Como recuperar 75 quilos de metais preciosos em um ano

Para nossos leitores terem uma noção do potencial da reciclagem de produtos eletronicos, estamos trazendo esta compilação de uma empresa portuguesa.
A referida empresa angaria eletronicos usados que já estejam em desuso em empresas ou particulares e ainda busca em casa.

Você acha possível encontrar 75 quilos de metais preciosos, como ouro, prata e platina, em um lixão?
O que parece loucura foi possível graças à reciclagem de equipamentos de informática, em Portugal.

Empresa especializada na reciclagem desses itens, a ReciSmart divulgou em 2011 um relatório que aponta que foram recuperadas cerca de 13 toneladas de equipamentos de informática pela companhia, em seu 1º ano de atividade, sendo que 45 quilos desse total eram de metais preciosos.

O total acumulado do primeiro ano de atividade da empresa, entre agosto de 2010 e julho de 2011, soma de 26.183 quilos de material reciclado, nos quais estão incluídos cerca de 75 quilos de metais nobres.

ReciSmart
Integrada na indústria de recuperação e valorização de metais preciosos, a ReciSmart desmancha computadores, componentes de automóveis e outros equipamentos de informática obsoletos. Os metais recuperados entram no ciclo de valorização e reciclagem, dando origem a matérias-primas secundárias.

Crescimento e resultado de atividades do ano 2012
O 2º ano de vida da ReciSmart foi marcado por um forte crescimento global da empresa, bem como um aumento de 40%, 100% e 200% na recuperação de cobre, prata e ouro, comparativamente ao período homólogo do ano anterior. Os dados, que compreendem o período entre 1 de Outubro de 2011 e 30 Setembro de 2012, revelam ainda que, só em cobre, a empresa recuperou mais de 35 toneladas através da reciclagem de material informático - mais 10 toneladas do que no seu primeiro ano de actividade.
Para recuperar todo este material a empresa possui uma planta industrial altamente moderna, sustentável e ecológica nos arredores de Lisboa.

Para mais informações, ascese o site da empresa.

Fonte:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Segue-nos ou partilhe isto...