Como distinguir diamantes de outras pedras nas suas jóias

Diamante:
Falso ou Verdadeiro?

Muito cuidado com diamantes sintéticos.
Eles são feitos em laboratório e conseguem passar nos testes. Eles custam uma fração do preço de um diamante autêntico e apresentam uma composição química idêntica aos dos verdadeiros.

Aqui estão alguns testes caseiros que o ajudara a distinguir um diamante.
Para saber qual é o verdadeiro e qual é o sintético, só mesmo um perito profissional.


Saiba identificar a Moissanite.
Moissanite ring.JPG
É difícil encontrar diferenças entre um diamante e uma moassanite, mas essa última brilha um pouco mais, além de produzir uma refração dupla, a qual passa despercebida por olhos não treinados. Você pode experimentar um foco de luz através de uma pedra, e se ela emitir um brilho muito mais colorido e intenso do que um diamante conhecido, então você saberá que se trata da moissanite.


O diamante e o moissanite são muito fáceis de serem confundidos. Ambos têm condutividades térmicas semelhantes. Caso sejam testados apenas com o teste para diamantes, o resultado dará verdadeiro mesmo que você tenha um moissanite. A melhor opção é pedir para um joalheiro profissional usar um teste combinado para diamantes e moissanites.

Fique de olho no topázio.

O topázio branco é outra pedra que pode enganar os leigos. No entanto, ele é muito menos duro do que o diamante. A dureza de um mineral é determinada pela sua capacidade de arranhar e ser riscado por outros materiais. Uma pedra que pode arranhar outras facilmente sem ser arranhada é considerada dura. Diamantes verdadeiros são alguns dos minerais mais duros do planeta. Preste atenção se há riscos em torno das facetas da sua pedra. Se ela parece estar um pouco "arranhada", é porque se trata de um topázio branco ou outra imitação.

Saiba identificar uma safira branca.
GLAMIRA Anel Bridal Rise
Ao contrário da crença popular, safiras não são apenas azuis. Na verdade, essas jóias estão disponíveis em praticamente todas as cores. Variedades brancas de safira são muitas vezes utilizadas como substitutos do diamante. No entanto, essas pedras não contêm o acentuado contraste entre as áreas claras e escuras que os diamantes verdadeiros apresentam.
As safiras brancas naturais são muito raras.
As safiras brancas vêm nos mesmos pesos em quilates dos diamantes, mas não são tão caras.

Saiba reconhecer a Zircônia cúbica.

Ela é uma pedra sintética Muito parecida com um diamante. A maneira mais fácil de detectar uma zircônia cúbica é pela cor dele é pelo brilho alaranjado queM ela emite. Sua origem artificial também pode resultar em uma aparência "perfeita demais", pois os diamantes verdadeiros muitas vezes contêm manchas e pequenas imperfeições.

A zircônia cúbica também é famosa por apresentar um maior espectro de cores no brilho do que os diamantes verdadeiros quando a luz é focada na pedra. O brilho e o reflexo de um diamante autêntico devem ser em grande parte incolores, enquanto a zircônia cúbica pode projetar brilhos coloridos.

Um teste bastante usado é usar a pedra para riscar vidro. Segundo a crença popular, se a pedra conseguir riscar o vidro sem ficar arranhada, trata-se de um diamante verdadeiro. No entanto, algumas zircônias cúbicas de alta qualidade também conseguem arranhar o vidro e saírem intactas. Logo, este teste não é realmente uma maneira definitiva para determinar se um diamante é autêntico ou não.
Fonte:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Segue-nos ou partilhe isto...