Como encontrar ouro nos rios auríferos

Para encontrar ouro nativo, ou seja, pepitas ou flocos, os rios auríferos irão transportá-lo ao longo de seu trajeto até outro rio não aurífero ou até mesmo até o mar, porém parte deste ouro poderá ficar por curvas ou cavas mais profundas de seu leito.

Podemos recuperar ouro de aluvião aleatoriamente ao longo de um rio usando uma pá ou uma picareta e gradualmente passar a areia por uma bateia ou em uma eclusa.
As estatísticas dizem que se remover 2 toneladas de cascalho por dia, um trabalho duro, só irá recuperar com sorte três gramas deste metal precioso. Você também pode encontrar pepitas com um bom detector tipo VLF que são extremamente sensíveis para o cascalho e areia preta. É um trabalho que exige muita paciência e prática.
O detector recomendado para este trabalho em rios é o Deepers X5 com antena "Goldrio" especial para pepitas.

Os melhores locais para buscar e ou pesquisar ouro em um rio é procurar um pouco acima de seu leito rochoso (Rock Bed em Inglês) e nas curvas fechadas do rio.


Na verdade, com o tempo as partículas de ouro que são mais densas do que o resto do aluvião vão se mover gradualmente para baixo e se concentrar um pouco acima de um leito duro e impermeável, que pode ser de pedras sólidas, placas de pedra, argila compactada muito dura e resistente à erosão.

Em todos os casos, a busca de ouro apenas acima da camada de sólidos do leito de um rio ou riacho dá 5 a 10 vezes mais resultados do que uma busca de aluvião aleatório nas curvas do rio.


Fonte:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Segue-nos e partilhe com amigos...