Aventurina, o quartzo aventurino

Aventurina é uma forma de quartzo, caracterizada por sua translucidez e pela presença de inclusões minerais platy que dão um efeito cintilante denominado aventurescence.
aventurine
Aventurina bruta com brilho metálico amarelo. (veja o zoom na foto a seguir)
Aventurina tem grãos finos a compactos, bem parecido com quartzito translúcido e cuja superfície possui um brilho metálico e salpicado, geralmente de cor marrom avermelhado, mas ocasionalmente amarelo, branco, azul ou verde.
rough aventurine
Grãos de aventurina bruta e as inclusões metálicas amarelas.
Essa aparência é causada pela presença, na substância incolor de quartzo, incluso com mica ou placas de cromo-mica, etc., e que sempre podem ser vistos com o auxílio de  um microscópio, lupa 10X , ou às vezes a olho nu.
rough green aventurine
 Aventurina bruta (meio), pedra polida (esquerda), Cabochão (direita).
Cores das aventurinas
Quartzo aventurino não é só na cor verde, esta é apenas a cor mais conhecida.
A cor mais comum da aventurina é o verde, mas também pode ser laranja, marrom, amarelo, azul, cinza, branco-azuladas, castanho-esverdeada, verdes-azuladas. Aliás, aventurina é uma forma de quartzo e não um quartzo propriamente dito. Aventurina pode ter vários tipos de inclusão o que origina as suas diversas cores.
aventurina azul bruta
Aventurina azul natural, proveniente da Índia.
A cor verde deriva da fuchsite com cromo (uma variedade de mica moscovita) é a inclusão clássica e dá um brilho verde prateado ou azul. Já as cores laranjas e marrons são atribuídos à hematita ou goethita.

O quartzo aventurino é facilmente confundido com o feldspato aventurino também conhecido como "pedra do sol", com a amazonita e o jade.

Como a aventurina é uma rocha , suas propriedades físicas variam: sua gravidade específica pode situar-se entre 2,64-2,69 e sua dureza é um pouco menor que o quartzo monocristalino, em torno de 6,5.

Tipos de inclusões na Aventurina
A inclusão mais comum na aventurina é o fuchsite, uma mica verde rica em cromo. Apenas uma pequena porcentagem do volume do local pode conferir uma cor verde distinta à aventurina.
aventurina bruta
Aventurina bruta facetada em pirâmide e polida.
Algumas amostras de aventurina contêm dez a vinte por cento do fuchsite. Uma quantidade tão grande pode causar problemas. Se os flocos de fuchsite estiverem em uma orientação comum, eles podem transmitir uma "clivagem" ao material. Se os grãos forem grosseiros, eles podem formar poços em cada local onde cruzam a superfície polida.

Pequenas partículas reflexivas de outros materiais podem causar aventurescence em quartzo e quartzito. Flocos de mica lepidolita podem conferir uma cor rosa, vermelha ou roxa. A hematita e a goethita podem produzir aventurina rosa, laranja, vermelha e marrom. A moscovita e a ilmenita podem produzir aventurina cinza, amarelada ou prateada, inclusões de pirita dão uma cor castanha.
Os reflexos brilhantes e as cores atraentes tornam a aventurina uma pedra semipreciosa popular.

Fontes de Aventurina
Quantidades de aventurina são encontradas em muitas partes do mundo. A Índia é de longe o produtor comercial mais importante de aventurina. O Brasil é o segundo produtor mundial. Rússia, Espanha, Áustria e Tanzânia produzem quantidades menores de aventurina.
rough colored aventurine
Cores de algumas aventurinas brutas.
A maioria das aventurinas verde e azul esverdeado é originária da Índia (principalmente nas proximidades de Mysore e Chennai), onde é trabada por artesãos produtivos. Aventurina cremoso branco, cinza e laranja é encontrado no Chile, Espanha e Rússia. A maior parte do material é esculpida em miçangas e estatuetas, apenas os espécimes mais refinados são confeccionados em cabochões, sendo posteriormente transformados em jóias.

Algumas pessoas consideram que a maioria do material vendido hoje como "aventurina" possui aventurescence inadequadas para merecer o nome. É difícil encontrar aventurescence imediatamente discerníveis em quartzo. Aventurescence incríveis são raras.

Propriedades físicas da Aventurina
Aventurina tem a maioria das propriedades do quartzo, seu ingrediente dominante. A presença de inclusões confere ao quartzo a sua aventurescence e altera algumas de suas outras propriedades.
A aventurina pode ter uma dureza aparente menor que 7 na escala de Mohs. As inclusões minerais mais comuns associadas à aventurina têm dureza menor que as 7 do quartzo. Inclusões abundantes enfraquecem o material e resultam em uma dureza aparente mais baixa.
Muitas das inclusões comuns de aventurina têm uma gravidade específica maior que o quartzo. Se abundantes, inclusões como hematita, ilmenita e goethita podem dar à aventurina uma gravidade específica superior ao quartzo.
aventurina rosa
Aventurina rosa. A cor rosa e a aventura são produzidas por pequenos flocos de mica de lepidolita no quartzo. 
Cor: Geralmente verde. Também laranja, amarelo, vermelho, rosa, roxo, branco, marrom e azul.
Raia: Incolor (mais dura que a placa de raia).
Brilho: vítreo, aventuroso.
Transparência: Translúcido para quase opaco.
aventurina translúcida
Aventurina translúcida com inclusões verdes de fuchsite, mica verde rica em cromo, semelhante à moscovita.
Clivagem: Nenhuma, fratura conchoidal. Inclusões abundantes de mica com uma orientação comum podem causar uma direção preferencial de quebra fácil.
Dureza Mohs: 6.5 a 7 (Uma dureza aparente mais baixa é observada se as inclusões de mica forem abundantes.)
Gravidade específica: 2.6 a 2.7 (pode ser maior se for fortemente incluído)
Propriedades de diagnóstico: Aventurescência, geralmente verde, dureza, fratura concoidal. O exame microscópico com iluminação de campo escuro mostrará pequenas inclusões causadoras de cores.

Usos da Aventurina
Muito usada na joalheria e utensílios.
A aventurina verde é um material comum usado para produzir contas e cabochões. Eles são usados para fazer brincos, pingentes, anéis e outras jóias. Outras cores de aventurina são usadas para produzir esses itens, mas são vistas com menos frequência porque a aventurescence nessas cores é menos comum.

A aventurina às vezes é usada para fazer tigelas, vasos e pequenas esculturas. A aventurina verde é uma alternativa popular e menos dispendiosa para o jade e a amazonita. Alguns compradores simplesmente querem uma pedra verde que seja atraente, e o flash da aventurina combina com eles.

Tratamentos e falsificações de Aventurina
Como quase tudo hoje em dia, a aventurina tem muitas imitações industrialmente produzidas, a maioria são vidros com inclusão artificial, mas há também quartzo tingidos.

A imitação mais conhecida de aventurina é o chamado goldstone  que é também uma imitação comum e confundida como sunstone ou mais conhecido como pedra do sol. Goldstone distingue-se visualmente dos dois últimos minerais por suas partículas grosseiras de cobre, dispersos no vidro de uma maneira não uniforme natural. Geralmente é um marrom dourado, mas também pode ser encontrado em azul ou verde.

Quartzo translúcido e aventurinas sem aventurescence são freqüentemente tingidas de cores vivas. O corante é usado para produzir cabochões de baixo custo, com cores vivas que são frequentemente vistas em jóias baratas. O nome "aventurina" pode ser inapropriado, mas é usado por seu apelo maior no mercado quando comparado a "quartzo translúcido" ou outros nomes apropriados.

O uso de um microscópio gemológico 10X e o foco em flocos individuais abaixo da superfície da pedra frequentemente revelam seu hábito pseudo-hexagonal, pedras falsas ou imitações contém outros materiais incluídos no vidro como lantejoulas ou pequenos pedaços de cobre.

Fontes:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Segue oficina70.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...