Identificação de pedras preciosas

Equipamentos e métodos de identificação de pedras preciosas
Quem compra uma joia com pedra preciosa obviamente quer ter certeza de que a pedra que está levando é de fato o que o vendedor diz ser. Nas joalherias de renome geralmente a jóia vem acompanhada com um certificado de autenticidade da gema.
identificación de piedras preciosas
Veja identificação das pedras acima no final deste artigo
Mas como saber se aquela gema azul é mesmo uma água-marinha e não um topázio azul, também valioso, porém mais barato?
Como saber se a pedra incolor, tão brilhante, é um diamante, e não uma zircônia cúbica, uma safira incolor, um zircão ou outra gema ainda mais barata?
E, mesmo tendo certeza de que a esmeralda que está comprando é de fato esmeralda, como saber se é natural ou sintética?
O simples exame visual infelizmente não permite responder a nenhuma dessas perguntas. Apenas olhando, salvo poucas exceções, não se pode dizer com certeza que gema está sendo observada.
O que fazer então?

Medidas de Precaução
Quem preza seu dinheiro deve antes de tudo fazer a compra numa empresa que julgue digna de confiança. Você provavelmente pagará mais caro do que comprando a mesma gema numa joalheria pequena e desconhecida, mas empresas que zelam por sua imagem não querem correr o risco de uma acusação por fraude. Uma segunda medida é pedir sempre, seja onde for, nota fiscal discriminando bem o produto.

A terceira é pedir um certificado de garantia. Empresas pequenas talvez não forneçam esse documento, mas as maiores o fazem. A Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT estabeleceu um modelo para esse documento. Os vendedores não precisam fornecer certificado exatamente igual, mas as informações mínimas que ele deve conter são as especificadas pela ABNT. Por fim, é bom lembrar que, sempre e em qualquer circunstância, quem compra uma joia ou gema está protegido pelo Código de Defesa do Consumidor.

Exame Técnico
Mesmo tendo a nota fiscal e o certificado de garantia, o comprador de joias pode querer ter a certeza de que lhe venderam a pedra preciosa que pediu. O que fazer então?
Nesse caso, ele deve levar a peça adquirida a um laboratório gemológico. Ali, um gemólogo terá condições de examinar a gema e identificá-la corretamente. O comprador terá uma despesa adicional, mas bem menor do que o valor pago pela joia.
Os laboratórios gemológicos também analisam pedras brutas e concedem certificados caso queira ter facilidades no seu negócio de venda de pedras preciosas em bruto para o mercado nacional ou internacional.

O que o gemólogo faz para identificar a gema?
Com o uso de vários equipamentos, ele medirá as propriedades físicas da pedra através de exames não destrutivos, isso é, que não danificaram a peça examinada.

Equipamentos para identificação de pedras preciosas
Polariscópio
gemstones identifications
O polariscópio pode ser uma das ferramentas mais subestimadas na gemologia. A maioria dos gemólogos o utiliza para determinar rapidamente se a pedra em questão é isotrópica ou anisotrópica ou, na melhor das hipóteses, para determinar o caráter óptico das pedras preciosas, como as granadas, o diamante, a fluorita e o espinélio. A maioria das pedras preciosas são anisótropas, ou seja, a luz as atravessa com uma velocidade que varia conforme a direção
Com algumas pequenas adições, pode-se determinar tanto o caráter óptico quanto o sinal óptico de uma pedra preciosa. É também a ferramenta preferida - ao lado do microscópio - para separar a ametista sintética de suas contrapartes naturais (embora com materiais sintéticos recentes que podem ser difíceis).
Além disso, o polariscópio pode ser muito útil para distinguir inclusões sólidas de inclusões negativas, bem como para identificar gêmeos polissintéticos.
Também existem polariscópios gemológicos de bolso que você pode levar em campo para observar melhor uma pedra no terreno.
Operação do polariscópio e possíveis observações:
Aprenda a fazer uma Polariscópio caseiro clicando no link a seguir (em inglês):

Comprar Polaricópio:


Refratômetro
Em gemologia, o refratômetro de pedras preciosas é uma das peças fundamentais do equipamento usado em um laboratório gemológico. As pedras preciosas são minerais transparentes e, portanto, podem ser examinadas usando métodos ópticos. O índice de refração é uma constante de material, dependente da composição química de uma substância. O refratômetro é usado para ajudar a identificar materiais de gema, medindo seu índice de refração, uma das principais propriedades utilizadas na determinação do tipo de uma pedra preciosa. Devido à dependência do índice de refração no comprimento de onda da luz utilizada (isto é, dispersão), a medição é normalmente tomada no comprimento de onda da linha D do sódio (NaD) de ~ 589 nm. Isso é filtrado da luz do dia ou gerado com um diodo emissor de luz monocromático (LED). Certas pedras, como rubis, safiras, turmalinas e topázios, são opticamente anisotrópicas. Eles demonstram birrefringência com base no plano de polarização da luz. Os dois índices de refração diferentes são classificados usando um filtro de polarização. Os refratômetros Gemstone estão disponíveis tanto como instrumentos ópticos clássicos quanto como dispositivos eletrônicos de medição com display digital o que facilita o processo de identificação.
Também já existem refratômetro gemológico de bolso digital que você pode levar para o terreno afim de uma análise mais rápida de uma gema bruta.
Então, um refratômetro medirá a principal propriedade da gema, que é o índice de refração. Cada gema tem um valor para esse índice (se for isótropa) ou um intervalo de variação (se for anisótropa). As gemas anisótropas podem mostrar uma cor quando olhada numa direção e outra cor ou outro tom da mesma cor quando olhada em direção diferente daquela (fenômeno chamado pleocroísmo). Mas essas diferenças são tão sutis que não se consegue perceber a olho nu.

Confira mais informações e uma tabela do índice de refração no link a seguir:

Comprar Refratómetro:


Comprar Refratómetro portátil:


Dicroscópio
O dicroscópio é um importante instrumento de bolso usado no campo da geologia, e pode ser usado para testar pedras preciosas transparentes (cristais). Geólogos experientes que usam o pleocroísmo podem detectar com sucesso pedras preciosas de outras pedras artificiais usando este instrumento.
Existem dois tipos de dicroscópios disponíveis: calcite e polarização. Dos dois, a calcita dá melhores resultados e é amplamente utilizada por gemologistas experientes. Com o tipo de polarização, apenas uma cor pleocróica pode ser vista de cada vez. Isso torna o processo demorado e difícil, embora seja a maneira mais econômica de obter resultados.
Este pequeno instrumento de uns 5 cm de comprimento, mostra essa variação, se houver, exibindo as duas cores lado a lado. A existência ou não de fluorescência e fosforescência é determinada através de lâmpada de luz ultravioleta. Essas duas propriedades são, como outras, insuficientes para identificar uma gema, mas auxiliam, complementando o exame.

Lâmpada de luz ultravioleta
Uma lanterna de luz UV também é um instrumento que ajuda na identificação de minerais, tendo em vista que muitos minerais absorvem a luz UV de forma diferente.
Veja nossos artigos sobre como a luz Uv incide sobre diferente minerais:
( a partir da "Parte I poderá visualizar até à Parte IV)

Líquidos pesados
Com líquidos pesados (bromofórmio, iodeto de metileno, entre outros), o gemólogo pode determinar a densidade da gema, propriedade importante na sua identificação e que ajuda a distinguir as diferentes espécies de granada por exemplo.

Gravidade Específica
 também chamada de Peso Específico ou Densidade Relativa.
A gravidade específica é uma forma de expressar a densidade relativa de uma pedra preciosa. É medido como a proporção da densidade da pedra preciosa para a densidade da água.
Uma balança Hidrotática pode ser construída se for o caso de se efetuarem muitos testes.

Comprar Kit de gravidade específica:


Veja mais sobre isto e como fazer:

Condutivímetro
Os refratômetros não costumam medir índices de refração muito altos, como o do diamante. Para identificar então essa importante gema há aparelhos específicos, chamados condutivímetros, ou seja, os chamados testadores de diamantes (diamond tester).
Eles medem a condutividade elétrica ou térmica da gema e informam num visor se é diamante, zircônia cúbica ou outra imitação.

Filtros Hanneman
Hanneman Gem Filter
Os filtros de Hanneman (Hanneman Gem Filter) são usados para várias gemas. Um identifica gemas de cor vermelha (ruby filter); outro, as de cor azul; outro, as diferentes esmeraldas sintéticas etc.

Filtro de Chelsea
Para distinguir especificamente uma esmeralda de outras gemas verdes há um dispositivo chamado filtro de Chelsea. Vista através dele, a esmeralda fica vermelha, enquanto as demais gemas verdes (com duas exceções) continuam verdes.

Microscópio Gemológico

Microscópio gemológico triocular

Microscópio gemológico triocular

Equipamente profissional e caro usado pela maioria dos laboratórios e profissionais do ramo, portanto requer algum conhecimento no seu manuseio.

Para identificação de gemas sintéticas e brutas, no qual o gemólogo procura ver as inclusões (imperfeições) eventualmente existentes e as feições (como bolhas de ar, linhas de crescimento etc).

Comprar miscroscópio:

Livros de Gemas e Minerais
Um bom livro ajuda na hora de tentarmos identificar pedras preciosas ou outros minerais. Livros (em português) como "Guia das Pedras Preciosas"; "Gemas, Cristais, Minerais" ou a famosa coleção de Judy Hall "A Blíbia dos Cristais" podem ajudar muito na hora de identificar suas pedras.

Nota:
Como se vê, há um bom número de recursos ao alcance do gemólogo para identificar uma gema lapidada. Mas, lamentavelmente, existem poucos laboratórios gemológicos no país. A principal razão disso é que os equipamentos aqui descritos não são fabricados no Brasil e, como a procura por eles é pequena, sua importação não se mostra um negócio interessante e os profissionais que detem estes tipos de equipamentos e conhecimentos técnicos estão aptos para fazer identificação de pedras.

Identificação das pedras do início do artigo:
Pedras polidas por abrasão em tambor cilíndrico (roladas).
1 - Turquesa, 2 - Hematita, 3 - Crisocola, 4 - Olho de tigre 5 - Quartzo, 6 - Turmalina, 7 - Cornalina, 8 - Pirita, 9 - Sugilita, 10 - Malaquita, 11 - Quartzo rosa, 12 - Obsidiana, 13 - Rubi, 14 - Ágata muscínea, 15 - Jaspe, 16 - Ametista, 17 - Ágata azul, 18 - Lápis-lazúli

Onde compar produtos e equipamentos para identificar pedras preciosas?
Estes produtos estão todos à venda em sites de materiais gemológicos ou sites como a Amazon.com

Fontes:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Segue oficina70.com