Associação do Gossan ao Ouro

Associação do Gossan ao Ouro
Gossan é também chamado de chapéu de ferro (Francês).
Os chapéus de ferro ou gossan são rochas formadas pela oxidação de sulfetos de ferro que podem formar depósitos minerais.
Gossan con cristales de calcita de la colección de Rob Lavinsky, de Mexico
Gossan com cristais de calcita da coleção de Rob Lavinsky, www.irocks.com
A formação dos chapéus de ferro depende de fatores como o clima, a composição inicial dos sulfetos, o nível freático ou o relevo. Sua presença pode fornecer informações sobre depósitos minerais que podem estar presentes em profundidade, ou constituir depósitos por si mesmos. Eles podem ser fontes de ouro, prata, estanho e outros minerais.
gossan, também chamado de chapéu de ferro
Em alguns casos são chamados de gossans os ironstones derivados do intemperismo sobre carbonatos ricos em ferro como a siderita. Normalmente é a parte superior e exposta de um jazigo ou veio mineral e tudo o que resta são óxidos de ferro e quartzo muitas vezes em blocos com cavidades revestidas de quartzo que mantêm a forma dos minerais já dissolvidos. Noutros casos restam óxidos de ferro e quartzo bem como limonite, goethite e jarosite como pseudomorfos substituindo a pirite e minerais originais. Poucas plantas ou árvores crescem nestes tipo de solo, sendo assim possível identificar a partir de imagens de satélites.
área com gossan
Normalmente o chapéu de ferro caracteriza-se como uma "nódoa" vermelha no solo que contrasta com a rocha e solo devido à abundância de quartzo e óxidos de ferro resistentes à erosão. Devido a essa resistência à erosão os chapéus de ferro apresentam-se como colinas.
Gossan, segundo a definição original é o produto do intemperismo sobre sulfetos maciços de minérios econômicos.
Quase todo o ouro recém-extraído vem da mineração natural de minérios de rocha dura, finos grãos de ouro ou até mesmo partículas microscópicas de gossans.

Os principais minerais de um gossan são a goethita e hematita. Outros hidróxidos de ferro comuns são geralmente agrupados como limonitas. Estes óxidos conferem à rocha a sua característica ferruginosa com cores fortes, ocre vermelho-amareladas. A rocha encontra-se na superfície podendo ou não estar em cima dos sulfetos originais. Gossans podem ser transportados. Neste caso os óxidos migraram e se precipitaram longe dos sulfetos de orígem.
Em geral um gossan é poroso e pulverulento.
gossan com ouro, prata, zinco
Seus minerais são formados pela decomposição dos sulfetos com formação de ácido sulfúrico. O ácido acelera sobremaneira a decomposição dos minerais, lixiviando parcial ou totalmente os elementos solúveis. A lixiviação pode ser tão intensa que os elementos solúveis como zinco ou até mesmo o cobre podem não mais estar presentes no gossan. Portanto a simples avaliação química de um deve levar em conta, também, aqueles elementos traços menos móveis que talvez estejam ainda presentes e que possam caracterizar a rocha como interessante. Esses estudos de fingerprinting são fundamentais quando o assunto é gossan.

No Brasil é clássico o gossan de Igarapé Bahia, que foi lavrado por anos a céu aberto como um minério de ouro apenas...até a descoberta de calcopirita (Depósito Alemão) associada a magnetita, em profundidades de 100m.
Gossan da Amazônia:
http://geologo.com.br/epithermal_tapajos.htm

A importância de um Gossan para um garimpeiro experiente
associação do Gossan e do Ouro
Como um garimpeiro de ouro, você deve notar imediatamente este tipo de depósitos, pois a falta de árvores crescendo nas rochas e solos amarelos, marrons, avermelhados, castanhos e de cor acastanhada, levam a que este tipo de solo sejam conhecidos como gossan. É óbvio que muitos desses gossanos foram extraídos no passado, mas no passado nem todos os gossan expostos foram bem extraídos. É provável que ainda existam vários depósitos de ouro, prata ou cobre ricos nesta áreas.
Antigamente os gossans eram guias importantes para depósitos de minério enterrados usados por garimpeiros em sua busca por minérios de metal.
gossan de ferro e outros minerais
Um explorador experiente poderia ler as pistas na estrutura dos gossans para determinar o tipo de mineralização que provavelmente se encontram abaixo do "chapéu de ferro".

Garimpeiros de ouro gostam de generalizar depósitos de ouro em dois grupos: o ouro de filão (ouro encontrado em afloramentos) e ouro placer (ouro detrítico erodido de um filão próximo e depositado em um córrego). Ambos os depósitos são importantes, mas para o garimpeiro, depósitos de ouro são mais importantes porque muitos podem ser trabalhados com menos recursos e com menor custo que a maioria dos depósitos de ouro. Mas ainda assim, você precisa considerar métodos de prospecção científica para garantir que você tenha um depósito de ouro comercial e que você não cometa erros como os muitos que já vimos no programa de TV Gold Rush.

Quão importantes são os gossans para encontrar ouro?
scheme of formation of auriferous gossan
Ao longo dos anos, várias centenas de anomalias de ouro e vários depósitos de ouro, foram associada a algum tipo de gossan. Então o gossan esta fortemente associado ao ouro, leve isto em consideração, embora o ouro no gossan esteja bem dissiminado devendo-se antes fazer uma análise da porcentagem por toneladas, então a recuperação do ouro do gossan poderá ser rentável se forem muitas toneladas deste material. Além disto os gossan estão associados a outros metais como a prata por exemplo.
scheme of formation of auriferous gossan
Os gossans, algo que todo explorador de ouro precisa saber, são frequentemente guias de ouro, mas eles são constantemente negligenciados por garimpeiros de ouro. Eles são guias para encontrar ouro simplesmente porque, se eles são de ouro, a erosão tenderá a liberar o ouro com o tempo e transportar o metal precioso para um córrego ou rio próximo. Em programas de TV como Gold Rush, um gossan nunca é mencionado por ninguém, nem é explorado.

Agora que aprendeu um pouco mais sobre os gossans, comece a procurar por eles, mas também procure por gossans em sites como o Google Earth eles são bem visíveis nas imagens do satélite e isto pode ser bem aproveitado pelos garimpeiros que fazem o uso das tecnologias.
As cores mais comuns de gossan são os vermelhos ou avermelhados, laranjas de oxidação de ferro, amarelos e até azuis escuros, cinzas ou pretos. Estas últimas três cores podem significar a presença de cobre, prata ou manganês.

Saiba mais em:
Que Tipos de Solo Contém Ouro
https://www.oficina70.com/2015/07/que-tipos-de-solo-contem-ouro.html

Fontes:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Segue oficina70.com