Como Identificar um Acidente Vascular Cerebral (Derrame ou AVC)

Médicos ensinam alguns teste que podem ajudar a identificar um AVC

ATENÇÃO:
"Este artigo têm um fim exclusivamente informativo.
Nem o site nem o seu conteúdo têm como objetivo substituir o aconselhamento médico profissional. 
Nenhuma informação deste artigo deverá ser levado em consideração antes de um diagnóstico ou tratamento médico. 
Aconselhe-se sempre com o seu médico. Não ignore nunca os conselhos do seu médico nem demore a consultá-lo, nomeadamente devido a algo que tenha lido neste artigo".

AVC
O derrame ocorre quando a circulação de sangue ao cérebro é interrompida, fazendo com que as células cerebrais se “desliguem”, já que elas não terão oxigênio e nutrientes suficientes para desempenharem suas funções.
É fundamental saber identificar os sinais de um derrame, principalmente ao ter conhecimento de que algum ente querido está no grupo de risco. Há tratamento para minimizar os danos causados pela condição, mas o paciente precisa ser levado ao hospital dentro de uma hora após o surgimento dos sintomas.

Diferenças entre um AVC e um miniAVC
Existem dois tipos principais de derrame: o isquêmico, que ocorre devido a um coágulo sanguíneo no cérebro, e o hemorrágico, causado por um vaso sanguíneo que rompe e despeja sangue no cérebro. O AVC hemorrágico é mais raro que o isquêmico, ocorrendo em cerca de 20% dos casos. Os dois tipos de derrames são graves e colocam a vida do indivíduo em risco quando ele não é tratado o mais rápido possível.
O miniAVC (também conhecido como Ataque Isquêmico Transitório – AIT) ocorre quando o cérebro é irrigado por uma quantidade de sangue abaixo do normal. Eles podem durar de alguns minutos até um dia inteiro. Muitas pessoas sequer percebem que sofreram um AIT, mas eles podem ser um sinal de perigo em relação a um derrame grave. Indivíduos que sofrerem um miniAVC devem receber atenção médica imediata.

Procure por dois ou mais sintomas de um derrame
A maioria das pessoas que sofrem um AVC apresentarão ao menos duas das manifestações mais comuns de um derrame, como as seguintes:

1. Dormência ou fraqueza repentina no rosto, braços, pernas ou em um lado do corpo.
2. Dificuldade súbita em enxergar com um ou ambos os olhos.
3. Ficar repentinamente com dificuldade em andar e sentir tontura ou falta de equilíbrio.
4. Confusão repentina e dificuldade em conversar ou entender o que alguém está falando.
5. Dor de cabeça súbita, sem uma causa aparente.

Faça o teste R.B.F.H.
avc sintomas
Pessoas que estão tendo um derrame apresentam dificuldades em descrever ou explicar os sintomas. Para confirmar o AVC, faça um teste rápido, chamado de R.B.F.H.:

Rosto: peça para o indivíduo sorrir. Veja se um lado do rosto dele está inclinado ou aparenta estar dormente. O sorriso pode parecer descoordenado ou torto em um dos lados.
Braços: fale para a pessoa levantar os dois braços. Caso ela não consiga, ou se um deles cair, a chance de haver um derrame é maior.
Fala: faça uma pergunta simples ao paciente, como a idade ou o nome dele. Veja como sai a fala dele na resposta ou se há dificuldade em formar as palavras.
Horário: Confirme o horário para saber quando as primeiras manifestações do AVC surgiram; essa informação é muito útil para a equipe médica no cuidado com o paciente.

Como agir num caso de AVC se estiver sozinho:

Fontes:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Segue-nos ou partilhe isto...