oficina70.com: Conglomerados diamantíferos no Brasil

Conglomerados diamantíferos no Brasil

Diamante bruto em matriz de conglomerado 
diamond conglomerates of Brazil
Cristal de diamante em uma matriz de conglomerado
Qual é a composição do conglomerado?
O conglomerado pode ter uma variedade de composições. Como uma rocha sedimentar clástica, ela pode conter clastos de qualquer material rochoso ou produto de intemperismo que seja lavado a jusante corrente abaixo. Os clastos arredondados do conglomerado podem ser partículas minerais tais como quartzo ou feldspato, ou podem ser fragmentos sedimentares, metamórficos ou de rochas ígneas. Os clastos de quartzito, arenito, calcário, granito, basalto e gnaisse são especialmente comuns. A matriz que liga os grandes clastos pode ser uma mistura de areia, lama e cimento químico.

A ocorrência geográfica do conglomerado aliada ao seu contexto extra gráfico e mineralógico, sugere a hipótese de rochas serem derivadas de grandes erupções vulcânicas.
diamond conglomerates of Brazil
Enfim, conglomerado é basicamente uma vasta contribuição vulcânica de pedras e minerais de grande interesse geológico.

Conglomerados diamantíferos
Conglomerado diamantífero é uma rocha fonte de diamante secundária, encontrados nos terraços aluvionares dos rios.

Além de diamantes, no mesmo conglomerado podem ser encontrados diversos minerais como quartzos, granadas piropo e ilmenitas magnesianas ou até mesmo ouro, como o que mostra na foto a seguir em que o diamante é a letra A e o ouro é a letra B.
diamond and gold conglomerates of Brazil
Raro conglomerado com diamante e ouro.

Quando isto acontece e por ser mais raro, a peça pode alcançar um valor maior se mantido no seu estado natural, pois há muitos colecionadores em busca deste tipo de conglomerado nativo com minerais de maior valor comercial.
conglomerado diamantífero no Brasil

Conglomerados diamantíferos no Brasil

Diamantes em matriz de conglomerados são encontrados na Bahia e em Minas Gerais.

Na Bahia há muita pouca informações sobre isto, as poucas são de que já foram encontrdos espécimes no Rio Formoso.
Já em Minas Gerais os conglomerados diamantíferos, pré-cambrianos, afloram em numerosas localidades nas imediações de Diamantina (Minas Gerais), Serra do Espinhaço Meridional. Estas rochas, pertencentes à Formação Sopa Brumadinho, do Supergrupo Espinhaço, constituem um importante sítio geológico, além de um marco na história da mineração: na década de 1850, pela primeira vez em todo mundo eram descobertos diamantes dentro de uma rocha. O assim designado Sítio Sopa tem suas particularidades, uma vez que ele se encontra “espalhado” por uma extensa zona, onde quatro principais áreas se apresentam: Sopa-Guinda, São João da Chapada, Datas e Extração. A denominação “Sopa”, cuja toponímia tem permitido diversas interpretações, ganhou status de unidade geológica e como tal destaca-se no contexto geológico brasileiro. Assim sendo, localizado em região de intensa atividade mineradora nos séculos XVIII e XIX, este sítio, é marcado por paisagem antrópica profunda, ainda hoje cenário de extrativismo garimpeiro realizado por populações locais que apenas encontram nesse trabalho um parco meio de subsistência. 

Fotos de conglomerados diamantíferos encontrados no Brasil:
diamond conglomerates of Brazil

diamond conglomerates of Brazil

diamond conglomerates of Brazil
Foto de Jonatas Freitas

Atenção:
Nem sempre as amostras de conglomerados diamantíferos vendidos em sites como o mercadolivre.com.br tem diamantes na sua matriz, comprar uma destas será por sua conta e risco.

Enviar um comentário

Segue oficina70.com