Como testar pedra suspeita de diamante com óleo, graxa ou vaselina

Outros testes para identificar um diamante suspeito
Os diamantes têm uma alta condutividade térmica, esta é a base do teste real de diamantes feito por joalheiros. O teste antigo em que os diamantes arranham o vidro é verdadeiro, mas outros minerais rígidos, incluindo o quartzo, também irão arranhar o vidro, de modo que este teste não é recomendado devido à falta de precisão.

Os diamantes são muito duros, 10 na escala de dureza Mohs. Porém ainda há quem faça o teste do diamante na base da martelada pensando que não vão quebrar, mas isso é um mito. Diamantes, quando martelados, fraturarão.

Além do nosso outro artigo sobre como testar e identificar um diamante, vamos falar deste outro teste simples e que são baseados no fato de que os diamantes são hidrofóbicos (repelente de água) e oleófilos (atraídos para óleos).


Como testar pedra suspeita de diamante com óleo
Mesa de graxa usada em mina para garimpo do diamante.
 Os diamantes são naturalmente lipofílicos e hidrofóbicos, o que significa que a superfície dos diamantes não pode ser molhada pela água, mas pode ser facilmente presa pelo óleo. Esta propriedade pode ser utilizada para separar diamantes usando óleo ou graxa de outros tipos de substratos de cascalhos em uma mina.

Como testar diamantes com óleos e graxas:
Um efeito colateral curioso da perfeição da superfície do diamante é a hidrofobia combinada com lipofilia. A propriedade hidrofóbica significa que uma gota de água colocada em um diamante formará uma gotícula coerente, enquanto na maioria dos outros minerais a água se espalharia para cobrir a superfície. Da mesma forma, o diamante é excepcionalmente lipofílico, o que significa que graxa e óleo se acumulam rapidamente na superfície de um diamante. Enquanto em outros minerais o óleo formaria gotas coerentes, em um diamante o óleo se espalharia. Esta propriedade é explorada no uso das chamadas "canetas de graxa", que se aplicam uma linha de graxa à superfície de um diamante suspeito. As superfícies diamantadas são hidrofóbicas quando os átomos de carbono da superfície terminam com um átomo de hidrogênio e são hidrofílicos quando os átomos de superfície terminam com um átomo de oxigênio ou radical hidroxilo. O tratamento com gases ou plasmas contendo o gás apropriado, a temperaturas de 450 ° C ou mais, pode alterar completamente a propriedade da superfície. Os diamantes de ocorrência natural têm uma superfície com cobertura de oxigênio com menos de uma metade da monocamada, sendo o equilíbrio hidrogênio e o comportamento é moderadamente hidrofóbico. Isso permite a separação de outros minerais na mina usando o chamado "cinto de graxa".


Com base nisto, a GIA (Gemological Institute of America) projetou uma ferramenta que opera nesta propriedade diferente dos diamantes para diferenciá-los do tipo genuíno e falso. Então, sabendo que diamantes expressam uma certa afinidade por gorduras e líquidos gordurosos, o Instituto desenvolveu uma ferramenta que eles chamam de Diamond Pen. A caneta, como uma caneta-tinteiro, contém um tipo particular de líquido oleoso que deixa marcas visíveis sobre as faces de diamante absorventes e não absorventes, mas, quando esticadas sobre uma faceta de qualquer outro tipo de pedra, o líquido apenas se espalha sem sair uma imagem distinta de qualquer tipo.


Bateia de alumínio improvisada untada com vaselina.
Um diamante grande o suficiente, pode ser colocado na água e depois removido estando praticamente seco. Isto acontece porque o diamante é hidrofóbico, a água será repelida e a pedra ficará seca.
O quartzo, por exemplo, permanecerá úmido após ter sido removido da água secando lentamente.

Além disso, você pode colocar vaselina em uma bateia e colocar a pedra suspeita na bateia com água.
Pedra de diamante bruto e flocos de ouro que aderiram na bateia. 
Se o diamante suspeito adere à vaselina enquanto você gira ou agita a bateia, há uma boa chance de ser um diamante. Se ele passa sobre a vaselina sem aderência, há uma boa chance de não ser um diamante, mas, em última instância, um testador de diamante térmico é o melhor para uma identificação adequada e 100% eficaz.
caneta de teste de diamante
Testador de diamantes da marca Presidium.
Caso não tenha um testador de diamantes poderá levar até um joalheiro para a inspecionar.

Fontes:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Segue nossa oficina.