gtag('config', 'UA-48662746-2'); oficina70.com: Como identificar madeira petrificada

Como identificar madeira petrificada

O que é madeira petrificada/fossilizada?
A madeira petrificada é um fóssil, sendo também conhecida como madeira fossilizada.
madeira petrificada com xilopala
Madeira petrificada com vestigios de opala tal como diz o nome Xilopala.
Ela se forma quando o material vegetal é enterrado pelos sedimentos e protegido da decomposição devido ao oxigênio e aos organismos. Então, a água subterrânea rica em sólidos dissolvidos flui através do sedimento, substituindo o material vegetal original por sílica, calcita, pirita ou outro material inorgânico, como opala. O resultado é um fóssil do material lenhoso original que frequentemente exibe detalhes preservados da casca, madeira e estruturas celulares.

Alguns espécimes de madeira petrificada são preservações tão precisas que as pessoas não percebem que são fósseis até que as apanhem e fiquem chocadas com o peso delas. Esses espécimes com preservação quase perfeita são incomuns; no entanto, espécimes que exibem estruturas de casca e madeira claramente reconhecíveis são muito comuns.

Como identificar madeira petrificada
Identificar madeira petrificada pode ser uma tarefa difícil e às vezes impossível.
tronco de uma árvore petrificada
Alguns pedaços de madeira perdem muito da sua estrutura celular original durante o processo petrificante, sendo impossível recuperar informações suficientes para identificá-las. Alguns tipos de madeira são distintos o suficiente para que os novatos possam reconhecê-los com apenas uma lupa de 10x. Mesmo para os melhores exemplares de algumas espécies de madeira, geólogos precisam de treinamento e equipamentos de alta ampliação para identificar.

Primeiras pistas
A qualidade da madeira determinará se a peça pode ser identificada.
tronco de madeira petrificada
A estrutura celular original é às vezes completamente destruída pelo processo de petrificação. Se você puder ver padrões na madeira, há uma boa chance de a peça poder ser identificada. Saber quais tipos de árvores crescem nas áreas em que a madeira foi encontrada também pode ajudar na identificação de sua peça. Se uma amostra pode ser reduzida a algumas possibilidades, alguns tipos podem ser descartados, porque eles provavelmente não seriam encontrados com espécies conhecidas daquela área. O resto do processo de identificação requer ampliação em microscópios.

Estruturas celulares da madeira
Algumas estruturas celulares são evidentes com ampliação de apenas 10x. Outros podem precisar de ampliação de até 800x. Células (traqueídos) de diferentes classes de madeira são dispostas em diferentes padrões. Por exemplo, quando se olha através da madeira como se veria anéis de crescimento, uma árvore conífera tem pequenas células redondas que formam linhas retas. As angiospérmicas (carvalho, nogueira, plátano) têm vasos em vez de traqueídes, que são semelhantes, mas não formam fileiras nem são sempre redondas. O ginkgo tem ainda uma formação celular diferente, semelhante ao milho. Conhecer a estrutura celular de diferentes formas de madeira é necessário para uma identificação adequada.

Raios e outros recursos distintos
Raios (anéis circulares concêntricos a partir de um corte transversal) são indicadores importantes dos tipos de madeira.
veios em madeira petrificada
Raios são linhas de pequenas células que vão do centro (medula) do círculo até a casca da madeira. Em alguns tipos de madeira, esses raios são finos, às vezes com apenas uma ou duas células de largura, e em outros são mais largos ou de larguras diferentes. As árvores frutíferas têm muitas larguras de raios, enquanto o pinheiro tem raios estreitos e uniformes. Algumas madeiras têm outras características distintas. Pinho, por exemplo, tem "dutos de resina". Esses dutos parecem células, mas são muito maiores. Se eles são encontrados em madeira com pequenas linhas retas de células e raios estreitos, nenhum exame adicional é necessário para saber que a madeira é pinheiro.

Método de examinação
O exame é feito frequentemente fazendo um cubo da madeira para que possa ser visto de diferentes ângulos do eixo. Os cubos de madeira são finamente lixados para remover riscos que podem dificultar a identificação.
Como identificar madeira petrificada
Se forem necessários altos níveis de ampliação, fatias finas de madeira são usadas com apenas alguns centímetros de espessura. O examinador deve conhecer os diferentes aspectos das madeiras, de modo que algum conhecimento em Botânica também vai estar envolvido no processo.
A tecnologia facilita a identificação com software de computador que pode ajudar no processo de identificação. Este software pode ser comprado on-line por qualquer pessoa que deseje buscar o campo da identificação de madeira fossilizada.
O ideal é a peça ser examinada por um Dentrologista, uma vez que a Dendrologia é o ramo da botânica que estuda as plantas lenhosas, principalmente árvores e arbustos, e as suas madeiras. Se não encontrar um especialista acima descrito, então um Petrologista poderá o ajudar e no caso mais singular, procure em última instância um Geólogo.

Madeira Petrificada no Brasil
como identificar madeira petrificada
Madeira petrificada do Jardim Paleobotânico de Mata.
Conforme um mapeamento realizado pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), foram identificadas cerca de 17 afloramentos de árvores petrificadas nos municípios de Santa Maria, Mata e São Pedro do Sul no estado do Rio Grande do Sul, demarcando-as com área de fácil acesso para os turistas e estudiosos interessados.

Como identificar madeira petrificada
MONAF - Município de Filadélfia em Tocantins
Em outros estados como São Paulo, Amazonas e Ceará também foram observadas madeiras petrificadas, mas sem caracterização de floresta como a que ocorre no Rio Grande Do Sul e no Tocantins (Monaf) que é a maior floresta de árvores fossilizadas do hemisfério sul sendo possível visualizar até algumas folhas de árvores fossilizadas.
Segue no link abaixo as localizações das florestas petrificadas do RS:

Madeira petrificada e outros nomes
Uma ampla variedade de nomes é comumente usada para madeira petrificada. "Madeira fossilizada" é um termo geral para madeira que foi petrificado ou preservado por outros métodos de fossilização. "Madeira opalizada" (xilopala) é madeira petrificada que foi substituída por opala, uma forma amorfa de sílica. "Madeira agatizada" é a madeira que foi substituída por ágata, uma forma de calcedônia ou quartzo microcristalino. "Madeira silicificada" é a madeira que foi substituída por qualquer forma de sílica, incluindo opala e ágata.

Madeira opalizada (xilopala)
Xilopal, image by Petrified Forest National Park
Exemplo de madeira petrificada opalizada com cores espetaculares e petrificação completa é altamente muito valorizada para lapidar. Pode ser polido e usado para fazer jóias e muitos outros ofícios.

Nota:
A menos que não tenha a certeza caso se depare com uma peça de madeira petrificada, então, contate o setor de Geologia numa faculdade mais próxima.

Fontes:

Sem comentários :

Segue oficina70.com