Densidade e Gravidade Específica de Meteoritos

Densidade de meteoritos
Densidade é o termo que define o peso de um objeto para seu tamanho. A densidade é geralmente expressa em unidades como gramas por centímetro cúbico (g/cc ou g/cm3), quilogramas por metro cúbico, libras por polegada cúbica, etc.
Densidade e Gravidade Específica de Meteoritos
Neste artigo todas as densidades estão medidas em gramas por centímetro cúbico (g/cm3).

As rochas variam consideravelmente em densidade, então a densidade de uma rocha é frequentemente uma boa ferramenta de identificação e útil para distinguir rochas terrestres (Terra) de meteoritos. Os meteoritos de ferro são muito densos, 7-8 g/cm3. A maioria dos meteoritos são condritos comuns, e os condritos comuns têm a metade dessa densidade. A maioria dos condritos comuns está na faixa de 3,0 a 3,7 g/cm3, que é mais denso do que a maioria das rochas terrestres.
Por exemplo, calcário (2,6 g/cm3 ou menos), quartzito (2,7 g/cm3) e granito (2,7-2,8 g/cm3) são todas rochas comuns de baixa densidade.
Alguns meteoritos têm baixas densidades (<3,0 g/cm3), mas esses meteoritos são raros entre os meteoritos. A densidade do basalto, um dos tipos mais comuns de rochas vulcânicas terrestres e geralmente confundidos como meteoritos, pode chegar a 3,0 g/cm3.
Acondrito, consiste em material semelhante a basaltos terrestres ou rochas plutônicas e foi diferenciado e reprocessado em um grau maior ou menor devido ao derretimento e recristalização sobre ou dentro dos corpos-mãe do meteorito. Como resultado, os acondritos têm texturas e mineralogias distintas indicativas de processos ígneos.

Tabela comparativa entre densidade de Meteoritos e de Rochas terrestres
Tabela comparativa entre densidade de Meteoritos e de Rochas
Gráfico adaptado do livro:
Field Guide to Meteors and Meteorites
Autores: Norton, O. Richard, Chitwood, Lawrence (2008)

Os únicos tipos de rochas terrestres mais densas que os meteoritos são os minérios - óxidos e sulfetos de metais como ferro, zinco e chumbo. Por exemplo, rochas compostas de hematita ou magnetita (óxidos de ferro) são frequentemente confundidas com meteoritos (ver concreções, "em breve"). Essas rochas têm altas densidades, 4,5-5 g/cm3, que são maiores do que qualquer tipo de meteorito rochoso.

Meteoritos rochosos
São cerca de 95% dos meteoritos recuperados na Terra.
Eles pertencem a dois grupos diferentes: condritos, que contêm esférulas de tamanho milimétricos, chamadas côndrulos, e acondritos, que não contêm essas esférulas.

Densidades de meteoritos por classificação
A densidade de um meteorito pode nos dizer muito sobre um determinado espécime. Como muitos tipos de meteoritos contêm um alto nível de metal, por exemplo, ferro e níquel, eles geralmente são significativamente mais pesados ​​do que as rochas terrestres comuns.
Abaixo está uma lista de densidades de meteoritos para uma série de várias classificações. Em alguns casos em que não foi possível determinar a porosidade de um meteorito, a densidade média de grãos dos minerais dos meteoritos é usada em vez da densidade total geral.
NOTA para as densidades de grãos que são um pouco maiores do que as densidades aparentes, pois não levam em consideração a porosidade das amostras.

Condritos comuns (Ordinário)
LL: 3.21 (± 0,22) - (Méd) 3.21, (Mín) 2.38, (Máx) 3.49.
L: 3.35 (± 0,16) - (Méd) 3.35, (Mín) 2.50 , (Máx) 3.96.
H: 3.40 (± 0,18) - (Méd) 3.40, (Mín) 2.80, (Máx) 3.80.
Entende-se na tabela, as médias de densidade devido a porosidade:
Média (Méd), Mínimo-alta porosidade (Mín) e Máximo (Máx)

Condritos Enstatitas
E: ?
EL: 3.55 (± 0.1)
EH: 3.72 (± 0.02)

Condritos Carbonáceos
CI: 2.11
CM: 2.12 (± 0.26)
CR: 3.1
CO: 2.95 (± 0.11)
CV: 2.95 (± 0.26)
CH: 3.44
CK: 3.47 (± 0.02) *
(* indica uma medição de densidade de grão).

Acondritos
Acondrito é o nome atribuído a qualquer meteorito lítico sem côndrulos.
Aubrites: 3.12 (± 0.15)
Diogenitos: 3.26 (± 0.17)
Eucrites: 2.86 (± 0.07)
Howardites: 3.02 (± 0.19)
Ureilites: 3.05 (± 0.22)
Shergotitos: 3.10 (± 0.04)
Chassignitos: 3.32 *
Nakhlites: 3.15 (± 0.07)
(* indica uma medição de densidade de grão).

Pedregoso/Ferro
Mesosideritas: 4.25 (± 0.02)
Palasitas: 4.76 (± 0.10)

Lunar
2.7 a 3.8**
(**Estimativa. Os meteoritos feldspáticos terão densidade mais baixa, enquanto os meteoritos basálticos terão maior densidade).

Ferro
Os meteoritos de ferro são compostos principalmente por uma mistura de Ferro/Níquel que frequentemente terá uma densidade de aproximadamente 7g/cm3 a 8g/cm3.
>>>>> º <<<<<

Gravidade Específica
local da queda do meteorito de Pernambuco
Para medir a densidade, é necessário medir o volume de uma rocha. Isso é difícil de fazer com precisão. Tão útil quanto a densidade, entretanto, é a gravidade específica sendo esta mais fácil de se executar.
meteorito de Pernambuco
A gravidade específica é a relação entre a massa (peso) de uma rocha e a massa do mesmo volume de água. A água tem densidade de 1,0 g/cm3, então o valor numérico da gravidade específica para uma rocha é o mesmo que para a densidade. Como a gravidade específica é uma proporção, ela não tem unidade.
meteorito de Pernambuco
A gravidade específica é mais fácil de medir do que a densidade. Para medir a gravidade específica, você precisa de uma balança ou escala com um gancho na parte inferior. A técnica é descrita na maioria dos livros de física do ensino médio e a maioria das escolas de ensino médio (ciências gerais e laboratórios de física) teria um equilíbrio de feixe único ou triplo que poderia ser usado para medir a gravidade específica. Pode ser difícil obter uma medida precisa para uma pequena rocha, por exemplo, <10 gramas.

Saiba como tirar a gravidade de sua pedra com a ajuda do site:
Meteoritos Brasileiros
abrindo o link a seguir:

Conclusão
Se você tiver uma rocha que não seja metálica e tenha uma gravidade específica maior que 4,0, não é um meteorito.

Se você tiver uma rocha com gravidade específica na faixa de 3,0 a 4,0, pode ser um meteorito. Essa é a boa notícia. A má notícia é que se você coletar 1000 rochas com gravidades específicas nessa faixa, provavelmente serão todas rochas da Terra, porque alguns tipos de rochas terrestres estão na faixa de 3 a 4.

Se você tem uma rocha com gravidade específica inferior a 3,0, é quase certo que não seja um meteorito. A maioria das rochas terrestres tem gravidades específicas de menos de 3,0.

Quais meteoritos são mais comuns na Terra?
Em % de todos os meteoritos com base de dados de abundância relativa até 2000.
Rochoso 95,6%
Condritos 67,5%
Comuns 63,4%
Ferrosos 3,84%
Acondritos 2,71%
Carbonáceo 2,49%
Ferro rochosos 0,1%
Enstatite 0,89%

Fontes:

Mais informações sobre Meteoritos, classificações e testes caseiros em:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Segue oficina70.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...