Como identificar falsificações de pedras

Como identificar algumas falsificações de pedras preciosas
Fake Gemstones and Crystals

Quando você compra cristais, está querendo receber cristais reais e não algo que tenha sido fabricado em um laboratório ou fábrica. Infelizmente, há muitos cristais falsos por aí, com muitos deles copiados de forma tão brilhante que até mesmo os especialistas não conseguem ver a diferença à primeira vista.

Então, como pode um não-especialista dizer se seus cristais são reais ou não?
Não sabemos dizer apenas olhando fotos, mas vamos te ajudar a não comprar gato por lebre. 
Como identificar algumas falsificações de pedras preciosas
A primeira advertência seria NÃO comprar on-line da China ou da Índia.
A China é bem conhecida por suas fábricas fakes, onde produz cristais falsos e passa-os como verdadeiro. Além de sites chineses como o AliExpress/Alibaba, outros sites vendem pedras falsificadas para colecionadores como o e-Bay ou o Etsy.
Entenda que a culpa não é dos sites que as vendem, mas de quem os fabrica e coloca no mercado como pedras verdadeiras, lubridiando assim o consumidor.

Uma coisa a observar é se parece bom demais para ser verdade, então provavelmente é. Se for ridiculamente barato, pergunte-se por que eles estão vendendo-os a esse preço. Se parece plástico, pode ser exatamente isso. Se você tem um cristal de quartzo, está frio ou quente? O quartzo real ainda deve ser legal ao toque, mesmo em um dia muito quente. Os cristais de calcita devem ser cerosos.

Outra coisa a observar são cores e padrões não-naturais que são perfeitamente simétricos, isso pode ser uma indicação de cristais falsos. A Mãe Natureza não é conhecida por produzir cristais com a mesma forma e tamanho, com padrões perfeitamente idênticos. Cristais que vêm da terra são belos porque são todos diferentes, diferentes cores, tamanhos e padrões diferentes.

Se você está comprando jóias com pedras ou cristal cravados e que são rotulados como prata esterlina, certifique-se de que a peça está marcada com o selo 925. Se não é, então é melhor questionar a autenticidade da "peça inteira".

Quartzo é a pedra mais falsificada
Desconfie principalmente de peças de quartzo, pois pode se tratar de um vidro que foi derretido e muitas vezes contém cores neon vibrantes adicionadas.
Quartzo com nome de fruta (morango, cereja, abacaxi, mirtilo, etc...)
Cristais frutados são geralmente uma dica do FAKES! Eles são tipicamente tingidos ou vidro. Às vezes, o fogo natural vermelho ou o quartzo arlequim podem ser apelidados de “morango” pelo vendedor, mas como aqueles na geo-comunidade igualam o nome frutado ao vidro artificial, a maioria dos vendedores e compradores que o conhecem ficam longe de chamá-lo assim.

Se você está tentando verificar se um cristal foi tingido ou não, dê uma olhada em quaisquer rachaduras ou marcas dentro do cristal. Normalmente, se eles foram tingidos, haverá um acúmulo de cores nessas áreas.

Quartzo de vidro e Quartzo enhydro
Quartzo de vidro vai ter bolhas de ar, é um cristal falso, não um cristal de quartzo real.
A diferença entre um cristal Enhydro (contendo bolhas com água) de um quartzo de vidro é que no quartzo de vidro as bolhas de vidro geralmente são muito pequenas, esféricas e não têm movimento dentro (portanto, sem água).
Já um quartzo enhydros terá bolhas que tem água se movendo dentro deles e eles geralmente são de formas estranhas mas natural e tendem a ser maiores.

Outras pedras que são facilmente falsificadas com vidros coloridos são a opala, pedra da lua, pedras do sol, etc.

Lista de algumas pedras que são falsas ou não naturais:
Ágata Azul:
Como identificar as falsificações de pedras
Fatia de ágata tingida de cor azul
Ágata azul talves seja uma das pedras mais falsificadas, cristais de ágata azul são peças tingidas. Os verdadeiros cristais naturais de ágata é a chamada ágata de renda azul bandada, sendo que o azul é muito claro.

Ágata Arco-Íris:
Como identificar as falsificações de pedras
Ágata é um dos cristais facilmente tingidos. Nem todas as ágatas são tingidas. Mas se você vê ágatas como ágata azul, vermelha, laranja, roxa, 99,9% é uma farsa. A imagem (em cima) é uma fatia de ágata azul tingida enquanto na imagem (abaixo) é uma ágata de renda azul natural.
Ágata bruta de renda azul da Namíbia
Ágata bruta de renda azul da Namíbia
Conheças as variedades de ágatas verdadeiras na natureza:

Quartzo Craquelado:
Estes são muito famosos nas lojas de presentes ou museus ou nas seções "encha um saco" de cristais. O que eles fazem é pegar um quartzo de baixo grau, aquecê-lo, colocá-lo em um banho de tintura e agitá-lo novamente. O quartzo craquelado têm as propriedades do quartzo, mas aos que são adicionados corantes pode afetar as suas propriedades.

Howlita Azul:
Infelizmente turquesa real é agora muito raro e geralmente muito caro. Um pequeno pedaço de turquesa vai custar mais de um dólar ou dois. A forma mais comum de falsificar "turquesa" envolve geralmente a howlita que é tingida para parecer turquesa. Howlita é usado porque tem 'veias' correndo por ele, o que é muito parecido com turquesa real.
Como identificar as falsificações de pedrasComo identificar as falsificações de pedras
A imagem acima (à esquerda) é de uma howlita azul que foi tingida. A cor desbotou depois que ficou na chuva por alguns meses! À direita está howlita branca verdadeira.
Howlita tingida de azul é vendida com o nome de Turquenita.
Saiba mais sobre a howlita clicando no link a seguir:

Magnesita:
A magnesita parece muito semelhante à turquesa quando está tingida. O mesmo acontece com o howlite. A Howlite e a Magnesita podem ser tingidas em um amplo espectro de cores fortes, incluindo uma cor azul clara que imita a aparência de turquesa.
Como identificar as falsificações de pedras
Um sinal revelador de magnesita tingida é uma rachadura muito profunda.

Goldstone Azul:
Goldstone azul é um cristal feito pelo homem, no entanto, tem partículas de cobre natural nele. Diz a lenda que ele foi feito primeiramente por monges que acidentalmente derrubaram aparas de cobre no vidro derretido! O método de falsificação é igual à pedra da lua, pedra do sol, opala (opalina).

Citrino:
Citrino natural é uma variedade de quartzo e em seu estado natural é raro, por culpa disto é uma pedra muito cara sendo uma das pedras preciosas mais falsificadas.
A maioria dos citrinos no mercado é citrina tratada termicamente devido à dificuldade em obter citrinas naturais. Citrino tratado termicamente é uma ametista que foi colocada em um forno e cozida tanto que mudou de cor. No entanto o cozimento da Ametista a altas temperaturas pode significar que o cristal pode enfraquece e quebrar facilmente.

Aura Quartzos:
Como identificar as falsificações de pedras
Aura de Anjo, Opala Aura, Aura de Chama, Tanzan/Tanzanita Aura, Aura de Tangerina, Aqua Aura, Titanium Aura, Rubi Aura, etc. São alguns dos nomes de quartzos que foram tingidos com aquecimento.
Quer saber como eles fazem isso?
Eles pegam quartzo, aquecem, ligam com metais (ouro, titânio, etc.) e aquecem em uma câmara de vácuo (mais de 900 fahrenheit) mas às vezes não sai muito bem. Isso porque eles perdem muito quartzo durante o processo. É por isso que é tão caro!

Anandalite ™:
Também conhecido como Quartzo Arco-íris.
Na sua forma de cristal natural é chamado de Anandalite ™ (Trademarked by Heaven & Earthque nada mais é que um quartzo natural com revestimento de ródio (naturalmente revestido).
Anandalite ™ geralmente vem em forma de estalactite e estalagmite.

Quartzo Verde:
Como identificar as falsificações de pedras
Quartzo verde falso
Você pode ter ouvido falar sobre Aventurina verde, mas você pode ter ouvido falar também de quartzo verde. Se você viu o quartzo verde como este (foto acima) bem, isso é um total roubo! 
Quer saber como eles fazem isso?
O quartzo leitoso é aquecido e é adicionado corante verde.

Turquesa:
Turquesa também é uma pedra muito falsificada e usada muito em jóias, e é muito provável que você tenha uma paça com turquesa "reconstituída".
colar de turquesa, fake
Reconstituído é quando pequenas quantidades de turquesa que seriam desperdiçadas são recicladas moendo-a em um pó fino. Resinas e corantes podem então ser adicionados e depois pressionados em um molde, esculpido ou moldado.
Dicas para testar a sea turquesa:
Teste de luz UV: as resinas que contêm turquesa irão fluorescer.
Teste do risco: devido a sua dureza de Mohs ser de 5 a 6, pode ser arranhada por uma faca de aço e sob a ampliação as bordas parecerão esfarrapadas, se forem suaves como manteiga, não é verdadeira.
Teste de agulha quente: a ponta de uma agulha quente queimará turquesa verdadeira, mas a reconstituída derreterá.

Por vezes a Turquesa é tratada para melhorar a sua cor e durabilidade (maior dureza e diminuição da porosidade) mas não quer dizer que ela será falsa.


NOTA: (estes são apenas alguns exemplos de pedras que podem ser falsificadas, caso saiba de mais alguma, favor deixar no comentário abaixo).

Fontes:

Sem comentários :

Segue oficina70.com