Mostrar mensagens com a etiqueta Saúde. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Saúde. Mostrar todas as mensagens

Auralita-23, falsa e a verdadeira

Auralite 23™ falsa e a real
Não se deixe enganar! Tem muita Auralite 23™ falsa no mercado
cristaloterapia a cura pelos cristais, Auralita 23

Como se pode dizer se uma Auralita é real ou não?
Se você pensou que a imagem acima era de um verdadeiro cristal de ametista auralita, então você se enganou! Na verdade, são réplicas vendidas em sites de vendas da China.
O cristal Auralite Amethyst é uma bela pedra preciosa que só pode ser encontrada no Canadá e tem um visual bem diferenciado. Estima-se que tenha cerca de 1,2 bilhão de anos e pode conter até 23 minerais diferentes. No entanto, em média, cada pedaço de Auralita tem entre 2 a 7 minerais diferentes sendo atualmente muito raro os espécimes contendo os 23 minerais. Nos últimos anos, Auralite Amethyst tem crescido rapidamente em popularidade devido às suas excelentes propriedades metafísicas, testemunhos, aparência única e sua composição mineral incomum. Auralite 23™ é de fato um cristal muito raro e sua beleza está cativando pessoas de todo o mundo principalmente àquelas envolvidas com a cura dos cristais (cristaloterapia).

Auralite 23™, a pedra dos 23 elementos.
Na imagem a seguir estão os nomes das 23 inclusões na pedra Auralita.
cristaloterapia a cura pelos cristais, Auralita 23
Se você ainda não sabe o que é uma Auralite 23™, então clica no link abaixo:

Por que existe Auralite-23 falsa no mercado?
Infelizmente, sua crescente popularidade também vem com desafios. Há um aumento nas vendas de Auralite 23™ falsa em todo o mundo, especialmente no mercado online. Certifique-se de que a fonte do seu Auralita é confiável e não se deixe enganar por esses golpes. Os golpes da Auralite 23™ vêm principalmente da China e da Índia. Vendedores desonestos estão rotulando outros cristais que não se parecem com auralita e vendendo-os como Auralite 23™ autêntica. Não seja vítima desses golpistas que costumam vender Ametista regular ou qualquer outro mineral que se assemelhe vagamente à Auralite 23™. As pessoas que estão interessadas na verdadeira Auralite Ametista geralmente não se importam em pagar o preço porque essas pedras são únicas e muito raras de encontrar. É por isso que esses predadores estão se aproveitando da situação e da falta de informação sobre o assunto. Portanto, é nosso dever de informar sobre os diferentes golpes que estão acontecendo por aí para que eles não sejam aproveitados.
Auralite 23 from Canada
Suas melhores armas contra esses golpes são encontrar um vendedor em quem você possa confiar e pesquisar um pouco sobre seu produto antes de comprá-lo online ou comprar direto da mina de onde são extraídas as verdadeiras Auralite 23™ no site direto da mina que se encontra a seguir:

De onde vem a verdadeira auralita?
cristaloterapia a cura pelos cristais, Auralita 23
Lembre-se de que a Auralite 23™ só pode ser encontrado em um lugar do mundo: Canadá. É por isso que recomendamos não comprar Auralite 23™ de um vendedor em qualquer outro lugar do mundo que não seja do Canadá, especialmente da China. No entanto, mesmo assim, algumas empresas canadenses também vendem Auralite 23™ falsa. Certifique-se de que seu fornecedor é digno de confiança. Observe que o Super 7 que você tem é do Brasil e não é a mesma coisa que a ametista auralita, embora tenham algumas semelhanças.

Como reconhecer auralita real e falsa?
cristaloterapia a cura pelos cristais, Auralita 23
Os chevrons são uma boa maneira de saber se esta pedra é a verdadeira Auralite 23™. Quanto mais divisas tiver, mais velho é o cristal e mais provável é que seja Auralite 23™. Você também pode dizer pelo preço. Se você está comprando Auralite 23™ por um preço extremamente baixo que quase parece bom demais para ser verdade, então sea auralita provavelmente é falsa! Auralite 23™ é um tipo muito raro de Ametista com uma grande quantidade de inclusões que só podem ser encontradas no Canadá. A maior parte é extraída manualmente por alguns locais, o que resulta em quantidades muito baixas desse material disponíveis para suprir a demanda mundial. Esta é a razão pela qual os preços da Auralite 23™ tendem a ser mais caros do que a Ametista regular ou outros cristais.
cristaloterapia a cura pelos cristais, Auralita 23

Outra maneira de saber se sua Auralite 23™ é real é procurando por inclusões ao longo da matriz Ametista. A maior parte da Auralite 23™ é principalmente roxa, já que a Ametista é seu principal componente.

cristaloterapia a cura pelos cristais, Auralita 23
O que torna o Auralite especial é sua alta quantidade de inclusões. Infelizmente, muitas vezes essas inclusões são visíveis apenas ao microscópio. No entanto, muitas vezes pode-se ver um ou dois pontos dentro dos cristais roxos (ametista) a olho nu nas cores preto, prata, ouro, vermelho, verde, branco ou claro. Se seus cristais tiverem pelo menos uma dessas inclusões, é um bom sinal.
cristaloterapia a cura pelos cristais, Auralita 23
Tenha em mente que os Auralite 23™ de ponta vermelha (redcap) são os mais procurados. Eles podem ser facilmente reconhecidos devido a grandes partes do cristal serem revestidas em um marrom-avermelhado que é uma mistura de hematitas, ferro e bronze. Portanto, se você conseguir um Auralite 23™ com muitas inclusões vermelhas por um preço muito baixo, então você teve muita sorte ou foi enganado. Auralite 23™ com pontas vermelhas (redcap) são bastante raras e só aparecem em 1 em cada 100. Portanto, é muito improvável que sejam transformadas em contas como nas fotos da pulseira mostradas no início deste artigo.


Outras pedras preciosas da mesma mina de onde são extraídas as verdadeiras Auralitas
Família Auralita:
Metauralita, Metauralita Elestial, Auralita cósmica, Auralita Ruby, Auralita Esmeralda e Auralita anjo.


Fontes e vendas:

Límulo, o caranguejo que vale ouro

Ouro azul
limulus, the blue-blooded crab that is worth gold
O caranguejo com sangue azul que vale ouro
Límulo é o caranguejo-ferradura que tem sangue azul e que rende milhões.
O motivo é que o sangue azul destes animais salvam vidas humanas, aliás, ele é considerado o animal que mais vidas humanas salva no mundo.
Todos os anos mais de 250.000 caranguejos doam sangue para salvar vidas humanas.
Um único caranguejo destes na sua vida útil pode render até 2.500 dólares.
sangue azul de caranguejo ferradura
O sangue azulado deste animal é um dos recursos mais caros do mundo.
O sangue azul deste caranguejo chega a custar US $ 60.000 por galão, ou seja, mais ou menos 3,7 litros.
Então, por que é tão caro o sangue do caranguejo-ferradura?

Este caranguejo vive em águas rasas e lamacentas de mangues nos oceanos do atlântico norte.
O caranguejo ferradura desenvolveu uma defesa única para compensar sua vulnerabilidade à infecção em águas rasas. Quando confrontadas com toxinas produzidas por bactérias, as células amebocitárias no sangue azuis por suas moléculas à base de cobre, identificam e congelam em torno da matéria invasora, prendendo a ameaça dentro de um selo semelhante a um gel que impede que ela se espalhe.
caranguejo com sangue azul
Essa criatura marinha inofensiva e primitiva não apenas desempenha um papel fundamental na natureza, mas também ocupa um lugar crucial no mundo humano.

Mais de três décadas atrás, a medicina reivindicou este animal antigo como uma nova ferramenta para salvar vidas. Em 1971, os pesquisadores descobriram que, quando expunham o caranguejo-ferradura às bactérias E. coli, o sangue do caranguejo coagiava. A coagulação indica a presença de endotoxinas, substâncias tóxicas liberadas por E. coli e outras bactérias gram-negativas que podem produzir sintomas graves em humanos expostos, como febre ou derrame hemorrágico.

A simplicidade de seu sistema imunológico é realmente o que torna o sangue do caranguejo útil para a indústria biomédica.

Mas o que tem de especial o sangue azul deste animais?
O sangue destes animais é invulgar por duas razões.
Límulo, o caranguejo que vale ouro
A primeira é que é azul, pois utiliza cobre para transportar oxigénio para todas as partes do corpo do caranguejo, da mesma maneira que o ferro da hemoglobina faz com que o nosso sangue seja vermelho.
A segunda é que o sangue destes animais marinhos reage à presença de endotoxinas bacteriológicas, coagulando em torno da contaminação e detendo-a numa substância parecida a gel.

O sangue dos caranguejos-ferradura é tão sensível que consegue reagir a uma contaminação numa concentração de uma parte por bilião. O componente químico do sangue dos caranguejos que causa esta reacção (LAL - Lisado de Amebócito Limulus), a coagulação, é isolado e é utilizado em testes laboratoriais para detectar se equipamentos médicos, vacinas e outros injectáveis estão livres de contaminações bacteriológicas.

Veja o vídeo a seguir:
via Business Insider

Viveiros marinhos de criação do Límulo
Não temos informações de que no Brasil haja algum trabalho e exploração comercial de sangue destes caranguejos ou criação em cativeiro, ao contrário de alguns países asiáticos e na américa do norte onde já há criação de Límulos.
Há várias fazendas peixeiras onde os Límulos são criados para a extração do sangue azul sendo posteriormente vendido para industria alimentícia. Em cativeiro sua dieta pode ser composta de nacos de carne, tais como pedaços de camarão e de lula.

Em 2015, 559.903 caranguejos-ferradura foram transportados para instalações biomédicas para a produção de LAL, de acordo com a Comissão de Pesca Marinha dos Estados do Atlântico.
Mas a indústria biomédica quer confiar mais nos caranguejos-ferradura, sugerindo até que eles seriam uma boa espécie para um negócio de aquicultura.

Se um suprimento robusto e sustentável de caranguejos-ferradura também puder ser cultivado com sucesso em cativeiro, acreditamos que importantes aplicações clínicas possam ser empregadas para detectar e tratar septicemia e salvar milhões de vidas”, escreve Anthony Dellinger, presidente da Kepley BioSystems, em Greensboro , Carolina do Norte e co-autor de artigo sobre a criação destes caranguejos em cativeiros.

Para montar um cativeiro/viveiro marinho de caranguejo-ferradura informesse junto à Secretaria de Agricultura do seu estado como por exemplo a EMATER no Paraná ou a SEAGRI na Bahia, e se quer saber se é viável economicamente informesse junto ao SEBRAE.
Lembrando que o caranguejo-ferradura é um animal que vive em água salgada.

Como criar caranguejos-ferradura em cativeiro:
Três décadas de criação de caranguejos-ferradura: uma revisão das condições de crescimento e sobrevivência em cativeiro.
https://www.researchgate.net

Fundação de Preservação de Caranguejos Ferradura

animal que mais salva vidas humanas no mundo
Alguns medicamentos produzidos a partir de reagentes do sangue azul do caranguejo-ferradura do atlântico, alguns conjugados com ouro coloidal:
(apesar da fórmula sintética do sangue azul, a natural ainda é a mais procurada)

Quer saber mais sobre eles, então pesquise em Inglês por:
Atlantic horseshoe crab (Limulus polyphemus)
ou
Caranguejo-ferradura do Atlântico
ou clica no site a seguir:
https://www.businessinsider.com/horseshoe-crab-blood

Como dormir em apenas 1 minuto

Vai para cama mas tem problemas em cair no sono?

4-7-8
Trata-se de uma técnica natural com uma base científica que a sustenta.
Quem o diz é o Dr. Andrew Weil, doutorado pela Harvard Medical School, nos EUA. Chamada de “4-7-8” a técnica promete fazer você dormir em um minuto.
Como dormir em apenas 1 minuto
O exercício de respiração 4-7-8
O exercício de respiração 4-7-8 é totalmente simples, não leva quase nenhum tempo, não requer nenhum equipamento e pode ser feito em qualquer lugar. Embora você possa fazer o exercício em qualquer posição, sente-se com as costas retas enquanto aprende o exercício. Coloque a ponta de sua língua contra o cêu da boca e logo atrás de seus dentes superiores e mantenha-o lá por todo o exercício. Você estará exalando através de sua boca em torno de sua língua. Tente franzir os lábios ligeiramente se isso parecer estranho.

1. Expire somente pela sua boca deixando todo o ar sair, empurrando-o com a bochecha até fazer um som de assopro nos lábios;

2. Feche a boca e inspire pelo nariz contando até 4;

3. Pare a respiração e conte mentalmente até o número 7 , mantendo o ar nos pulmões;

4. Expire completamente pela boca com um som de assopro e conte até 8.

Note que você irá inalar calmamente através de seu nariz e exalar audivelmente através de sua boca. A ponta da língua permanece na mesma posição o tempo todo. A expiração leva duas vezes mais tempo que a inalação. O tempo absoluto que você gasta em cada fase não é importante, porém a razão de 4: 7: 8 é importante. Se você tiver problemas para segurar a respiração, acelerar o exercício, mas mantenha a proporção de 4: 7: 8 para as três fases. Com a prática você pode retardar tudo e se acostumar a inalar e exalar mais e mais profundamente.

A técnica ajuda a devolver a concentração de gases no sangue a níveis normais, além de baixar o ritmo cardíaco.

Depois, repita esses mesmos passos por mais três vezes. Durante todo o exercício o recomendável é manter a ponta da língua tocando o céu da boca. Abaixo, assista o vídeo com o Dr. Andrew Weil demonstrando como se faz cada passo (a partir de 1:41):

Saiba mais sobre os exercícios de respiração que o Dr. Weil recomenda:

Fonte do Canal:

Nota do autor:
Depois de anos a tentar dormir descobri que para poder dormir o truque estava na respiração, assim respiro profundamente por 3 vezes e o sono logo chega, porque com isto acontece o mesmo que a técnica descrita pelo Dr. Weil, que é a de devolver a concentração de gases no sangue a níveis normais, e baixar o ritmo cardíaco.

Como ter uma boa noite se sono

Conheça alimentos que reduzem o cansaço

Imagem por I Love Saúde
Imagem por I Love Saúde

Uma boa noite de sono é indispensável para a nossa saúde. Quando dormimos mal, no dia seguinte, a tendência é que o nosso corpo acabe sofrendo drasticamente as consequências da noite mal dormida. Uma dessas consequências é o cansaço excessivo, que basicamente se resume em prolongados bocejos durante o dia.


Infelizmente nem sempre podemos nos dar ao luxo de dormir 8 horas ou mais. Algumas pessoas, como estudantes por exemplo, necessitam dormir menos, seja para estudar, ou fazer qualquer outra tarefa no seu tempo livre. E para essas pessoas, uma boa saída são os alimentos estimulantes, que ajudam a amenizar o cansaço excessivo.

Alimentos que diminuem o cansaço
Café: o café possui um nutriente que se chama cafeína. Esta cafeína ajuda a amenizar o sono e o cansaço, pois a mesma atua no sistema nervoso central. Durante o dia a dia, procure tomar pelo menos 1 xícara de café a cada hora. Se você for diabético, utilize adoçante ao invés de açúcar.

Guaraná em pó: o guaraná em pó é um extrato da semente do guaraná, alimento este bastante utilizado por quem almeja driblar o sono. O guaraná é conhecido por ser um poderosíssimo estimulante, logo, ele ajuda a diminuir o sono excessivo.
Nas farmácias é possível encontrar tal alimento em cápsulas, ou em um pote comum, com 50 g de peso. É recomendável consumir de 2 a 4 colheres do pó do guaraná durante o dia.

Refrigerante de cola: apesar dos refrigerantes não serem os alimentos mais indicados para o consumo, ainda assim, para este fim em específico, os refrigerantes ricos em cola são os mais indicados. A cola é também um importante estimulante, assim como a cafeína citada anteriormente. Porém, pelo fato do refrigerante ser um alimento pejorativo em vários aspectos, não é recomendável o seu consumo corriqueiro.

Pimenta: a pimenta além de possuir um sabor marcante, a mesma ainda pode ser utilizada como estimulante.

Gengibre: a gengibre é outro alimento que pode amenizar o sono radicalmente, se consumida cotidianamente.

Chocolate: uma notícia boa para chocólatras, é o fato do chocolate também estar na lista dos alimentos que fornecem energia ao cérebro. Mas, prefira os chocolates amargos, pois além de atuarem na amenização do cansaço, este tipo de alimento é recomendado para proteger o coração.

Chá verde, preto ou mate: esses 3 tipos de chás são indicados para amenizar o sono, pelo fato deles conterem uma alta dosagem de cafeína em suas composições nutricionais. Além disso, vale salientar que, esses chás são ótimos antioxidantes, e contém outros benefícios notórios para a saúde.

Alimentos que aumentam o sono
Ao contrário do que queremos, existem alguns alimentos que fazem justamente o inverso, pois eles são responsáveis por estimular o sono. Dado isso, procure evitar o consumo desse tipo de alimento, quando estiver cansado:

Suco de maracujá
Chá de camomila
Banana
Aveia
Couve
Salmão
Cereja
(Procure consumi-los com frequência durante o dia, mas sem demasia).


Apesar do sono estar relacionado ao cansaço, não necessariamente a sonolência representa efetivamente algum possível cansaço. Em alguns casos, o sono excessivo pode ser um grande indício de ansiedade ou depressão. Dado isso, é importante consultar um médico, e tomar os medicamentos necessários, se de fato tais anomalias forem constatadas.

Como agir num caso de AVC se estiver sozinho

Como agir se você tiver um ataque do coração estando sozinho


Digamos (apenas por hipótese) que são 18:15 hs. e estás de regresso a casa, depois de um dia de trabalho especialmente difícil.
Estás realmente cansado e frustrado…

Repentinamente experimentas uma forte dor no peito, que se difunde até ao teu braço e, até mais acima, à mandíbula.

Estás a 8 km do hospital mais próximo. Desafortunadamente, não sabes se conseguirás fazer essa distância e chegar lá.

Saiba como identificar um AVC:

Como poderás sobreviver a um ataque do coração, quando te encontrares só?
Mesmo que tenhas sido treinado em RCP (ressucitação cardio pulmonar), provavelmente o instrutor do curso não te ensiou como aplicá-la a ti mesmo !!!

Muitas pessoas encontram-se sozinhas, quando sofrem um ataque de coração. Sem ajuda, uma pessoa na qual o coração bata incorretamente e que comece a sentir-se desmaiar, só tem 10 segundos, antes de perder a consciência.

Então, o que devo fazer?
Resposta:
Não entres em pânico, comece a tossir repetida e vigorosamente.
Deve respirar, profundamente, antes de cada tosse. A tosse deve ser profunda e prolongada, como quando se produz um forte ataque de tosse, proveniente do diafragma.
Cada inalação e cada tosse devem ser repetidas de dois em dois segundos, aproximadamente, e sem parar, até que se consiga uma ajuda, ou até que o coração esteja, de novo, a bater normalmente.

As inspirações profundas levam oxigênio aos pulmões e os movimentos de contração da tosse comprimem o coração e mantém o sangue a circular. A pressão sobre o coração também ajuda a recuperar o ritmo cardíaco normal. Desta maneira, as vítimas de um ataque de coração podem ter mais tempo para pedir socorro e chegar ao hospital e sobreviver.

Como agir num caso de AVC
Compartilhe esta informação com tantas pessoas quantas te seja possível.

Isto poderá salvar vida!!!

E se a sua idade for inferior a 25 ou 30 anos, não pense que você esta imune a um ataque de coração, pois saiba que hoje em dia, devido ao nosso estilo de vida, os ataques do coração atingem pessoas de todas as idades.

ARTICLE PUBLISHED ON N.º 240 OF JOURNAL OF GENERAL HOSPITAL ROCHESTER

Fonte:

Como Identificar um Acidente Vascular Cerebral (Derrame ou AVC)

Médicos ensinam alguns teste que podem ajudar a identificar um AVC

ATENÇÃO:
"Este artigo têm um fim exclusivamente informativo.
Nem o site nem o seu conteúdo têm como objetivo substituir o aconselhamento médico profissional. 
Nenhuma informação deste artigo deverá ser levado em consideração antes de um diagnóstico ou tratamento médico. 
Aconselhe-se sempre com o seu médico. Não ignore nunca os conselhos do seu médico nem demore a consultá-lo, nomeadamente devido a algo que tenha lido neste artigo".

AVC
O derrame ocorre quando a circulação de sangue ao cérebro é interrompida, fazendo com que as células cerebrais se “desliguem”, já que elas não terão oxigênio e nutrientes suficientes para desempenharem suas funções.
É fundamental saber identificar os sinais de um derrame, principalmente ao ter conhecimento de que algum ente querido está no grupo de risco. Há tratamento para minimizar os danos causados pela condição, mas o paciente precisa ser levado ao hospital dentro de uma hora após o surgimento dos sintomas.

Diferenças entre um AVC e um miniAVC
Existem dois tipos principais de derrame: o isquêmico, que ocorre devido a um coágulo sanguíneo no cérebro, e o hemorrágico, causado por um vaso sanguíneo que rompe e despeja sangue no cérebro. O AVC hemorrágico é mais raro que o isquêmico, ocorrendo em cerca de 20% dos casos. Os dois tipos de derrames são graves e colocam a vida do indivíduo em risco quando ele não é tratado o mais rápido possível.
O miniAVC (também conhecido como Ataque Isquêmico Transitório – AIT) ocorre quando o cérebro é irrigado por uma quantidade de sangue abaixo do normal. Eles podem durar de alguns minutos até um dia inteiro. Muitas pessoas sequer percebem que sofreram um AIT, mas eles podem ser um sinal de perigo em relação a um derrame grave. Indivíduos que sofrerem um miniAVC devem receber atenção médica imediata.

Procure por dois ou mais sintomas de um derrame
A maioria das pessoas que sofrem um AVC apresentarão ao menos duas das manifestações mais comuns de um derrame, como as seguintes:

1. Dormência ou fraqueza repentina no rosto, braços, pernas ou em um lado do corpo.
2. Dificuldade súbita em enxergar com um ou ambos os olhos.
3. Ficar repentinamente com dificuldade em andar e sentir tontura ou falta de equilíbrio.
4. Confusão repentina e dificuldade em conversar ou entender o que alguém está falando.
5. Dor de cabeça súbita, sem uma causa aparente.

Faça o teste R.B.F.H.
avc sintomas
Pessoas que estão tendo um derrame apresentam dificuldades em descrever ou explicar os sintomas. Para confirmar o AVC, faça um teste rápido, chamado de R.B.F.H.:

Rosto: peça para o indivíduo sorrir. Veja se um lado do rosto dele está inclinado ou aparenta estar dormente. O sorriso pode parecer descoordenado ou torto em um dos lados.
Braços: fale para a pessoa levantar os dois braços. Caso ela não consiga, ou se um deles cair, a chance de haver um derrame é maior.
Fala: faça uma pergunta simples ao paciente, como a idade ou o nome dele. Veja como sai a fala dele na resposta ou se há dificuldade em formar as palavras.
Horário: Confirme o horário para saber quando as primeiras manifestações do AVC surgiram; essa informação é muito útil para a equipe médica no cuidado com o paciente.

Como agir num caso de AVC se estiver sozinho:

Fontes:

Como fazer o Soro da Memória

Anda com a memória fraca?

Isto te dará uma Memória de Elefante
Memória

O soro da memória contém proteínas, peptídios e lipídios.

Eles ajudam os neurônios a formar a sua rede através das sinapses.

Para fazê-lo usamos o soro do leite que é a parte líquida restante após retirarmos o material branco espesso. Essa “água” do leite é que é usado no soro. O leite usado para o soro deve ser A ou B, de saquinho.

Este suco (sumo) da memória é um coadjuvante da saúde. Em três meses é possível observar diferenças no sono, na memória e no aprendizado. Você tem que tomar apenas 100 ml, meio copo, toda noite antes de dormir.

Quem o toma descansa melhor e aprende melhor o que ocorreu durante o dia.

Receita do soro da memória:
limão com leite
Misture em cada litro de leite (A ou B) o suco de um limão.
Ele deve ficar descansando entre quatro e doze horas, até coagular.
Em seguida você deve coar para separar a parte sólida da líquida, com uma peneira bem fina.
O líquido resultante é é o soro da memória.

Ele deve ser conservado em geladeira por três ou cinco dias e pode até ser congelado.

O soro da memória tem um gosto leve de suco de limão e deve ser tomado diariamente para que o descanso tenha maior qualidade e você fique com o cérebro mais tranquilo. Assim você vai aprender melhor as tarefas que realiza.

Fonte:

Como fazer extrato natural da Stevia

Mas antes, o que é Stevia
O Esteviosídeo é um adoçante natural baixo em calorias, que tem um índice glicêmico baixo, o que significa que não causa mudanças nos níveis de glicose no sangue (em pessoas com diabetes tipo 2). Além disso, é estável ao calor e versátil para a fabricação de bolos e culinária. A única exceção é para o fabrico de pão. O esteviosídeo não irá atuar quimicamente com o fermento.
A stevia é um alimento básico do povo guarani da América do Sul, que a utiliza há mais de 1.500 anos como adoçante dietético.
A Stevia rebaudiana, é uma erva da família dos crisântemos, cresce de forma selvagem nas zonas do Paraguai e Brasil. Das 300 espécies únicas da planta de estévia, é a unica rica em glicosídeos doces e esteviosídeo.
Como adoçante natural, a Stevia rebaudiana pode ser seca e triturada em pó, preparada em xarope ou adoçante líquido ou feita a extração através de álcool ou por meio da destilação a vapor.
Nota: não se está a extrair o açúcar da planta, irá extrair o adoçante natural da planta. O açúcar provém de uma fonte totalmente diferente.

Pode comprar plantas de Stevia fresca em muitos viveiros, centros de jardinagem, também em lojas de ervas orgânicas ou em mercados municipais.
Se você planta em casa realize a colheita de sua Stévia pela manhã, quando os óleos essenciais estão em seu ponto máximo. Você deve cultivar sua Stévia sem pesticidas, uma vez que o processo de fabricação do extrato concentra os produtos químicos indesejáveis.
Se ainda não tem Stevia em casa procure por sementes de Stevia e começe a cultivar.

Como fazer extrato natural de Stevia
Instruções:
Lave bem duas xícaras de folhas frescas de stevia, com água limpa e fresca. Arranque as folhas enrugadas ou de cor marrom. Coloque as folhas sobre uma toalha de papel absorvente para secar.

Pique as folhas de Stevia grossas com uma faca. Cortar a erva parte as fibras vegetais e as paredes celulares, o que liberta os glicosídeos para a extração. Quanto melhor picar as folhas melhor o processo de extração.

Meça uma xícara de álcool de cereais e verta sobre as folhas de stevia num recipiente. Cubra o recipiente e deixe a mistura repousar durante 24 horas, mas não mais que 48 horasA maceração excessiva aumenta a amargura. Mexa ou agite suavemente a mistura por várias vezes, enquanto ela impregna.

O álcool é uma solução eficaz que extrai a maioria das resinas, glicosídeos e steviosideos presentes na Stevia rebaudiana. Além disso, o álcool é um conservante e estabilizador.

Não tem ácool de cereais?
Ok, você pode também utilizar vodkas com sabores variados, como pêra ou cítricos.

Coe o líquido da sedimentação da panta. Verta a mistura num coador de pano para a primeira filtragem. Para eliminar qualquer partícula mais pequena, passe uma segunda vez através de um filtro de café.

Verta a infusão de extrato de álcool para uma panela. Coloque a panela sobre um bico de fogão e aqueça a mistura, cozinhe em lume lento e sem ferver mais ou menos por 30 minutos até que a maioria do álcool tenha evaporado. O que resta é o extrato do concentrado.

Armazene o extrato de Stevia em frascos conta-gotas ou guarde-o na geladeira, por até três meses.

Devido à concentração do extrato de Stevia ele é 300 vezes mais doce que o açúcar, o extrato deve ser diluído antes de usar. Você deve diluir o extrato em água, a gosto e experimentar. As proporções de diluição são de três partes de água por uma parte de extrato de Stevia.

Nota:
Sugestão do leitor M. Grassi
No entanto tive que improvisar algumas coisas. Por exemplo, acabei descobrindo que a função do álcool de cereais é fazer com que os stevióides (substâncias que adoçam presentes nas folhas da stévia) se soltem ao máximo das fibras das folhas. Mas como o álcool de cereais possui concentração entre 92 e 96 graus, é preciso ter um pouco de água junto para quando o álcool evaporar, podermos ter um líquido restante que se misture com os estevioides, do contrário o álcool evaporará por completo somente restando uma mancha verde na panela. Por isso que é preciso acrescentar pelo menos meia xícara de água à mistura. Depois deve-se levar à fogo baixo até começar a ferver. Quando estiver começando a ferver, desliga-se o fogo e temos que deixar a panela esfriando em temperatura ambiente (aproximadamente umas 2 horas). Depois desse tempo se aquece rapidamente a mistura novamente e tal como se faz com o quentão, com muito cuidado temos que testar se ainda há álcool na mistura, pega-se uma vareta de aproximadamente 30 cm e com a mistura quente taca-se fogo nela. Se pegar, quer dizer que ainda tem álcool, neste caso deve-se deixar mais 01 hora esfriando em temperatura ambiente e repetir o processo depois. Do contrário está pronto e basta colocar a solução em um recipiente fechado e guardar.

ATENÇÃO:
Consulte seu médico antes de usar esse tipo de produto.

A stévia tem como seus principais benefícios:
não causa diabetes;
não contém calorias;
não altera o nível de açúcar no sangue;
não é tóxica; inibe a formação da placa e da cárie dental;
não contém ingredientes artificiais.

Indicações terapêuticas:
Diabetes, hipertensão arterial, azia, baixar ácido úrico, reumatismo, fadiga, depressão, insônia e emagrecimento.

Efeitos colaterais:
Embora se afirme que a estévia não apresenta efeitos colaterais, deve-se alertar para o fato de suposta ação anticoncepcional, já que os índios guaranis a utilizavam para esta finalidade, apesar de desconhecerem o uso do chá dentro no ritual da contracepção.

No final dos anos 1960, a Universidade da República (Montevidéu, Uruguai) e a Universidade de Purdue (Indiana, Estados Unidos) comprovaram que quinze gramas da folha seca em trezentos milímetros cúbicos de água compreende a dose diária que impede a ovulação, porém, ao se suspender o uso do chá por dez dias, a mulher poderá engravidar normalmente.



Desconforto estomacal. Em algumas pessoas o extrato da raiz de stevia produz diversos desconfortos gastrointestinais, incluindo náusea, indigestão e flatulência. Tontura também pode acompanhar estes sintomas e, em casos de extrema sensibilidade, dor muscular, perda de força e dormência também podem ocorrer.

Alergia a ambrosia. Como é derivado de uma planta semelhante, o uso do extrato da raiz de stevia pode causar uma reação alérgica em pessoas que têm sensibilidade a ambrosia e plantas semelhantes. Estão incluídas neste grupo plantas da família Asteraceae/Compositae, como malmequeres, margaridas e crisântemos.

Pressão arterial baixa. Alguns dos componentes químicos da stevia podem reduzir a pressão arterial, portanto, indivíduos que já apresentam problemas com pressão arterial baixa também podem experimentar uma diminuição perigosa tanto em sua pressão arterial sistólica como diastólica. Aqueles que possuem pressão arterial baixa, devem consultar um médico ou profissional de saúde antes de usar um produto com raiz de stevia.

Grandes marcas já se rendem à Stevia
Sabendo de todos os benefícios da stevia a Coca-Cola não ficou para trás e tráz agora a Coca-Cola com Stevia a famosa Coca-Cola verde.
(clica na imagem acima para saber mais)

Como plantar e colher Stévia rebaudiana
Cultivo:
Semear entre Março e Maio em vasos, sementeiras e canteiros de flores. Gosta de estar exposta ao sol e protegida do vento. Adapta-se a qualquer tipo de solo, mas prefere solos enriquecidos com matéria orgânica, soltos e ligeiramente húmidos. A rega deve ser regular, constante e abundante durante todo o período vegetativo.
Colheita anual, embora tendo o cuidado pode brotar na primavera.
Espaçamento:
50 cm entre linhas e 20 cm entre plantas.

Colheita:
Folhas em 3-4 meses após o plantio e de primavera durante todo o ano são colhidos até o frio do inverno.

Produzir Stevia em Hidroponia
A planta stevia é uma planta perene que pode viver por vários ano num sistema hidropónico. Para o projeto, a stevia é cultivada em cultura hidropónica usando uma fórmula de bloom, que é uma fórmula reduzida de Steiner modificada com nitrogénio. As suas plantas têm cerca de 30 centímetros de altura após seis meses de crescimento e colheita, e podem atingir cerca de um metro de altura. Quando isso acontece, um metro quadrado irá conter cerca de quatro plantas.

Além disso, se crescer ao ar livre, a stévia é uma planta tropical e precisa de um ambiente sem frio, então o crescimento no inverno requer controlo do clima. Plantas individuais podem ser colocadas em vasos de 12 polegadas de diâmetro e cultivadas dentro de casa como plantas decorativas.

Mais:
Como desidratar Stevia para fazer seu próprio adoçante

Como cultivar Stevia em casa:
http://www.ehow.com.br/cultivar-stevia

Como acabar com o ronco

Deixar de roncar a noite já é possível com estes 6 exercícios

(segundo Pesquisadores do Instituto do Coração (Incor))

Pesquisadores do Instituto do Coração (Incor), ligado à USP, desenvolveram uma técnica de tratamento pioneira que, se praticada diariamente e com orientação de fonoaudiólogo, reduz a frequência e a altura do ronco até ele se tornar quase imperceptível em alguns casos.

A nova técnica é efetiva também no tratamento da apneia do sono de grau leve e moderado, diminuindo o número de engasgos durante a noite.

A incidência do ronco tem aumentado na população porque a condição afeta obesos, idosos e mulheres na pós-menopausa (sim, nessa fase da vida feminina, muitas delas vão se tornar roncadoras).

Há muitos tratamentos para o ronco, incluindo desde cirurgias para desobstrução das vias aéreas superiores, implantes no palato, dispositivos intraorais até orientações para perda de peso e mudança postural. O problema é que é difícil aferir a eficácia desses tratamentos porque ainda não existem técnicas para medir o ronco de forma objetiva.

Exercícios contra o ronco
A técnica do Incor consiste numa série de seis exercícios para fortalecer os músculos envolvidos direta ou indiretamente na produção do ronco e na apneia obstrutiva do sono.

Com duração de oito minutos, os exercícios são realizados três vezes ao dia e, para facilitar ainda mais a adesão do paciente ao tratamento, sempre incorporados às atividades rotineiras (como se alimentar, escovar os dentes ou no percurso para o trabalho, por exemplo).

De forma simplificada, os seis exercícios que compõem o tratamento antirronco do Incor são:
1. Empurrar a língua contra o céu da boca e deslizá-la para trás;
2. Sugar a língua para cima, pressionando-a por completo contra o céu da boca;
3. Forçar a parte posterior da língua contra o "chão" da boca, mantendo a sua ponta em contato com os dentes incisivos inferiores;
4. Elevar a parte de trás do céu da boca e a úvula (conhecida popularmente como "campainha") enquanto diz a vogal "A";
5. Posicionar o dedo na parte interna da bochecha entre os dentes e pressionar a bochecha para fora (cada lado da boca);
6. Durante a alimentação, manter uma mastigação bilateral alternada e deglutição usando a língua no palato.

"Embora seja de fácil execução e não tenha qualquer contraindicação, os exercícios devem ser prescritos, orientados e acompanhados por profissionais especializados. Ao fazer o movimento errado, seja por um milímetro, serão trabalhados músculos que nada têm a ver com a cessação do ronco," explica a fonoaudióloga Vanessa Ieto, criadora da nova técnica. 

Fonte:

Como usar o último furo do ténis

Para que serve o buraco extra no ténis de corrida
Para que serve o buraco extra no ténis

Eles não estão lá só por estética, têm uma importância muito maior do que você imagina. Quando você está com um ténis mais folgado e mal amarrado, seu pé fica mais solto e seu pé começa ir para frente e para trás. O movimento repetido várias vezes (imagine em uma prova de 5km, quantas passadas você pode dar), pode causar bolhas, assaduras e até a perda de uma unha. Esses furos servem para você prender o ténis no calcanhar com mais precisão, sem ter que apertar a parte da frente, incomodando o pé.


Fonte:

Como fazer repelente caseiro para Dengue

Video educativo do Grupamento de Corpo de Bombeiros de Mogi Mirim -SP, ensinando a fazer um repelente caseiro para evitar a picada do Aedes aegypti e desta forma evitar a Dengue.

A fórmula é simples com álcool, cravo da Índia e óleo para pele e os médicos aprovaram a manipulação e o uso do produto que é eficaz e custa menos que produtos comprados em farmácias.

Aedes aegypti é a nomenclatura taxonômica para o mosquito que é popularmente conhecido como mosquito-da-dengue ou pernilongo-rajado. É uma espécie de mosquito da família Culicidae proveniente de África, atualmente distribuído por quase todo o mundo, com ocorrência nas regiões tropicais e subtropicais, sendo dependente da concentração humana no local para se estabelecer. O mosquito está bem adaptado a zonas urbanas, mais precisamente ao domicílio humano, onde consegue reproduzir-se e pôr os seus ovos em pequenas quantidades de água limpa, isto é, pobres em matéria orgânica em decomposição e sais (que confeririam características ácidas à água), que preferivelmente estejam sombreados e no peridomicílio.

Aedes aegypti.jpg
É considerado vector de doenças graves como o dengue, a febre amarela e a chicungunha e, por isso mesmo, o controle das suas populações é considerado assunto de saúde pública.

Como eliminar piolhos de forma natural

Por que escolher remédios caseiros para combater os piolhos?


Os remédios caseiros em especial costumam ser a melhor alternativa para nos desfazermos dos piolhos, já que não têm efeitos colaterais e são completamente seguros. Atualmente as farmácias nos oferecem uma grande quantidade de xampus e tratamentos para eliminar os piolhos, mas estes produtos costumam ter componentes tóxicos que podem afetar nossa saúde ou causar irritações na pele. A maioria destes produtos adverte que não devem ser aplicados durante muito tempo, já que podem desencadear estes efeitos colaterais.

Eliminar os piolhos com remédios caseiros é uma opção saudável e eficaz que também pode ajudar a eliminar as incômodas lêndeas. Ainda que a aplicação tenha que ser mais constante, os resultados serão excelentes e você não terá que se preocupar novamente com este problema.

Aqui estão 5 remédios caseiros para combater piolhos

Maionese e vinagre
A maionese e o vinagre são dois bons aliados para a eliminação dos piolhos e das lêndeas. Este tratamento é realmente especial já que, além de nos ajudar a nos livrarmos desta praga, também proporciona brilho e hidratação ao cabelo.

Como fazer?
Misture em um recipiente duas porções de maionese para uma de vinagre e acrescente algumas gotas de óleo essencial de melaleuca. Mexa bem todos os ingredientes e aplique esta pasta por todo o cabelo e couro cabeludo. Deixe agir por duas horas e depois enxágue a cabeça com água morna. Para terminar, desembarace o cabelo com um pente anti-piolhos.

Infusão de eucalipto
Os piolhos parecem ficar muito incomodados com o aroma do eucalipto e a ação poderosa que ele tem quando estão em contato direto.

Como fazer?
Coloque para ferver uma boa quantidade de água, acrescente as folhas de eucalipto e deixe descansar por uns 15 minutos. Posteriormente, aplique esta infusão em todo o cabelo e couro cabeludo, e comece a retirar os piolhos e lêndeas com um pente fino.

Vinagre de maçã
vinagre-de-maça
Este produto é tão fácil de encontrar no mercado e tem uma poderosa ação para acabar com os piolhos e as lêndeas. Tenha em mente que se há muitos piolhos ou se eles forem muito grandes, pode ser que o efeito não seja 100%. No entanto, a sua aplicação pode ajudar a reduzir significativamente a sua quantidade.

Como fazer?
Misture água quente e vinagre de maçã em partes iguais e aplique no cabelo seco.

Mistura de óleos
Uma mistura de óleos essenciais pode ser muito apropriada para eliminar piolhos e lêndeas, além de nutrir o cabelo. Você pode mesclar óleo de coco, de jasmim, de anis estrelado, de gerânio, entre outros, e aplicá-los em todo o cabelo e couro cabeludo. Deixe-os atuando por pelo menos 30 minutos e vá facilitando a eliminação dos piolhos com um pente fino.

Infusão de alecrim
azeite
O alecrim é uma das ervas mais apropriadas para a saúde do nosso cabelo, já que limpa profundamente, fortalece e estimula o seu crescimento. Além disso, esta planta também é ideal para combater piolhos e lêndeas, já que tem uma poderosa ação contra eles.

Como fazer?
Prepare uma infusão de alecrim com água fervendo e algumas folhas secas. Uma vez fria, aplique em todo o cabelo e couro cabeludo. Assim como nos casos anteriores, o melhor é utilizar um pente fino para facilitar a eliminação destes bichos e de seus ovinhos.