho, sendo que se o desenho for mesmo idêntico a uma árvore ela é chamada de ágata paisagem onde os hidróxidos e ôxidos de ferro formam inclusões com aspectos arborescentes. Ágata amuralhada é uma ágata com bandas paralelas e angulares que quando ampliadas se parecem com montes fortificados.
Ágatas raras.
Àgata geométrica é uma ágata rara encontrada na Paraíba, assim como a designada "Ágata Rio de Sol", formada por um interior altamente complexo, com um único exemplar até agora mencionado.
(veja e leia mais sobre ela no final deste artigo)

Clica no link a seguir e conheça TODAS as variedades de Ágatas:
https://www.oficina70.com/gemas-de-a-z-agata.html

Cornalina
 A cornalina é uma variedade de calcedônia marrom claro a translúcido ou vermelho acastanhado, comumente usado como uma pedra preciosa semipreciosa. Sua tonalidade pode variar de um laranja pálido a uma intensa coloração quase negra. 
sárdio botrioidal bruto
Semelhante à cornalina é o sárdio, que é marrom em vez de vermelho e é mais duro e mais escura (a diferença não é rigidamente definida, e os dois nomes são frequentemente usados de forma intercambiável).
A cornalina e sárdio são variedades da calcedônia mineral de sílica colorida por impurezas do óxido de ferro.
cornalina bruta de Foz do Iguaçú - PR

Nota: cornalinas por vezes são colocadas ao sol para mudar a cor do castanho para ficarem mais vermelhas. E, grande parte da cornalina vendida no mercado, é nada mais que calcedónia tingida.

Ágata de Fogo
true fire agate
Ágata de fogo verdadeira
É uma variedade de ágata (calcedônia) que é iridescente com um jogo de cores ou "fogo" semelhante ao da Opala. As ágatas de fogo geralmente têm bolhas botrioidais incluídas em seu interior. O jogo de cor é causado por inclusões de Goethite ou Limonite.
Podem ser pedras de cor compactas, com listas, com aspectos de musgo ou com inclusões dendítricas.

Nota: algumas pessoas confundem ágata de fogo com o quartzo irisado que tem uma iridiscência semelhante, mas provocada por fendas internas sendo que na ágata de fogo esta iridiscência é causada por camadas de óxido de ferro inseridas no quartzo e que dão um efeito oleoso.

Ágata de fogo verdadeira e ágata vermelha:
Ágata de fogo verdadeira e falsa
Muitas pessoas confundem ou são enganadas ao comprar ágatas vermelhas ou ágatas laranjas craqueladas, como se fossem ágatas de fogo verdadeiras.
Conheça a ágata de fogo verdadeira clicando AQUI

Crisoprásio
crisoprásio da Bahia, via mindat.org
Crisoprásio da Bahia, coleção de Rafael Hernandes Corrêa-Silva via mindat.org
O crisoprásio (também denominada crisópraso) é uma variedade verde de calcedônia, que foi colorida pelo óxido de níquel. O crisoprásio é uma pedra translúcida de cor verde-maçã, e é uma das variedades mais valiosas de calcedónia. Ela pode esmaecer à luz do sol e muitas vezes são confundidas com o bom Jade.
crisoprásio de Goiás
Crisoprásio de Goiás
As variedades mais escuras de crisoprásio também são chamadas de prásio. No entanto, o prásio é uma outra calcedónia verde, tem uma cor mais escura e é muito mais raro e, em certa medida, é um descritor de cores, em vez de uma variedade mineral rigorosamente definida.

A calcedônia de cor azul às vezes é chamada de "crisoprase azul" se a cor é suficientemente rica, embora sua cor seja derivada da presença de cobre e não esteja relacionada à crisoprase contendo níquel.

Ágata musgo
Ágata muscínea ou ágata musgo
Ágata muscínea ou ágata musgo é uma variedade de ágata com inclusões dendríticas em forma de árvore com cores que vão de verde a negro ou de castanho a vermelho.
Elas contém inclusões verdes semelhantes a filamentos, dando a aparência superficial de musgo ou queijo azul. Também há ágata arbórea, semelhante à ágata musgo, exceto que ela é branca sólida com filamentos verdes, enquanto a ágata musgo geralmente tem um fundo transparente; portanto, o "musgo" aparece em 3D. Não é uma forma verdadeira de ágata, pois não possui a característica definidora de banda concêntrica da ágata.

Calcedônia Cromo
Mtorolite is a variety of the mineral chalcedony
Calcedônia Cromo também é conhecida como Mitorodita (Mtorolite).
A calcedônia de cromo é uma variedade verde de calcedônia, colorida por compostos de cromo. É conhecida como "Mtorolite" quando encontrado no Zimbábue e "Chiquitanita" quando encontrado na Bolívia.
A calcedônia de cromo tem aparência semelhante ao crisoprásio, mas difere na medida em que, enquanto a calcedônia do cromo é colorida por cromo (como óxido de cromo (III)), o crisoprásio é colorido pelo níquel.

Ônix
Ônix de Minas Gerais, da coleção de Rob Lavinsky po Mindat.org
Ônix de Minas Gerais, da coleção de Rob Lavinsky po Mindat.org
Ônix é uma variante de ágata com faixas em preto e branco. Da mesma forma, a ágata com faixas marrom, laranja, vermelha e branca é conhecida como sardónica.

Ônix refere-se principalmente à variedade de faixas paralelas da calcedônia mineral de silicato. Ágata e ônix são duas variedades de calcedônia em camadas que diferem apenas na forma das bandas: a ágata possui bandas curvas e o ônix possui bandas paralelas. As cores de suas faixas variam de preto a quase todas as cores. Geralmente, as amostras de ônix contêm faixas de preto e / ou branco. O ônix, como termo descritivo, também foi aplicado a variedades paralelas de alabastro, mármore, obsidiana e opala, e enganosamente a outros materiais com faixas distorcidas.
Ônix dendrítico
Nota: tanto o ônix, o sárdio e a sardónica são variedades de calcedónia muito parecidos e ao olho de alguém que não conheça são pedras iguais, porém elas tem detalhes que as identificam.

Saiba mais sobre as diferenças do Sárdio, Sardonica e Cornalina
clicando AQUI.

Jaspe
jaspe vermelho brutojaspe vermelho polido
Jaspe é um mineral opaco, polimorfo de SiO2 e variação criptocristalina do quartzo de coloração vermelha, amarela ou variada. O jaspe é maciço, de grãos fino e opaco mas facilmente polido. Quebra deixando uma superfície lisa. Ocorre em tonalidade castanhas, azuis acinzentadas, vermelhas, amarelas e verdes. Quando as cores estão em listras ou faixas, é chamado jaspe listrado ou unido. Se for de um azul intenso, a pedra foi pintada, ou seja, a pedra seria falsa.
O jaspe "orbicular" apresenta padrões com forma de olho, brancos ou cinzentos, rodeados por jaspe vermelho.

Notas:
É incomum encontrar calcedônia verde com marcas que são apenas de cor vermelha. Geralmente existem pontos, faixas ou riscos em branco, amarelo, laranja e marrom. Se essas outras cores são menos abundantes do que as marcas vermelhas, o material ainda é chamado de pedra de sangue por muitas pessoas.
Quando predominam outras cores além do vermelho, sozinho ou em grupo, o material geralmente é chamado de "jaspe chique". O nome "jaspe" é usado porque a calcedônia opaca é, por definição, um jaspe.
Já a chamada "pedra de sangue, (bloodstone) não é chamado de "jaspe" porque o nome "pedra de sangue" é mais específico.

Heliotrópio, (pedra de sangue e plasma)
pedra de sangue de Goiás
Pedra de sangue bruto, heliotropo, de Goiás
O heliotrópio ou heliotropo é uma variedade verde de calcedônia, contendo inclusões vermelhas de óxido de ferro que se assemelham a gotas de sangue, dando ao heliotrópio seu nome alternativo de pedra de sangue. São opacas, verdes ou sarapintadas.
Em uma variedade semelhante, as manchas são amarelas, conhecidas como plasma. O plasma também pode ser verde e pode ter pintas amareladas.
pedra do dragão
Pedra do dragão bruto, Austrália
Já a pedra chamada de "Sangue de Dragão" tem uma cor de fundo verde escuro onde destacam-se partes de vermelho intenso ou vermelho mais escuro.
Pensa-se que outras pequenas inclusões de clorito, anfibólio e piroxeno contribuam para as cores base verdes da pedra de sangue. Os salpicos de vermelho são concentrações de minerais de óxido de ferro, hematita.

Variedades de Cherte:
Cherte, Sílex e Moganita.
Moganita
Sílex

Quartzino
Quartzino, Barros Cassal - Rio Grande do Sul
Quartzino, Barros Cassal - Rio Grande do Sul

O quartzino é uma variedade fibrosa da calcedônia. É também chamada de "calcedônia de comprimento lento" e geralmente é intercalada com outro tipo mais comum de calcedônia fibrosa, "calcedônia de comprimento rápido", que compreende a maioria das diferentes variedades de calcedônia. A calcedônia de comprimento rápido é mais comum do que o quartzino.
As "fibras" de quartzino são feitas de minúsculos cristais de quartzo empilhados ao longo do eixo c (o eixo longo dos cristais).
Não é possível identificar quartzino a olho nu, é necessário um microscópio polarizador para fazer isso.
É encontrada em poucos locais no mundo sendo que no Brasil só é encontrada na região do município de Barros Cassal - RS.


Raridade:
Ágata Rio de Sol
Specimen owned collection by Jerry Schaber.
Espécime pertencente a coleção de Jerry Schaber.
Ágata e quartzo revestindo um geodo grande e complexo.
Coleção de Jerry Schaber

Isso mostra o interior de um geodo altamente complexo. Os geodos são cavidades pequenas a grandes, subesféricas a irregulares e revestidas de cristal nas rochas. Eles se formam quando a água entra no vazio de uma rocha hospedeira e precipita cristais. O mineral mais comum para revestimento de geodos é o quartzo. As áreas em camadas finas são ágatas.
Os cristais brilhantes próximos ao centro de cada cavidade são quartzo macrocristalino. As massas de pustulose que revestem algumas das cavidades são calcedônia mamiforme.


Tipos de inclusões minerais

O que é inclusão em um mineral?
Uma inclusão é qualquer material preso dentro de um mineral durante sua formação.
De acordo com a lei de Hutton, inclusões são fragmentos mais antigos que a rocha em si.
tipos de inclusão
Inclusões escuras de aegerina na apatita verde-clara
As inclusões são geralmente outros minerais ou rochas, mas também podem ser água, gás ou petróleo. Inclusões de líquidos ou vapores são conhecidas como inclusões de fluidos.
inclusão de inseto no âmbar
No caso do âmbar, é possível encontrar insetos e plantas como inclusões.

Inclusão na Mineralogia
Em mineralogia, uma inclusão é um material que se fixou dentro de um mineral durante a sua formação.
A análise de bolhas de gás atmosférico como inclusões em núcleos de gelo é uma ferramenta importante no estudo das mudanças climáticas.
Um xenólito é uma rocha pré-existente que foi captada por um fluxo de lava. As inclusões de derretimento se formam quando pedaços de derretimento ficam presos dentro dos cristais à medida que se formam no derretimento.

Inclusão na Gemologia
Em gemologia, uma inclusão é uma característica fechada dentro de uma pedra preciosa ou que atinge sua superfície a partir do interior.
As inclusões são um dos fatores mais importantes quando se trata de avaliação de gemas. Em muitas pedras preciosas, como diamantes, inclusões afetam a clareza da gema, diminuindo o valor. Em algumas gemas, no entanto, como safiras estelares, a inclusão realmente aumenta o valor da gema.
Espera-se que muitas gemas coloridas, como ametista, esmeralda e safira, tenham inclusões, e as inclusões não afetam muito o valor da pedra. As gemas coloridas são categorizadas em três tipos, da seguinte maneira:

As gemas coloridas do tipo I: incluem gemas com muito pouca ou nenhuma inclusão. Elas incluem águamarinhas, topázio e zircão.
As gemas coloridas do tipo II: incluem aquelas que geralmente têm algumas inclusões. Elas incluem safira, rubi, granada e espinélio.
As gemas coloridas do tipo III: incluem aquelas que quase sempre têm inclusões. As jóias desta categoria incluem esmeralda e turmalina.

Os 3 tipos de inclusões minerais:
Inclusões líquidas
Um líquido pode ser "preso" dentro de um cristal em crescimento a qualquer momento durante seu crescimento, ou em algum momento posterior, ele pode se infiltrar no cristal. Em alguns casos, pode resultar da dissolução química de partes do Cristal Anfitrião e/ou do mineral incluído.
A composição química e até a temperatura de um líquido (e/ou gás) incluído podem ser estudadas e as informações obtidas podem fornecer detalhes inestimáveis ​​relacionados ao crescimento, etc., desse cristal e/ou do "ambiente" em que cresceu.

Inclusões gasosas
Este tipo de inclusão ocorre essencialmente da mesma maneira que para inclusões líquidas e em alguns casos, um pode ser derivado (e/ou alterado para) outro como resultado de pressão e/ou mudança de temperatura.

Inclusões sólidas
A situação relativa a uma inclusão sólida incluída é, talvez, ainda mais complexa:
 Pode ser um cristal preexistente (flutuando em uma solução), que foi "preso" pelo crescimento do cristal hospedeiro. Isso faz dele um exemplo de inclusão antegênica.
Pode estar crescendo na parede de uma cavidade e foi novamente "aprisionado" pelo cristal hospedeiro. Novamente, este é um exemplo de inclusão antegênica.
 Isso pode ocorrer como resultado da cristalização de parte das soluções químicas líquidas/gasosas "aprisionadas" no cristal hospedeiro.
Dependendo de "quando", isso ocorre é que determinara se se trata de uma Inclusão Antegênica, Inclusão Singenética ou Inclusão Epigenética.
Pode ocorrer como resultado da cristalização ou recristalização de parte do cristal anfitrião, como resultado de mudanças na temperatura e/ou pressão do ambiente geológico circundante. Isso o tornaria um exemplo de inclusão epigenética.

Inclusões trifásicas
O termo trifásico refere-se às três fases da matéria, sólido, líquido e gás em um mesmo material sendo mais raros de acontecer.
Veja o exemplo a seguir:
Esta é uma inclusão trifásica no quartzo de cristal de rocha.
O sólido é um material preto de origem betuminosa, o líquido envolvido é o petróleo e a bolha de gás é o metano.

Pedras com inclusão no Brasil
Cristal de quartzo com inclusão de pirita
As inclusões em gemas mais comuns no Brasil são as de turmalina, rutilo, pirita, hematita, etc em pedras de quartzo.

Lodolita é um quartzo com inclusão de vários outros minerais que podem variar desde cloreto, ferro, calcita, felsdpato entre outros que dão uma grande variedade de cores e formas na inclusão.

Já pedras como as ágatas, podem ter uma variedade maior de inclusões, mas este assunto é para outro artigo devido à sua complexidade.

Veja lista de inclusões no quartzo:
https://www.oficina70.com/quartzo-pedra-preciosa-menos-apreciada.html


Fontes: