O ouro de Jaraguá e de Perus, São Paulo

O ouro de Jaraguá e de Perus, São Paulo
Ouro, locais com história - São Paulo
Pico da Jaraguá, São Paulo
O estado de São Paulo tem 137 minerais válidos e catalogados nos bancos de dados.
Só na região de Perus há 25 minerais válidos, um "prato cheio" para coletores e colecionadores e que podem ser encontrados em minas e em pedreiras.

Segue a lista de minerais presentes na região de Perus:
lista de minerais presentes na região de Perus
Albita, 'Apatita', Autunita, Bassetite, BeriloCalcitaChernikovite, Fluorita,
'Granada Grupo', OuroGesso variedade: Selenito, Haiweeite, Lepidolita,
Meta-autunita, Metatorbernite, Metauranocircite-I, Microclina, Moscovita,
OpalaFosfuranilite, Phurcalite, QuartzoRhodochrosite, Saponita,
TorbernitaTurmalinaUranofane, Uranofane-β e Weeksita.

Os minerais de maior interesse são a Turmalina a Opala e o Ouro.

ouro de Perus e Jaraguá, São Paulo
O ouro na região esta fortemente associado ao Quartzo
Ainda há vestígios de ouro remanescentes nesta região, mas que segundo geólogos, ali já não existe mais ouro, apenas “pegadas da extração”.
Na teoria, os métodos de extração de ouro antigamente tenham deixado para trás algum deste metal precioso e que por métodos de extração e garimpo atuais podem ser facilmente recuperados.

Exploração do ouro do Jaraguá
As primeira notícias que se têm do local é que, nele, estava estabelecido o português Afonso Sardinha, bandeirante, caçador de índios, traficante, que descobriu vestígios de ouro no ribeirão Itaí, no pico, por volta de 1580. No entanto, como os índios dominavam a região, travaram-se numerosas guerras contra os nativos da terra. A mineração do ouro, portanto, só teve início dez anos depois. O ouro do Jaraguá foi explorado até o esgotamento, no século XIX. Os garimpeiros deixaram visíveis escavações nas rochas do pico e marcas de sulcos a que se chamam "cavas".

Cavas de ouro do Jaraguá
As Cavas de Ouro do Jaraguá trata-se de quatro antigas escavações de mineração, que constituem um verdadeiro sítio arqueológico.
As Cavas de Ouro têm grande relevância histórica. Elas representam estruturas de mineração de um dos primeiros ciclos do ouro no Brasil, já que foi na região do Jaraguá que esse metal precioso se tornou num dos primeiros lugares no Brasil onde se encontrou ouro. Foi durante a primeira metade do século XVII que grandes quantidades de ouro foram produzidas a partir dai.
No entanto a verdadeira corrida ao ouro nesta região se deu somente no início dos anos 1800 e estendeu-se por mais de 1 século.

As primeiras explorações de ouro no Brasil, propiciando notícias de descobertas foram em Apiaí (alto Vale do Ribeira), Paranaguá e outros pontos do sul da colônia entre 1561 e 1592. O ouro que era levado da Vila de Santos por corsários ingleses em 1588 e 1591 é uma segura confirmação do sucesso dessas explorações. Porém, de maior monta foi o ouro encontrado em 1590 no Pico do Jaraguá e no Córrego Santa Fé, cujas nascentes situam-se na encosta da montanha.

Localização das 4 cavas de ouro do Jaraguá no Google Earth:
Cava I-Faldas do Morro do Quebra-Pé
Cava I-Faldas do Morro do Quebra-Pé

Cava II-Jardim Britânia
Cava II-Jardim Britânia

Cava III-Morro Doce
 Cava III-Morro Doce

Cava IV-Parque Anhangüera
Cava IV-Parque Anhangüera

Aspecto geral da Cava II-Jardim Britânia no ano de 2004
com entulho e vegetação tapando a entrada.
Cava II-Jardim Britânia

Imagens de pepitas de ouro do Pico do Jaraguá
que sobreviveram e estão nas mãos de colecionados.

As fotos das pepitas de ouro que se seguem são da coleção de

As amostras forão encontradas, no início dos anos 20 do século passado, no que era uma área rural, na época, na periferia de São Paulo, área que foi posteriormente absorvida e construída quando do rápido crescimento da cidade. São obviamente uma raridade, muito difícil de se obter hoje.
Local: Perus, São Paulo, São Paulo, Brasil.
Ano: ± 1920

O ouro de Jaraguá e de Perus, São Paulo
Crescimento musgoso e dendrítico na matriz de quartzo. 

O ouro de Jaraguá e de Perus, São Paulo
Crescimento cristalino dendrítico na matriz de quartzo.

O ouro de Jaraguá e de Perus, São Paulo
Crescimento musgoso e dendrítico na matriz de quartzo.

O ouro de Jaraguá e de Perus, São Paulo
Crescimento cristalino dendrítico na matriz de quartzo.

O ouro de Jaraguá e de Perus, São Paulo
Crescimento musgoso e dendrítico na matriz de quartzo.

Fontes:

Fotos Google Earth:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Segue oficina70.com