Série Minerais do Brasil - Ceará

Principais ocorrências minerais no estado do Ceará
(Série Minerais do Brasil - Ceará)
Série minerais do Brasil - Santa Catarina

Lista de minerais do Ceará:
Actinolita, Aegirina, Aegirina-augita, Albita, séries Albite-Anorthite, Almandina,
séries Almandine-Spessartine, Ambligonita, Analcite, Anatase, Anquerita,
Apatita, Augite variedade: Soda-Augita, Avaruita, Barita,
Berilo variedades: Agua-marinha e Esmeralda,
Bismuto, Calcita, Cassiterita, 'Grupo Clorita', Cromita,
subgrupo Clinopiroxênio, Coffinita, Columbita (Fe), Columbita-Tantalita, Cobre,
Corindo variedade: Safira, Diatomita, Diopsídio, Elbaita, Epídoto,
série Fayalite-Forsterite, Ferro-kaersutite, Fosfato, grupo das Granada, Gilalita, Gipisita,
Grafita, Heulandita, Hornblenda, Ilmenita, Ferro variedade Kamacita,
Kaersutita, Magnetita, Maskelinita, Merrillite, Molibddenita,
Moscovita, Nefelina, subgrupo Ortopiroxênio, Pentlandita,
Flogopita, Quartzo variedades: Ágata e Ametista, Rutilo variedade: Ilmenorutilo,
Sanidina, Escapolita, Escelita, Sodalita, Spessartina, Spodumene,
subgrupo de Estilbitas, Taenita, Talco, Tapiolita, Tetrataenita, Titanita,
Turmalina, Tremolita, Troilita, Vermiculita e Zircão.

Pedras preciosas e cristais do Ceará:
turmalina elbaita do Ceará, da coleção de Sergio Varvello
Turmalina Elbaita, da coleção de Sergio Varvello via Mindat.org
Os minerais-gemas existentes no Estado do Ceará estão relacionados a dois
tipos de depósitos: veios quartzo-ametista e intrusões pegmatíticas. Os veios de
quartzo-ametista são muito disseminados nas rochas cristalinas. Esses veios se
formam por intrusões silicosas em zonas fissuradas das rochas preexistentes.
Quando ocorrem cavidades maiores nas zonas fissuradas, podem desenvolver-se
cristais que se agrupam em forma de drusas, caso contrário a mineralização
se dá de forma disseminada.
A mineralização de ametista no Estado do Ceará é de importância expressiva
uma vez que a qualidade dessas gemas compete com as melhores do País,
no que diz respeito à coloração.
Ainda no estado são encontradas algumas variedades de turmalina como a Elbaita, Safira, quartzo gilalita, granada espessartita, etc.
safira do Ceará, da coleção de Brazilian Rockhounds
Safira, da coleção de Brazilian Rockhounds
Elas ocorrem nos municípios de:
Acopiara (Trussu, Sítio TatuPeba e Fazenda Santa Cruz); Alto Santo
(Fazenda Jardim), Catarina (Sítio Bonito), Arneiroz (Sítio Várzea Grande),
Canindé (Targinos – São Luiz), Crateús (Fazenda Castanho e Sucesso),
Independência (Sítio Araújo), Jaguaretama (Bom Lugar), Jaguaribe (Mulungu), Morada Nova (Patos e Pacova), Novo Oriente (Sítio Bom Sucesso e Mina Salão), Parambu (Cachoeira do Calixto, e Olho d’água da Gameleira), Piquet Carneiro (Fazenda São Luís), Solonópole (Sítio Fonseca), Santa Quitéria (Fazenda Batoque e Lambedor), Milhã e Quixeramobim (Fonseca), Tamboril (Sucesso) e Tauá (Serrote Quinamuiú e Barra Nova).

No DNPM-CE são cadastradas ocorrências, jazidas e/ou minas nos municípios de:
Tauá (Serrote Quinamuiu), Novo Oriente (Mina Salão), Santa Quitéria (Mina
Lambedor e Batoque), Acopiara (Sítio Jati), Morada Nova (Pacova) e Piquet Carneiro.
Destas se destacam, além da jazida de:
Santa Quitéria, as ocorrências dos municípios de Novo Oriente e Piquet Carneiro,
ambos com grande produtividade. No município de Beberibe uma ocorrência de ametista de excelente qualidade (veludo). 
A principal jazida de ametista do Ceará está localizada no município de
Santa Quitéria. A mineralização de ametista, nesse local, está associada a veios pegmatóides encaixados em fraturas de granitóide. A ametista ocorre disseminada
dentro do corpo pegmatóide e no contato com a encaixante,
em cristais bem formados, de tamanhos variados, muitas vezes formando drusas.
Sua cor apresenta tonalidades variadas dentro de matizes do roxo.
esmeralda-Ceará, da coleção de  Paulo Neves via Mindat
Esmeralda, da coleção de  Paulo Neves via Mindat.org
Nos municípios de Quixeramobim, Piquet Craneiro e Tamboril, existem ocorrências de quartzo-verde (praziolita). No município de Icó existem ocorrências de
água-marinha de excelente qualidade, topázio e amazonita, e no município de
Parambu as ocorrências de rubelita (turmalina vermelha).

Faixa Noroeste do Ceará
É a principal província mineral do estado, também chamada de Faixa Médio Coreaú, está localizada no extremo noroeste da Província Borborema e a sudeste do Cráton de São Luís.

Província pegmatítica de Cristais:
Inclui as áreas dos municípios de Aracoiaba, Cascavel, Russas e Morada Nova onde
se concentram os pegmatitos lítio-berilotantalíferos da região.

Pegmatito Jucá
É constituído de quartzo leitoso, microclina, clevelandita, moscovita, lepidolita, quartzo criptocristalino, ambligonita, berilo, turmalinas (verde, róseo e preta), quartzo hialino
e cassiterita.

Pegmatito Jucazinho
Os minerais identificados foram: quartzo, microclina, albita, moscovita, turmalina (verde, azul, e preta), berilo e columbita.

Pegmatito Caboquinho
Os minerais existentes são: quartzo, clevelandita, moscovita,
afrisita, lepidolita, berilo, espodumênio, turmalina azul, crisoberilo, cassiterita
e columbita.

Pegmatito Jordão
Os minerais identificados são: quartzo, microclina, albita, moscovita
e berilo (água-marinha).

Província Pegmatítica de Solonópole.
É constituída, essencialmente, por pegmatitos lítio-berilo-tantalíferos e pegmatitos estaníferos, distribuídos por áreas dos municípios de Quixadá, Quixeramobim,
quartzo gilalita, da coleção de Rob Lavinsky & irocks.com
Quartzo Gilalita, da coleção de Rob Lavinsky via irocks.com
Solonópole e Jaguaribe.
Os principais minerais de valor encontrados nesta província são:
berilo, cassiterita, ambligonita, tantalita-columbita, lepidolita, quartzo, afrisita,
rubelita, turmalina verde, granada, água-marinha e fluorita.
Estes minerais encontram-se distribuídos em 20 pegmatitos:
(Várzea do Serrote; Balinha I; Balinha II; Juazeiro; Berilândia I;
Poço dos Cavalos; Morro Comprido; Morro do Peba; Nilo Castelo; Encanto Seguro;
Bezerrinha II; Auriverde; Auriverde I; Bom Jesus I; Bom Jesus II; Bom Jesus do
Carneiro; Martinópole; Nóbrega IV; Belém e Carnaúba IV).

No município de Quixeramobim, mais precisamente nas localidades de Malacacheta e Poço Cavalo, existem produção considerável de granada utilizada como gema.

Ouro e pedras preciosas no Ceará
A avaliação do Potencial Mineral do Noroeste do Ceará
se encontra a partir da pág. 73 clicando AQUI
(documento em pdf)
Ouro e pedras preciosas no Ceará
mapa do ouro e pedras preciosas no Ceará

Distribuição espacial do ouro em concentrados de minerais pesados.
ouro na região noroeste do estado do ceará
Lista de metais preciosos e pedras preciosas mais procuradas e que são encontrados no estado do Ceará:
Abra o link a seguir para visualizar o documento,
http://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/21399

Arquivo: irm_arim_noroeste_ceara.pdf
Descrição: Informe de recursos minerais
(abrir documento em PDF/user)

Ouro e Pirita pág. 73 e 75,
Apatita e Zircão pág. 76,
Topázio e Granada pág. 77,
Turmalina e Cianita pág. 78,
Malaquita e Granada Kimberlítica pág. 81.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Segue oficina70.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...