Série Minerais do Brasil - Sergipe

Principais ocorrências minerais do estado de Sergipe
(Série Minerais do Brasil - Sergipe)
Principais ocorrências minerais do estado de Sergipe

Principais recursos minerais do estado do Sergipe:
Anidrita, Calcita, Carnallita, Halita, Ilmenita, Monazita
Salitre, Silvinita, Silvita, Taquidrato e Zircão.
silvita da mina taquari-vassouras SE
Fluorita:
A fluorita, de cor lilás, associa-se a calcita, enquanto calcopirita, pirita, bornita são comuns nas bordas dos veios. Galena restringe-se aos trechos onde ocorre calcita. Minerais secundários de cobre (malaquita e azurita) são derivados da oxidação de calcopirita e bornita.

Enxofre:
Concentrações maiores de enxofre estão em locais que sofreram recristalização ou preenchendo pequenas cavidades e fraturas, na forma de cristais amarelo-ouro, incrustados em calcita ou em quartzo leitoso.

Veja mais AQUI

Metálicos:
Chumbo (Pb), cobre (Cu), ferro (Fe), manganês (Mn), níquel (Ni), ouro (Au), pirita (pi), titânio (Ti), tório/terras-raras (Th), zinco (Zn) e zircônio (Zr).

Não-Metálicos:
Água mineral (agm), amianto
(am), areia (ar), argila (ag), enxofre (S), filito (fi),
flúor (F), fósforo (P), gabro (gb), gnaisse (gn), granito (gr), metarenito (ma),
metassiltito (ms), quartzito (qt), quartzo (qz) e saibro (sa).

Calcários:
Calcário (ca), calcário calcítico (cc),
calcário dolomítico (cd), dolomito (dl) e mármore (mm).

Energéticas e Sais Solúveis:
Gás (gs), petróleo
(pe) e turfa (tf); sais de magnésio (Mg), potássio (K)
e sódio (Na).

Mapa dos recursos minerais do Sergipe AQUI

O ouro nativo no estado do Sergipe
ouro nativo no estado do Sergipe
Ouro nativo (Au) no Sergipe é encontrado sobretudo na região da Serra de Itabaiana, uma região protegida no Parque Nacional.

Estão cadastradas três pequenas ocorrências de ouro,
 todas do tipo plácer fluvial, relacionadas às aluviões
do Rio das Pedras e dos Córregos da Ribeira e Córrego do Boqueirão.
Hipoteticamente admite-se que o ouro desses pláceres atuais possam
provir de paleoconcentrações relacionadas à Formação Itabaiana, a qual apresenta, na base, lentes de conglomerado que afloram a montante das
ocorrências relatadas.
garimpo de ouro no Sergipe
O potencial aurífero da região está ainda por ser
avaliado, incluindo-se o estudo das suas concentrações “primárias”. O aludido potencial será sobrelevado, se comprovada a relação dessas mineralizações com zonas de cisalhamento que afetam litótipos da citada formação.

Relíquias de povos antigos
nas margens do Rio São Francisco, ainda podem ser encontradas belas peças arqueológicas dos sertões.

Fontes:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Segue oficina70.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...