oficina70.com: Automóvel
Mostrar mensagens com a etiqueta Automóvel. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Automóvel. Mostrar todas as mensagens

25 Dúvidas sobre hidrogênio veicular HHO

(artigo patrocinado)
Perguntas e respostas sobre o hidrogênio no carro
Será seguro?
Poupa mesmo combustível?
O carro não perde a garantia?
O carro não perde a potência?
Gerador de hidrogênio explode?

O hidrogênio HHO no carro
HHO alternative energy system
Experimentos foram realizados para avaliar a influência da adição de gás HHO (hidrogênio + oxigênio obtido eletroquimicamente da água) ao ar no coletor de admissão de um motor diesel de injeção direta. O que a pesquisa mostra é que a adição de gás HHO pode melhorar o processo de eficiência de combustão devido às diferentes propriedades de combustão do hidrogênio em comparação aos combustíveis convencionais.

Atenção:
HHO alternative energy system
Opte por comprar um kit de hidrogênio comercial, não instale um kit caseiro no seu carro e evite problemas.

1. Quais são as economias de combustível e vantagens usando nossa Tecnologia de Hidrogênio?
A maioria dos usuários tem economias entre 20 a 30% no consumo de combustível. Há casos de resultados mais altos normalmente em carros mais antigos ou usando o chip HEC em carros com injeção eletrônica de combustível. O hidrogênio reduz o consumo de combustível, forçando o combustível fóssil a queimar de forma mais completa e eficiente. O hidrogênio também ajuda a limpar os depósitos de carbono dentro do motor. As emissões de escape de hidrogênio são água pura. Assim, você economiza combustível, economiza dinheiro e ainda ajuda o meio ambiente.

2. Um sistema de combustível híbrido é mais propenso a ferrugem ou corrosão?
Não. O combustível fóssil [gás ou diesel] produz calor suficiente durante a combustão para vaporizar o hidrogênio ao voltar à água e sair do sistema de exaustão.

3. Esse sistema pode melhorar o desempenho do carro?
Sim, a injeção de hidrogênio em seu motor de combustão interna ajudará na limpeza das partes internas à medida que o motor for ligado. Aumentará o torque e a potência e reduzirá os poluentes de hidrocarbonetos atualmente sendo liberados no ar através de seu escapamento. O hidrogênio queima mais rápido e limpo que o gás ou o diesel dentro do seu motor. Isso faz com que o seu veículo funcione de maneira mais suave, mais longa, mais fria e mais eficiente do que nunca.

4. Funciona com veículos a Diesel, Gasolina ou GPL?
Sim, funciona com todos os veículos com motores de combustão interna.

5. O gerador de hidrogênio causa algum dano a curto ou longo prazo no motor?
Não, o gerador de hidrogênio não causa nenhum problema aos motores.

6. Que tipo de manutenção de rotina está envolvida?
Encher o depósito de água com água destilada, conforme necessário. A cada 1000 km, você precisará de 1 litro de água e adicionar um pouco de eletrólito. A cada seis meses, dependendo da quantidade de uso, recomenda-se drenar e lavar o sistema e substituí-lo por água destilada e catalisador eletrolítico.

7. Qual é o eletrólito usado em geradores de hidrogênio?
O melhor eletrólito é o KOH (Hidróxido de Potássio). Muito barato e fácil de encontrar.

8. A água da unidade congelará no inverno?
Não, se você adicionar cerca de 20-25% de álcool isopropílico à solução do reservatório para evitar o congelamento nos meses de inverno, para locais com temperaturas amenas e tropicais não há a necessidade da adição do àlcool isopropílico.

9. E se não usar água destilada no meu gerador?
A água destilada é basicamente água pura. Outros tipos de água, como água da torneira, água mineral, água do lago, água do mar, etc., funcionarão, mas também rapidamente tornarão o eletrólito “lamacento” devido aos minerais e impurezas da água. O eletrólito lamacento se acumulará nas placas do gerador e atuará como um isolante, o que causará perdas de qualidade de produção de gás hidrogênio. O mesmo acontece com muitos outros tipos de catalisadores, especialmente qualquer catalisador contendo sódio, como bicarbonato de sódio ou hidróxido de sódio. O sódio contaminará rapidamente as placas do eletrolisador e fará com que a unidade se torne ineficaz.

10. O gerador de hidrogênio pode explodir?
Não. A produção de hidrogênio é feita sob demanda. Você terá hidrogênio somente quando ligar a chave e alimentar o circuito de energia do carro, ou seja, quando o quer em movimento. Ao contrário dos tanques de gás pressurizados, há apenas uma pequena quantidade de pressão de hidrogênio no sistema.

11. Em caso de acidente, o Gerador de Hidrogênio irá explodir?
Absolutamente não, tudo que você terá é água e eletrólito no chão.

12. Pode-se usar o gerador de hidrogênio em um gerador de energia?
O Gerador pode ser usado em qualquer gerador de energia.

13. Qual é a vida dos produtos?
Vai depender muito da qualidade de fabricação e dos componentes usados na fabricação de todo o kit de hidrogênio que geralmente compreende o gerador em si, onde as células internas são feitas em aço inox; flanges em nylon para suportar as altas temperaturas do motor; juntas e vedações feitas as melhores são feitas com borracha EPDM onde os limites de temperatura de uso oscilam entre os -40 aos 200°C e tanque de armazenamento de gás com borbulhador eitor com plástico rígido.

14. O tanque de gás de hidrogênio pode explodir?
Não. Se o depósito do gás for feito a partir do que se chama de Tanque Bubbler não haverá problemas algum. Bubblers servem dois propósitos - limpar o gás HHO e agir como uma barreira de segurança. Quando o gás HHO é produzido a partir de uma célula seca, também é produzido algum vapor de água. Este vapor de água pode transportar pequenas partículas de eletrólito que podem causar corrosão prejudicial. À medida que as bolhas de HHO sobem a coluna de água dentro do borbulhador, elas são "filtradas" de quaisquer partículas de eletrólito que foram ligadas ao vapor de água. O resultado é muito mais limpo gás HHO. No caso de um flashback, o bubbler atua como uma barreira de segurança. Se uma chama atingir o borbulhador e acender o HHO que se acumulou no topo, a coluna de água impedirá o HHO de ir para a célula seca porque a chama não pode pular de bolha em bolha.

15. Isso quebra as leis da termodinâmica. Não deve funcionar!
Uma falácia comum é que é preciso mais energia para produzir o HHO do que a energia que ele libera. Isto é verdade em parte quando vemos apenas o processo de eletrólise, mas quando o gás HHO é misturado com o seu combustível habitual dentro do motor, permite que as moléculas de combustível queimam melhor e mais eficientemente, liberando assim muito mais energia do que antes. É por isso que funciona.

16. Pode-se usar um modelo HHO maior em um carro de menor cilindradas?
Sim, você pode usar o modelo imediato acima para o seu carro. A economia de combustível não será muito maior, mas a vida útil do gerador aumentará muito. Para a pequena diferença de preço entre os modelos, talvez seja um bom investimento.
Aqui, entenda-se que um SUV ou uma Pik-up não pode ter um modelo de gerador de hidrogênio que produza gás com uma volumetria para um carro mais pequeno, então compre um kit de hidrogênio para o modelo adquado para o carro onde será instalado.
Hoje em dia há vários modelos de kits de hidrogênio desde para carros, barcos, caminhões, geradores e máquinas de solda.

17. Quais dispositivos de segurança estão nos kits?
Geralmente em um kit seguro deve conter um borbulhador com uma válvula de retenção sem retorno para evitar danos se o motor sair pela culatra. O borbulhador também lavará qualquer vestígio de vapor eletrolítico do gás que está sendo enviado para o motor.

18. Posso usar qualquer tipo de água?
É recomendável usar água destilada ou desionizada, mas em último caso pode-se usar água da torneira, mas ela pode conter muito ferro ou calcário o que a longo prazo pode comprometer o sistema e consequente os rendimentos.

19. Com que frequência devo verificar o nível de água no tanque?
Verifique-o sempre que encher o depósito de combustível do seu carro.

20. A instalação de um kit HHO invalidará a garantia do veículo?
Não. É um dispositivo adicional que pode ser facilmente removido. Como você não está modificando o motor ou o computador, seu kit HHO não anula sua garantia.

21. Meu carro não tem muito espaço sob o capô.
Onde posso instalar o sistema HHO?
Há sempre algum lugar onde uma unidade pode ser instalada. Alguns modelos de geradores de hidrogênio são muito pequenos, do tamanho de uma bateria de moto. Porém o melhor lugar é na frente do carro sob o pára-choque.

22. Quanto custa ter um mecânico para instalar isso?
A instalação no veículo pode ser feita facilmente por qualquer bom mecânico ou por você mesmo. Os mecânicos normalmente gostam da ideia e respondem bem quando veem um manual com instruções de instalação. A instalação depende muito do seu veículo e da taxa horária do seu mecânico. No entanto, uma instalação levará entre 1,5 horas até 3 horas.

23. A injeção de HHO funciona em veículos com Turbo?
Sim. O gás HHO trabalha em motores turboalimentados. Apenas certifique-se de injetar o gás HHO antes do turbocompressor, e não depois.

24. Mas afinal, como o gás HHO funciona no carro?
HHO alternative energy system
Dentro do motor, há pistões movendo-se rapidamente para cima e para baixo a uma taxa constante, gerando energia para o carro. Quando um pistão abaixa, cria um vácuo que suga o combustível e o ar (ingestão). Quando sobe, comprime o combustível (Compressão) e a vela acende (Poder). Um motor idealmente só irá disparar o pistão quando atingir completamente o topo da câmara de combustão. No entanto, a maioria dos motores dispara mais cedo e não queima completamente o combustível. Isso cria ineficiência, aumenta o consumo e cria poluição.

Quando o gás hidrogênio se mistura com o combustível, o pistão pode comprimi-lo completamente antes de entrar em ignição e o hidrogênio extra permite que o combustível queime com mais eficiência, reduzindo a quantidade de resíduos (emissões). Isso também adiciona um pouco mais de potência ao motor, o que aumenta sua eficiência e melhora seu kms por litro.

A adição de hidrogênio na admissão ou a entrada no cilindro do motor a diesel pode melhorar o processo de combustão devido às características superiores de combustão da hidrogenina em comparação aos combustíveis diesel convencionais.

25. E se eu não quiser mais usar o hidrogênio no carro?
Da mesma forma que você converteu seu carro para o sistema de combustível suplementar de HHO, você pode retirá-lo quando achar conveniente, pois o sistema é reversível e você pode colocá-lo de volta para apenas o seu combustível usual, sem qualquer problema.

Legislação, Garantia e Ambiente
Atualmente não há nenhuma legislação sobre o uso de kits de hidrogênio no carro, entendendo-se de que isto não se trata de uma alteração no carro mas sim um complemento, embora não estético.
O que há de errado em fazer algo de bom para o meio ambiente além de economizar dinheiro?Pois além de reduzir as emissões de CO2. Eliminando a poluição e outros resíduos nocivos que os motores convencionais de automóveis produzem.
Reduz também a temperatura no motor. Também melhora o tempo de vida do motor desde a queima de combustível em um estado muito mais frio. Remove os resíduos de carbono dentro do seu motor e evita futuros depósitos de carbono. Menor ruído e vibrações no motor. Efeito do hidrogênio no ciclo de combustão. O motor soará muito mais silencioso do que antes. Isto é devido à maior eficiência de combustão em seu carro. Reduz o consumo de combustível e consequentemente toda a ,digamos, cadeia alimentar da produção do combustível fóssil.

Mais sobre hidrogênio:






Fonte do artigo:
Para maiores informações sobre programa de distribuição e revendedores, válido somente para países da Europa, entre em contato por e-mail para sales@hhoplusgas.com

Metais preciosos nos automóveis

Metais preciosos usados na fabricação de carros
Nós explicamos o papel surpreendente que os metais preciosos desempenham nos carros.
metais preciosos no carro
Ao contrário do que muitos pensam, o ouro esta presente em um pequena quantidade no carro, ele esta contido apenas em alguns componentes como em memórias e em chips no interior da centralina dos automóveis.

Circunstâncias atuais em torno dos automóveis
Os automóveis usam muitos componentes feitos de metais, incluindo aço, alumínio e cobre, mas você sabia que muitas das peças também contêm metais preciosos?
Abaixo, explicamos o papel surpreendente que os metais preciosos desempenham nos carros.

À medida que se tornaram mais comuns, os carros melhoraram a qualidade de nossas vidas. No entanto, eles também deram origem a vários problemas, incluindo o esgotamento de recursos energéticos, o aquecimento global, a poluição ambiental e as questões de segurança. Existem muitos esforços importantes para abordar a preservação do meio ambiente global, incluindo a melhoria da eficiência de combustível e a redução de emissões. Uma vez que os Estados Unidos estabeleceram padrões de emissão de automóveis na década de 1960, a indústria automobilística cumpriu regulamentos cada vez mais rigorosos usando tecnologia avançada. Além disso, a inovação tecnológica para automóveis está em contínua demanda, já que os regulamentos Euro 6 entraram em vigor em países da UE em setembro de 2014, com controles ainda mais rigorosos sobre emissões de partículas (PM) e óxidos de nitrogênio (NOx). Esses desenvolvimentos estão ocorrendo não só em países desenvolvidos, mas também estão se expandindo para países que estão passando por motorização, como China, Tailândia, Brasil e outras regiões.

As vendas gerais de automóveis de próxima geração, como veículos elétricos e veículos de células de combustível, começaram e as circunstâncias em torno dos automóveis estão prestes a entrar em um período de grandes mudanças. Em 2010, a produção global de automóveis foi de 80 milhões de veículos, e este número deverá aumentar para 200 milhões até 2050. A produção anual de veículos com motores alternativos, incluindo veículos híbridos, deverá atingir 130 milhões de veículos em 2040.

Tabela periódica que mostra a composição de metais usados em um automóvel
oscaro

Principais metais preciosos usado no carros:
principais metais preciosos usado no carros
A maioria destes metais estão nos sensores e nos catalisadores.

As funções dos metais preciosos que são essenciais para os automóveis
À medida que os mercados automotivos em todo o mundo continuam a expandir, serão aplicados requisitos cada vez mais rigorosos aos automóveis, incluindo o uso de menos recursos, redução de emissões e segurança e conforto aprimorados.

À medida que as unidades de poder se tornaram cada vez mais diversificadas nos últimos anos, estão sendo feitas demandas maiores, incluindo motores de injeção direta, motores com sobrealimentação reduzida, motores diesel limpos e sistemas híbridos. Além disso, as demandas de melhor eficiência de combustível, desempenho de saída, durabilidade e confiabilidade que mantêm o desempenho nos ambientes mais severos e o melhor desempenho ambiental que reduz os poluentes ambientais nas emissões até o ponto de tornar os veículos inofensivos. Os metais preciosos são usados ​​em várias peças de automóveis para atender a essas demandas abrangentes.

Unidades de motor
As peças de automóveis que utilizam os metais mais preciosos são as unidades de motores, o coração do automóvel. Os metais preciosos são encontrados na unidade de bomba de combustível que fornece combustível para o motor, sensores que medem a quantidade de combustível, equipamentos de injeção de combustível e velas de ignição que inflamam a mistura de combustível e ar na câmara de combustão do motor. Eles também são usados ​​nos sensores de emissão e sensores de oxigênio que impedem a liberação de poluentes ambientais em emissões, incluindo hidrocarbonetos (HC), monóxido de carbono (CO), óxidos de nitrogênio (NOx) e partículas (PM).
A  centralina eletrônica, controla o motor para manter as condições ideais e os inúmeros sensores que detectam e medem várias informações que a Unidade de Controle do Motor (em inglês ECU - Engine Control Unit) necessita para funcionar, também usam metais preciosos.

Principais peças que utilizam metais preciosos:
onde estão os metais preciosos nos automóveis, oscaro
1. Unidade de controle do motor (ECU),
2. Remetente de combustível,
3. Sensor de posição do acelerador,
4. Sensor de aceleração,
5. Sensor de fluxo de ar,
6. Injetor de combustível,
7. Sensor de pressão,
8. Velas de ignição,
9. Sensor de oxigênio,
10. Catalizador de controle de emissão de gases de escape,
11. Sensor de temperatura do gás de escape.
Comutadores
Os relés, que detectam o estado de ligar/desligar de vários interruptores ou a posição dos interruptores multi-etapas utilizados para vários dispositivos, como janelas elétricas e ar-condicionado, utilizam metais preciosos para permitir a circulação de eletricidade. O número desses relés está aumentando, pois eles têm alta confiabilidade para suportar diferenças extremas de temperatura no interior do veículo, variando de -30° C a 90° C. Além disso, os contatos elétricos que usam metais preciosos como a prata possuem maior condutividade, durabilidade e confiabilidade e são compatíveis com uma ampla gama de cargas a partir de correntes de minutos.

Peças de carro que utilizam metais preciosos:
onde estão os metais preciosos nos automóvei, oscaro
1. Interruptor rotativo
(Sinais direcionais, faróis, limpadores de pára-brisas, etc.);
2. Botões de controle
(Janelas eléctricas, ar condicionado, sistema estéreo, sistema de navegação, etc.).

Outras Partes
Uma ampla gama de peças de automóveis usam metais preciosos.
onde estão os metais preciosos nos carros, oscaro
1. Filme reflexivo em espelhos interiores e laterais;
2. Conectores de fio de ligação.

Reciclando os metais preciosos contidos nos carros:
oscaro
Os metais preciosos são usados ​​em várias peças de automóveis como discutido acima, os veículos em fim de vida tornaram-se em um recurso valioso através da reciclagem.
Existem de 3 a 7 g de platina em uma tonelada de minério natural, cerca da quantidade em um único anel, o suficiente em cerca de quatro automóveis inteiros, incluindo o catalisador usado em sistemas de purificação de emissões.

À medida que o uso de TI e equipamentos elétricos em automóveis aumenta, os metais preciosos continuarão a desempenhar um papel importante como matéria-prima usada em autopeças. Ainda mais metais preciosos serão necessários à medida que o maior desempenho ambiental é exigido e o número de veículos continua a crescer. Sob as circunstâncias, estoques estáveis ​​de metais preciosos e redução de custos são cruciais para manter a produção de automóveis.

Fonte:

Metais preciosos usados nas velas de ignição

Antes, saiba como escolher velas de ignição
Mais do que conhecer os tipos de velas de ignição, você deve saber quando se trata de mudar e quais as velas de ignição que são adequadas para o seu veículo.
Na hora de mudar é ideal que escolha as velas recomendadas no manual do proprietário. O fabricante sabe exatamente o que cada motor precisa, e as velas de ignição previstas atenderão exatamente a essas necessidades.

Você pode ter ouvido que mudar velas de ignição para mais cara terá algum desempenho ou vantagem de eficiência. Embora isso seja às vezes o caso em certos motores modificados, geralmente o melhor é optar por plugues especificados de fábrica.

Conheça  no final do artigo os metais preciosos usados nas velas de ignição
Vela de ignição com platina
Mesmo assim você ainda quer mudar as suas velas de ignição?
Aqui está o que você precisa saber sobre a diferença entre elas

Conheça os dois fatos mais importantes sobre a vela de ignição:

1º - as faíscas gostam de saltar do ponto mais afiado do eletrodo central para o ponto mais afiado do eletrodo lateral. Então, você quer um plugue que mantenha sua ponta afiada por mais quilômetros. Então, metais preciosos como platina e irídio são mais duros e têm temperaturas de fusão mais altas do que os eletrodos de liga de níquel encontrados em velas tradicionais de cobre.

2º - quanto menor o diâmetro do eletrodo central, menor será a tensão necessária para iniciar a faísca. Mantenha essas dicas de compras em mente ao analisar as melhores velas de ignição para o seu veículo.

Na maioria dos casos, você deverá fazer uma escolha de pelo menos quatro tipos diferentes de velas de ignição, e de pelo menos três fabricantes diferentes.
Como você sabe quais são as melhores velas de ignição para comprar?
Explicaremos ainda mais as diferenças entre as velas de platina, as velas de cobre, as velas de irídio e outros tipos de vela de ignição. Além disso, daremos alguns conselhos sólidos sobre quais são as melhores velas de ignição para seu veículo.

"Vela de ignição de cobre" é um termo usado por erro para uma vela de ignição de material padrão. Uma vela de ignição de material padrão usa tradicionalmente um material externo de liga de níquel fundido em um núcleo de cobre. Quase todas as velas de ignição usam um centro de núcleo de cobre para conduzir a eletricidade e dissipar o calor. No entanto, como material do eletrodo externo, o cobre não seria uma boa escolha, pois é macio e tem um baixo ponto de fusão (resultando em um plugue que duraria minutos, e não milhas). Quase todas as velas de ignição, incluindo metais preciosos irídio e platina, possuem núcleo de cobre.

Vela de ignição de níquel

(vela de ignição com núcleo de cobre e pontas revestidas de níquel)

As velas de ignição de cobre têm um núcleo de cobre sólido, mas a extremidade do eletrodo central é na verdade uma liga de níquel de 2,5 mm de diâmetro. Esse é o eletrodo de maior diâmetro de todos os tipos de vela de ignição. Lembre-se, quanto menor o diâmetro, menor a tensão necessária para iniciar a faísca. A liga de níquel também é mais suave do que a platina ou o irídio, de modo que a ponta afiada quando você tira da caixa tende a se desgastar rapidamente. Apesar dessas falhas, as velas de cobre são ainda uma boa escolha para determinadas aplicações. As velas de ignição de cobre são melhores para veículos antigos (pré-80) com sistemas de ignição baseados em distribuidores de baixa tensão. Não use tampões de ignição de cobre em sistemas de ignição com sistema de ignição (DIS) ou com bobina de encaixe (COP) de alta energia. Eles vão se desgastar muito rápido.
Há uma exceção a esse conselho. Alguns motores de alto desempenho de modelo tardio foram projetados especificamente para velas de cobre. Nesses casos, as velas de cobre são consideradas como velas de alta performance. Se o manual do seu carro indicar velas de cobre, não atualize para velas de platina ou velas de irídio.

Vela de ignição de platina "simples"
velas de ignição de platina simples
(vela de ignição de platina com ponta simples)

Uma única vela de platina é basicamente denominada após uma vela de cobre com um disco de platina soldado à ponta do eletrodo central. Uma vez que a platina é mais dura do que a liga de níquel, ela mantém a sua ponta afiada por até 100.000 milhas. As velas de platina também funcionam um pouco mais quentes, evitando o acúmulo de depósitos da vela de ignição e a incrustação.

As velas de platina são geralmente as melhores velas de ignição para veículos mais novos com sistemas de ignição baseados em distribuidores eletrônicos (DIS). Se o manual do seu proprietário recomenda as velas de platina, não faça downgrade para as velas de cobre para economizar dinheiro. No entanto, você pode atualizar para "velas de platina duplas" ou "velas de irídio".

Vela de ignição de platina "dupla"
velas de ignição de platina dupla
(vela de ignição com ponta de platina dupla)

As velas de platina dupla foram projetadas para DIS ". Em um sistema de centelha de resíduos, a faísca salta do eletrodo central para o eletrodo lateral para o cilindro que está no curso de compressão. Para retornar o impulso elétrico de volta a bobina de ignição, a faísca salta para trás (de lado a centro) no cilindro parceiro. Uma vez que o cilindro parceiro está no seu curso de exaustão, nada se acende e a faísca é "desperdiçada". Você não pode usar velas de platina ou velas de cobre tradicionais nesses sistemas porque os eletrodos laterais não são projetados para lidar com a faísca inversa . Mas as velas de platina dupla, com um disco de platina soldado ao eletrodo lateral, funcionam excepcionalmente bem. Ambos os discos de platina central e lateral permanecem afiados, permitindo que as faíscas voltem facilmente em ambas as direções sem causar desgaste rápido dos eletrodos.

Se o seu manual do proprietário recomenda as velas de platina dupla, essas são as melhores velas de ignição para usar. Nunca rebaixe para velas de platina ou velas de cobre. No entanto, você pode atualizar para um plugue de combinação de irídio / platina (um eletrodo central de irídio com um eletrodo lateral com ponta de platina).
No curso de compressão a centelha dispara do eletrodo central para o eletrodo lateral.
No curso de escape do cilindro parceiro, a centelha dispara do eletrodo lateral para o eletrodo central.

Vela de ignição de iridium
velas de ignição de irídio
(vela de ignição de alta performance com ponta de platina e iridium)

O irídio é mais duro que a platina e, na maioria dos casos, as velas de irídio duram cerca de 25 por cento mais do que as velas de platina comparáveis. Como o irídio é caro, os fabricantes de velas de irídio reduzem o diâmetro do eletrodo central para 0,4mm. Além de economizar dinheiro, o eletrodo central de "fio fino" em velas de irídio aumenta a eficiência de queima.

Muitas montadoras requerem velas de irídio ou velas de ignição combinadas com irídio / platina para sistemas de ignição (COP). Se o manual do seu proprietário especifica as velas de irídio, não faça downgrade para velas de platina ou mesmo velas de cobre. Eles não funcionarão tão bem quanto as velas de irídio neste caso.

Metais preciosos usados nas velas de ignição:
Diferentes elementos e combinações nas velas de ignição
Ouro
Ouro/paládio
Prata
Níquel
Crômio
Ítrio
Tungstênio
Polônio*
*(o polônio é um elemento radioativo e tóxico e o seu manuseio é muito perigoso)


Fontes:

Como fazer hidrogênio com Coca-Cola

Como um motor de 2 tempos funciona com Coca-Cola

 A equipe do Canal Experimental Fun desta vez fez uma experiência em que pôs um motor de 2 tempos funcionar com Coca-Cola.
Basicamente o líquido da Coca-Cola que tem água, vai reagir com o alumínio e com o hidróxido de sódio para formar o gás Hidrogênio.

As reações químicas são as seguintes:
Alumínio + água 2Al + 6H2O = 2Al (OH) 3 + 3H2
Alumínio + água + Hidróxido de Sódio 2Al + 2NaOH + 6H2O = 2NaAl (OH) 4 + 3H2

O alumínio vai reagir naturalmente com a água, mas rapidamente irá formar um óxido de alumínio na superfície de alumínio que o protege da água.
O hidróxido de sódio vai limpar o óxido de alumínio das latas para que ela posa reagir com a água que está na fórmula da coca-cola, quando isso acontece ela libera grandes volumes de gás hidrogênio.
A reação fica quente e pode produzir muito vapor e vapores químicos, sendo assim o gás foi canalisado através de uma longa tubulação primeiro agindo como um condensador para ajudar a eliminar o vapor e, em seguida, através de um borbulhador de água e filtro de carbono para ele limpar qualquer resto de vapores químicos.
O hidrogênio então funciona na entrada do motor e é usado como o combustível para fazer funcionar o motor.

Assista ao video completo a seguir:

O que aconteceu no video da Experimental Fun foi o que já mostramos no artigo do link a seguir:

Outros artigos sobre o hidrogênio (HHO):

Fontes:

Como fazer células de combustível de hidrogênio HHO

Como transformar água em combustível para carro


...aprenda a fazer um gerador de hidrogênio paso a paso...
Como construir um gerador de combustível usando água e eletricidade que irá converter a água da torneira em um poderoso gás de queima limpa.

Um gerador oxyhydrogen, como este, usa eletricidade da bateria de carro para separar a água em gases hidrogênio e oxigênio. Juntos eles fazem um combustível que é muito mais poderoso do que a gasolina, e a única emissão liberada é vapor de água.

Como fazer gerador de hidrogênio caseiro:
Para este projeto, você vai precisar de aço inoxidável e alguns acessórios para tubos de poliuretano e de PVC
Utilize aço (304 - 316L) inoxidável de calibre 20, e com a ajuda de um punção hidráulico, faça furos precisos nas partes superiores e inferiores das placas.

Faça 12 placas medindo 3"x 6", 4 placas em 1-1 / 2"x 6", e três 1"  6", 4-1 / 2 "e 3 1/4 ".

Use uma lixadeira de cinta para suavizar as bordas irregulares ao redor dos buraco.

Em seguida use lixa de areia 100 lixa de areia cada uma das placas na diagonal. Você pode ver o padrão de "X" I lixado em ambos os lados das placas. Isto aumenta a área da superfície da placa, e irá ajudar na produção de mais gás.

As placas são unidas nesta configuração, utilizando hastes de plástico, anilhas de plástico e porcas de aço inoxidável para fazer as ligações eléctricas adequadas.

Em seguida, foi anexado no topo uma ficha ABS de 4" (101,60mm) com parafusos de aço inoxidável.

O gerador principal está terminado. Agora fazer o corpo.

O corpo é feito de dois conjuntos de parafusos de 4" ABS limpos, e com um 4 porcas e anilhas com um deles invertido e cimentado no fundo. Um tubo de acrílico grosso para o corpo e as placas do gerador e uma tampa de rosca. Um borbulhador de água é feita de forma semelhante, mas para o lado.


O borbulhador é feitos a partir de sucata de acrílico ou tubagens PVC, e colado ao lado do corpo.

O tubos de poliuretano, e uma válvula de retenção de uma via é adicionado ao topo do cotovelo, certificando-se que a válvula permitirá que o gás saia para fora, mas nada de voltar.

Eletrólito para gerador de hidrogênio:
O eletrólito é água destilada e cerca de 2-4 colheres de chá de KOH (hidróxido de potássio).

NOTA:
Sal ou bicarbonato de sódio também pode ser usado, mas podem sujar as placas ao longo do tempo.
 

A água é adicionada ao bubbler, em seguida, a tampa é colocada de volta, e os tubos de polietileno e PVC são ligados. 


Depois testá-lo com uma bateria de 12 volts e um cabo de ligação.


O gás que está se formando é recolhido em uma pequena garrafa PET para o teste.

As queimaduras de gás tão rápido que é quase explosiva, e a garrafa dispara para baixo da rua.

Instalado em um veículo, uma célula de combustível de hidorgênio se transforma em água, e isso é bom para o ambiente.

A água já neste sistema deve ser capaz de produzir vários milhares de litros de combustível hidrogênio. Para recarregá-lo, basta adicionar mais água com o eletrólito.

Assita ao video completo de como fazer uma célula de hidrogênio para carro:
(Certifique-se de adicionar as "legendas" e depois colocar a traduzi-las nas configurações do video)

Fontes:

Como ser motorista no Uber

Como ganhar dinheiro com o Uber
Esta desempregado?

Tem um carro novo?
Esta ainda pagando o carro?
Conhece bem a cidade onde mora?
___Uber te ajuda a ganhar dinheiro e ter um trabalho em tempo integral___
Mesmo se for taxista, Uber ajuda-o a ter mais clientes.
Como ganhar dinheiro com o Uber
Uber é um serviço de táxi por encomenda que permite que você solicite motoristas particulares através de aplicativos em dispositivos Android e iPhone. O serviço utiliza um programa que funciona como central de atendimento para enviar o motorista profissional mais próximo até o seu local. Não pense que isso é algum tipo de serviço de lotada ou táxi comum - o Uber enviará um confortável carro preto executivo. O serviço oferece uma solução de pagamento que cobra automaticamente o valor do percurso e gorjeta no cartão de crédito registrado em sua conta. Esse artigo vai guiá-lo pelo processo de cadastramento de novo motorista do Uber.

É uma forma legal de ganhar dinheiro

Encontre cidades ou áreas que precisem de novos motoristas com urgência no fim deste artigo.

Cadastrando-se no Uber como motorista
SEJA MOTORISTA DO UBER E GANHE DINHEIRO nos seus tempos livres
Use o Código promocional: 3gu7h2myue



Leia os termos e condições do serviço
Certifique-se de que você concorda com os termos e política de privacidade do serviço antes de continuar.



O que você vai precisar?
Carta de Condução válida
Certificado do Registo Criminal
Apólice de Seguro de Acidentes Pessoais (Condições Particulares)
Apólice de Seguro de Responsabilidade Civil e/ou Profissional
Cartão do Cidadão/BI (Bilhete de Identidade) - Portugal
RG (Registro Geral de Identificação) - Brasil
Alvará

Não tem carro para ser motorista do UBER?
Em alguns mercados, onde os acordos de locação para veículos estão disponíveis, a única exigência para a condução de Uber, com excepção idade apropriada, saúde e capacidade de conduzir, é passar uma verificação de antecedentes. Tanto um smartphone, chamado de "dispositivo" por Uber, e um veículo podem ser alugados.

Fonte:

Brasil:
Atualmente o Uber está presente nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Goiânia, Porto Alegre, Guarulhos, Curitiba, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Portugal:
Lisboa e Porto

Como recuperar platina de velas de ignição

Extrair platina de velas de ignição não é tarefa fácil como nos mostra o video a seguir:


NOTA:

"Eu tenho feito algumas pesquisas recentemente sobre a recuperação da platina de velas de ignição. Eu assisti um documentário na Nat Geo de "Meltdown", onde o sujeito tenta recuperar platina das sucatas de velas de ignição, no entanto estive a ler os comentários e não me convenci de que é assim fácil, fácil".

Para saber onde estão os metais preciosos é preciso antes conhecer por inteiro o que é e como e feita uma vela de ignição.
A parte valiosa do tampão é uma pequena inserção em torno da extremidade de um núcleo de cobre. Historicamente, isso tem sido feito de ouro, platina, iridium ou paládio.
Dizer o que está em cada plug individualmente seria difícil pois depende muito de cada fabricante. Deverá se informar sobre os modelos de que você quer recuperar, porém, geralmente na parte da cerâmica há indicações dos materiais usados ou códigos os quais deverá aceder o site do fabricante para ter maiores informações.
Name:  spark_plug_diagram.jpgViews: 11083Size:  39.2 KB

Se quiser fazer dinheiro com isto terá que ter montes de velas de ignição, pois a quantidade de platina e outros materiais preciosos nelas é pouca, mas tendo em vista o preço da platina no mercado é bem tentador, no entanto como disse terá que ter um grande quantidade de velas. Se você trabalhar em uma oficina, apenas junte-as, e se você não tiver, poderá recolher velas em várias oficinas e ir separando por marcas e modelos.
As velas de prata são de alto rendimento e pouco fabricadas devido ao alto preço deste metal.

Os metais preciosos estão nos eletrodos centrais e laterais
O núcleo de uma vela de ignição contém cobre que em quase todos os modelos são revestidos com níquel mesmo as de metais nobres, na verdade os metais preciosos estão nos terminais centrais e laterais de uma vela de ignição e é dai que se deve ser retirados estes metais para recupera-los.

Eletrodo central:
O eléctrodo central é ligado ao terminal através de um fio interno e geralmente uma resistência em série de cerâmica para reduzir a emissão de ruído de RF a partir da formação de faíscas. A ponta pode ser feita de uma combinação de cobre, de níquel-ferro, cromo, ou metais nobres. No final de 1970, o desenvolvimento de motores atingiu um estágio onde a faixa de calor de ignição convencional conecta com eletrodos sólidos centro de ligas de níquel foi incapaz de lidar com suas demandas.

Eletrodo lateral (solo, terra):
O eletrodo lateral é feito de aço níquelado de alta qualidade e é soldado ou forjado a quente para o lado do metal. Alguns modelos têm fornecido um núcleo de cobre a este electrodo, de modo a aumentar a condução de calor. Múltiplos eléctrodos secundários também podem ser usados, de modo que eles não se sobrepõem o eléctrodo central.

Conheça os metais preciosos usados nas velas de ignição:
http://www.oficina70.com/2017/10/metais-preciosos-usados-nas-velas-de.html

Propriedades dos materiais utilizados em Velas de Ignição
Materiais / Condutividade Térmica W / (m • K) / condutividade elétrica MS / m
Silver / 407/66
Cobre / 384/57
Ouro / 310/45
Iridium / 147/18
Platina / 70/10
Níquel / 59/10
Aço / 58/7

W / (m • K) = Energia por metro e Kelvin (1 kcal / (m h • • grd) = 1,163 W / (m • K)
MS / m = mega Siemens por metro (1S m / mm2 = 1MS / m), (1S = 1/3)

Velas de ignição radioativas


A Firestone comercializou plugues com polônio na ponta, sob a teoria (questionável) de que a radioatividade ioniza o ar no espaço, facilitando a formação de faíscas.

Mas como recuperar a platina?
Com água régia seguindo os mesmos passos para recuperação do ouro e depois recuperando a platina da AR.
Como fazer a água régia:
http://www.oficina70.com/2015/05/como-fazer-agua-regia.html
http://www.oficina70.com/2017/11/recuperacao-de-ouro-por-agua-regia.html


Fontes:

Segue oficina70.com