O que faz uma pedra preciosa ser rara

O que faz uma pedra preciosa rara?
Como a raridade é medida no comércio de joias e pedras preciosas.
tanzanita, pedra preciosa rara
O termo "raridade" deriva do latim rarus que significa "distante" ou "raramente encontrado". Como esses itens são incomuns, eles geram interesse ou valor.

Diamante
Até o final do século 19, quando os diamantes foram descobertos na África do Sul, essas gemas extraordinárias e belas foram encontradas em apenas alguns lugares ao redor do mundo, e só então em pequeno número, amplamente dispersas pelos rios e pela ação da água. Naquele momento, a verdadeira definição de rarus poderia ser facilmente aplicada a esta pedra.

Isso mudou em 1867, quando a descoberta da Eureka e, em seguida, da Estrela da África do Sul precipitou o que ficou conhecido como "Nova Corrida do Diamante", enquanto garimpeiros invadiram a área de Kimberley para buscar riquezas, a decoberta deste dois diamantes marcou o início da Revolução Mineral na África do Sul e no mundo.

De repente, os diamantes se tornaram muito mais abundantes do que nunca. Como cada pedra extra minerada pode ser usada de alguma forma, seja como uma jóia cintilante ou como um abrasivo na indústria, um grande trabalho foi dedicado a extrair toda a pedra possível dos recursos disponíveis ao longo dos anos.

Hoje, os diamantes estão no topo das listas de pedra de gemas extraídos em todo o mundo, apesar do fato de que existem apenas algumas localidades onde eles estão disponíveis.

Mas Diamantes são verdadeiramente raros?
Vamos considerar isso. Quase todas as pedras de gemas que consideramos preciosas se formam dentro ou muito próximos da crosta terrestre. Os diamantes crescem em uma área da Terra que não temos absolutamente acesso a eles.

Eles vieram à superfície através de eventos geológicos extraordinariamente raros, cataclísmicos, o último dos quais ocorreu aproximadamente há 20-60 milhões de anos atrás. Os que vieram à superfície é provavelmente o que teremos acesso.
Porém, os diamantes não são das pedras mais raras, diamantes raros são os de qualidade gemológica, como já explicamos AQUI.

Pedras preciosas mais raras
Existem alguns materiais que ainda são relativamente desconhecidos no mundo das pedras preciosas. Entre estes estão a Painita e Grandiderita.
Certas gemas podem ser considerados raras porque podem ser encontradas apenas em uma localidade. Um exemplo é o agora bem conhecido material Tanzanita, que só pode ser encontrado em Merelani, na Tanzânia.

Painita
Painite by Rob Lavinsky, iRocks.com
Painita da coleção de Rob Lavinsky, iRocks.com 
Destes, a painita, um material transparente com cor tipicamente vermelho-alaranjado a vermelho acastanhado, semelhante ao topázio, e mostra diferentes matizes em diversos ângulos e, ainda, uma linda tonalidade verde fluorescente. É provavelmente a pedra preciosa mais rara no mundo, com apenas alguns exemplos lapidados facetados sendo conhecidos em todo o mundo.
Este raro cristal só é encontrado em Mogok, Myanmar.
Descoberta em 1950 em Burma pelo britânico Arthur Charles Darvy Pain, com apenas duas pedras encontradas. Alguns anos depois mais exemplares foram achados, mas nenhum tão claro e belo quanto as primeiras.  Devido a sua extrema raridade, todos os exemplares conhecidos deste mineral são numerados e contabilizados. A amostra número 5 pesava 2,54 quilates e foi facetada na forma oval. Os preços da Painita variam muito e um quilate pode chegar US$ 5.500,00.
Painita são tão raras, que os exemplares encontrados e catalogados não chegam a um milhar, sendo que mais raro ainda nestas que foram encontradas são as que tem a qualidade gemológica.

Grandiderita
Grandidierite by Rob Lavinsky
Grandidierita de Rob Lavinsky
Enquanto a grandiderita era considerada um material raro, a descoberta de um depósito desta linda gema translúcida verde-azulada em Madagascar em 2012, espera-se que mais deste material chegue ao mercado em breve.
Como as raras pedras Alexandrita e Tanzanita, o Grandidierite muda de cor na luz, e pode transmitir as cores azul, verde e branco.

Tanzanita
tanzanite by www.pegmatite.ru
Tanzanita, foto de www.pegmatite.ru
Esta linda pedra preciosa com seus tons pleocróicos de violeta e intenso azul-arroxeado capturou os corações do público de compra de jóias desde sua descoberta em 1967 - 100 anos após a descoberta dos diamantes no mesmo continente.
Esta gema popular e valiosa, sobretudo por sua cor e raridade (é 10.000 vezes mais raro que o Diamante). Digno de realce é o forte tricroísmo que apresenta (azul safira, violeta e verde dependendo da orientação do cristal). No entanto, a maior parte da tanzanita recebe tratamento térmico artificial para melhorar a sua cor, o que reduz significativamente esse tricroísmo.
A Tiffany & Co. teve um papel fundamental tanto no seu baptismo, como na sua apresentação ao mercado e subsequente promoção.
Tem cor azul-safira, devida ao vanádio (tem 0,02%V). É transparente, tem dureza 6,5 a 7,5 na escala de Mohs, índice de refração 1,690 a 1,700 e birrefringência 0,010.

Lapidadores sem experiência, não trabalham pedras raras
Outra definição de "rara" é a de um item ser "extraordinariamente bom ou notável". Em um mundo onde novos depósitos de gemas parecem ser descobertos todo mês, essa é potencialmente a aplicação mais relevante do termo "raridade" no negócio como um todo.
Embora haja uma saturação geral de pedras no mercado, são aquelas peças extraordinárias como estas acima que se destacam e que comandam a maior conveniência e, consequentemente, os preços mais altos. Pode-se dizer que elas são as melhores das melhores.

Diante disso, pedras raras e de qualidade gemológica que se distinguem por sua extrema pureza ou clareza, tamanho grande e beleza de cor são compreensivelmente considerados raros e altamente desejáveis. Essas pedras cresceram na natureza, e conseguiram superar os rigores de sua jornada explosiva até a superfície da Terra, sendo depois descobertas por mineradores sortudos que as obtiveram através de perfuração e/ou detonação que tipifica geralmente o processo de mineração, e depois sendo lapidado com tão esplêndido cuidado e precisão para ganhar o cobiçado "Triplo X" de excelente simetria e proporções nas mãos de um mestre artesão é algo tão escandalosamente improvável que esses materiais possam ser considerados os mais raros dos raros.

Este é um pequeno exemplo de algumas das pedras preciosas mais raras no mundo para definir o que faz uma pedra ser rara.

Fontes:

Sem comentários :

Segue oficina70.com