Opala de Fogo

O que é opala de fogo?
Fire Opal
Fire Opal, image of Didier Descouens, Jalisco, Mexico by commons.wikimedia.org
Opala de fogo, imagem de Didier Descouens, Jalisco, Mexico
 Muitas pessoas confundem “opala de fogo” com a “opala preciosa”.
Aqui está uma explicação rápida sobre os três tipos básicos de opala.
fire opal god qualities
Opal de fogo é uma variedade de opala que tem uma cor de fundo amarelo brilhante, laranja brilhante ou vermelho brilhante.
 Opala de fogo nem sempre mostra o jogo de cor e geralmente é leitoso e turvo. As melhores qualidades são claras e transparentes, o que as torna adequadas para serem facetadas para serem usadas na fabricação de jóias.

Classes de Opalas:
Existem duas classes amplas de opala: preciosas e comuns. Opala preciosa exibe jogo de cor (iridescência), opala comum não. O jogo de cores é definido como "um efeito óptico pseudocromático resultando em flashes de luz colorida de certos minerais, como eles são transformados em luz branca." A estrutura interna da opala preciosa faz com que difraque a luz, resultando em um jogo de cores. Dependendo das condições em que se formou, a opala pode ser transparente, translúcida ou opaca e a cor de fundo pode ser branca, preta ou quase qualquer cor do espectro visual. Opala-negra é considerada a mais rara, enquanto branco, cinza e verde são os mais comuns.

Opala de Fogo Preciosa
Alguns exemplares de opala exibem “jogo de cor”. Esses espécimes têm a cor de fundo de fogo de uma opala de fogo e o jogo de cor de uma opala preciosa. Algumas pessoas chamam essas pedras especiais de “opala de fogo preciosa”. Maior fornecedor deste tipo de opala é a Etiópia.

Opala comum
Opal Comum é uma variedade de opala que não exibe “jogo de cor” e não possui uma cor de fundo que o torne um opala de fogo.
Há vários tipos de opala comum, tais como: opala leitosa (um azulado leitoso a esverdeado); opala resina (amarelo-mel com um brilho resinoso); opala madeira, fóssil (formada pela substituição da madeira com opala); Menilite (marrom ou cinza) e hialite, uma rara opala incolor chamada às vezes Vidro de Müller.
Fluorescência ultravioleta na opala comum varia, entre verde-maçã ou verde-amarelado.

Valor de opala de fogo
O valor de uma opala de fogo é baseado na conveniência e uniformidade de sua cor, sendo amarelo na extremidade inferior do valor e vermelho na extremidade alta.
Pedras transparentes são preferidas sobre pedras translúcidas, sendo as que mais são usadas para se fazerem jóias, veja exemplo abaixo de uma opala de fogo facetada.
ople de feu
A melhor opala de fogo normalmente é vendida por preços muito inferiores aos das melhores opalas preciosas; no entanto, os espécimes de opala de fogo com cores excepcionais seão vendidos por preços mais altos do que alguns espécimes de opala preciosa, com um jogo de cores menos impressionante.
"A característica definidora da opala de fogo é o tom ardente de amarelo, laranja ou vermelho que serve como uma cor de fundo em toda a pedra."

Localidades da Opala de Fogo
O México é a principal fonte mundial de opala de fogo há quase 100 anos. Os depósitos mexicanos produzem quantidades significativas de material transparente a translúcido, de laranja brilhante a vermelho alaranjado. Parte do material transparente é facetado, montado em jóias comerciais e descrito como "opala tangerina" por causa de sua cor.
Na última década, a Etiópia tornou-se um produtor constante de belas opalas. Muito do que é amarelo a semitransparente com raras opalas laranjas com jogo de cor. Grande parte das opalas etíope são opalas de fogo e opalas de fogo preciosas.
Pequenas quantidades de opala de fogo são produzidas na Austrália, Brasil, Honduras, Guatemala, e nos EUA em Nevada e Oregon.

Características da Opala de fogo
Dureza e durabilidade da opala de fogo:
O opala de fogo tem uma dureza de Mohs de 5,5 a 6, que é macia o suficiente para ser arranhada por muitos objetos que pode encontrar e de uso diário. Opala de fogo também tem uma baixa tenacidade, o que significa que pode ser facilmente lascada ou quebrada.

Em jóias a opala de fogo é usado como brincos, pinos e pingentes que geralmente não estão sujeitos a desgaste áspero. Se uma opala de fogo for colocado em um anel, recomenda-se uma configuração especialmente projetada para proteger a pedra contra abrasão e impacto.

Causas da cor:
Laranja a vermelha, inclusões microscópicas a sub-microscópicas de óxidos de ferro hidratado.

Fluorescência e outras emissões de luz:
Fluorescência (Geral) Esverdeado a castanho

Transparência:
Transparente, translúcido, opaco

Principais ocorrências de Opala de fogo no Brasil
brazil fire opal lacalities
Nos estados do Pára em São Geraldo do Araguaia,no Rio Grande do Sul em Campos Borges e em Rondônia, Porto Velho na Mina da Opala Amazônica.

Opalas de Pedro II:
As opalas extraídas das minas de Pedro II no Piauí não são opalas de fogo, mas são as mais belas e puras opalas preciosas encontradas em todo o solo brasileiro.

Não compre gato por lebre
(dicas para saber se uma opala é verdadeira)

Opalas com tratamentos:
Muitas opalas são vendidas em seu estado natural, mas algumas são tratadas. Sua porosidade os torna boas candidatas para tratamentos com corante, fumaça e açúcar/ácido. Todos esses tratamentos, quando divulgados, ou descobertos nos lotes, reduzem o preço da opala a muito menos do que a opala natural com a mesma aparência. Quando não divulgados, podem enganar compradores inexperientes e, por vezes, até compradores experientes.
Se você é um grande comprador de opalas, solicite sempre para algum laboratório ou gemólogo que efetue testes aleatórios em lotes de opalas.

Opalas sintéticas:
Existem opalas sintéticas, que estão disponíveis experimental e comercialmente. O material resultante é distinguível da opala natural por sua regularidade; sob ampliação, as áreas com diferentes cores são arranjadas em forma de "pele de lagarto" ou padrão "chicken wire". As opalas sintéticas são distinguidas das naturais mais pela falta de fluorescência sob luz UV. São também geralmente de densidade mais baixa e frequentemente mais porosas.

Dois notáveis produtores do opala sintética são as companhias Kyocera e Inamori do Japão. A maioria das opalas chamadas sintéticas, entretanto, são denominadas mais corretamente de imitações, porque contêm substâncias não encontradas na opala natural (por exemplo, estabilizadores plásticos). As opalas Gilson vistas frequentemente em jóias vintage são, na realidade, um vidro laminado.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Segue oficina70.com